Mundial de Enduro 2012 – 7ª etapa – Finlândia

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Divulgação | 03 de setembro de 2012 - 9:17

Após o GP da Suécia no fim de semana passado, neste fim de semana o Mundial de Enduro prosseguiu na região da Escandinávia. Desta vez o destino foi à cidade de Heinola, palco do GP da Finlândia, um dos países com maior tradição no Enduro, em prova válida como sétima etapa da temporada 2012.

O público ficou decepcionado, já que nenhum piloto local conseguiu vencer em casa. O que se viu foi os franceses Antoine Meo e Christophe Nambotin sagrarem-se campeões com uma etapa de antecedência nas categorias Enduro 1 e Enduro 3 respectivamente. Já na categoria Enduro 2, a decisão do título ficou para a última etapa, em outubro, na França. Confira como foi a etapa deste final de semana, 1º e 2 de setembro na Finlândia.

Primeiro Dia
Líder na categoria Enduro 1, o francês Antoine Meo (KTM) começou o primeiro dia no sábado na sexta posição, após um início lento e cauteloso na parte da manhã. Aos poucos ele começou a ganhar confiança no rochoso e desafiador Enduro Teste e abriu caminho na briga pela liderança. Um ataque final na última volta foi o suficiente para o francês garantir a vitória com 3 segundos de vantagem sobre o dono da casa, Matti Seistola (Husqvarna).

Antoine Meo

Antoine Meo

Seistola parecia a caminho de conquistar sua primeira vitória na temporada, quando segurou outro francês, Rodrig Thain (Honda) nas duas primeiras voltas, mas foi incapaz de segurar Meo e acabou se contentando com a segunda posição. Thain aliás fez as pazes com o pódio após seu decepcionante resultado na Suécia, finalizando 21 segundos atrás da briga pela vitória. Seu conterrâneo Fabien Planet (Sherco) foi o quarto e o italiano Thomas Oldrati (KTM) completou os cinco primeiros.

Matti Seistola

Matti Seistola

Na categoria Enduro 2 a briga pelo campeonato continua intensa entre o francês Pierre Alexandre Renet (Husaberg) e o espanhol Cristobal Guerrero (KTM). Separados por poucos segundos nas duas primeiras voltas, Renet conseguiu construir uma magra vantagem e garantiu a vitória com 4 segundos de vantagem sobre Guerrero, mesmo após sofrer um tombo no último Enduro Teste. Correndo em casa, Juha Salminen (Husqvarna) finalizou em terceiro, após ser beneficiado pela penalização de um minuto sofrida por seu companheiro de equipe, o italiano Alex Salvini. Com Salvini despencando para o sexto lugar, a quarta posição ficou com o português Luis Correia (Yamaha). O espanhol Ivan Cervantes (Gas Gas) completou os cinco primeiros.

Luis Correia

Luis Correia

Em seu primeiro dia na Finlândia, Christophe Nambotin (KTM) teve um desempenho vencedor na categoria Enduro 3 para conquistar seu primeiro título de Campeão Mundial de Enduro.  O francês manteve a calma para selar o campeonato com uma vitória e após vencer todos os 10 testes especiais do dia, Nambotin foi coroado Campeão Mundial de Enduro 2013. “Estou tão feliz. Eu sabia que poderia conquistar o título hoje, por isso foquei na vitória. Esta temporada tem sido mais do que perfeita para mim e finalmente o sonho de me tornar campeão mundial foi realizado”, disse um eufórico Nambotin.

Christophe Nambotin

Christophe Nambotin

O estoniano Aigar Leok (TM) segurou a segunda posição durante toda a prova, mas um forte tombo no escorregadio e rochoso Enduro Teste final fez com que ele entregasse a segunda posição no colo do sueco Joakim Ljunggren (Husaberg). Pelo fato de estar correndo em casa, Marko Tarkkala (Beta) era um dos favoritos na briga pela vitória mas desapontou seus fãs ao despencar para a sétima posição, após sofrer uma penalidade de tempo. Um erro no primeiro Extreme Teste impediu o espanhol Oriol Mena (Husaberg) de finalizar em terceiro e ele teve que se contentar com a quarta posição. 17 segundos atrás de Mena, o italiano Manuel Monni (KTM) completou os cinco primeiros.

Marko Takkala

Marko Takkala

Resultado do primeiro dia

Categoria Enduro 1
1. Antoine Meo (KTM)
2. Matti Seistola (Husqvarna)
3. Rodrig Thain (Honda)
4. Fabien Planet (Sherco)
5. Thomas Oldrati (KTM)

Categoria Enduro 2
1. Pierre Alexandre Renet (Husaberg)
2. Cristobal Guerrero (KTM)
3. Juha Salminen (Husqvarna)
4. Luis Correia (Yamaha)
5. Ivan Cervantes (Gas Gas)

Categoria Enduro 3
1. Christophe Nambotin (KTM)
2. Joakim Ljunggren (Husaberg)
3. Aigar Leok (TM)
4. Oriol Mena (Husaberg)
5. Manuel Monni (KTM)

Segundo Dia
No domingo a categoria Enduro 1 testemunhou o título antecipado de Antoine Meo e a vitória do italiano Simone Albergoni (Honda) que bateu o francês por apenas dois décimos de segundo. Albergoni não vencia uma etapa desde 2009. Thomas Oldrati subiu do quinto lugar no sábado para o terceiro no domingo. Fabien Planet foi o quarto, após uma feroz batalha com Roni Nikander (KTM), que correndo em casa completou os cinco primeiros. Com estes resultados Meo abriu 63 pontos sobre Thain e não pode mais ser superado na liderança do campeonato. Oldrati é o terceiro, com o finlandês Eero Remes (KTM) na quarta posição. Matti Seistola fecha os cinco primeiros.

Fabien Planet

Fabien Planet

A batalha pelo prêmio máximo na categoria Enduro 2 permaneceu tão competitiva como nunca entre Pierre Alexandre Renet e Cristobal Guerrero, que brigaram pela vitória o dia inteiro. Como nada separava os dois, o momento decisivo e surpreendente foi definido por Renet no último Enduro Teste, onde ele garantiu a vitória. Embora estivessem separados por menos de um segundo, foi um pequeno erro neste último Enduro Teste que custou a vitória para Guerrero, que foi obrigado a se contentar com a segunda posição. Incapaz de entrar na batalha pela vitória, Juha Salminen foi obrigado a garantir o terceiro lugar. Perdendo tempo no exigente Enduro Teste, Salminen finalizou 16 segundos atrás de Guerrero.

Juha Salminen

Juha Salminen

Mais uma vez provando ser um rápido aprendiz, o estreante em Enduro Luis Correia impressionou muitos com sua velocidade ao longo do dia para garantir seu segundo quarto lugar do fim de semana. O francês Antoine Basset (Yamaha) melhorou do oitavo lugar no primeiro dia para a quinta posição no domingo. Com estes resultados a decisão do título ficou para a última etapa em outubro. Líder do campeonato, Renet vai decidir em casa e está com 11 pontos de vantagem sobre Guerrero. Salminen também está na disputa, mas está 24 pontos atrás do líder, portanto, além das vitórias, também precisa torcer pelo azar de Renet e Guerrero. Cervantes é o quarto e o francês Johnny Aubert (KTM) fecha os cinco primeiros.

Pierre Renet

Pierre Renet

Na categoria Enduro 3 Aigar Leok teve um desempenho impressionante e conquistou sua primeira vitória no Mundial de Enduro. Pegando uma vantagem inicial na primeira volta, o estoniano controlou o ritmo durante todo o dia para garantir o degrau mais alto do pódio. Depois de conquistar o título no sábado, Nambotin não conseguiu repetir o desempenho no domingo, cometendo numerosos erros no escorregadio e rochoso Enduro Teste, tendo que inclusive tomar cuidado para não perder a segunda posição para Joakim Ljunggren.

Aigar Leok

Aigar Leok

Trabalhando duro para capitalizar os erros de Nambotin, Ljunggren perdeu a segunda posição por apenas um segundo. Marko Tarkkala conquistou seu melhor resultado na temporada ao finalizar em quarto e Oriol Mena completou os cinco primeiros. No campeonato Nambotin tem 70 pontos de vantagem sobre Ljunggren e não pode mais ser superado na liderança. Leok é o terceiro, Mena o quarto e o britânico David Knight (KTM) fecha os cinco primeiros.

A oitava e última etapa acontece nos dias 20 e 21 de outubro e será disputada em Brignoles, na França. Nela será conhecido o Campeão Mundial da categoria Enduro 2.

Resultado do segundo dia

Categoria Enduro 1
1. Simone Albergoni (Honda)
2. Antoine Meo (KTM)
3. Thomas Oldrati (KTM)
4. Fabien Planet (Sherco)
5. Roni Nikander (KTM)

Categoria Enduro 2
1. Pierre Alexandre Renet (Husaberg)
2. Cristobal Guerrero (KTM)
3. Juha Salminen (Husqvarna)
4. Luis Correia (Yamaha)
5. Antoine Basset (Yamaha)

Categoria Enduro 3
1. Aigar Leok (TM)
2. Christophe Nambotin (KTM)
3. Joakim Ljunggren (Husaberg)
4. Marko Tarkkala (Beta)
5. Oriol Mena (Husaberg)

Classificação após sete etapas

Categoria Enduro 1
1. Antoine Meo – 237 pontos (Campeão)
2. Rodrig Thain – 174
3. Thomas Oldrati – 166
4. Eero Remes – 162
5. Matti Seistola – 162

Categoria Enduro 2
1. Pierre Alexandre Renet – 228 pontos
2. Cristobal Guerrero – 217
3. Juha Salminen – 204
4. Ivan Cervantes – 148
5. Johnny Aubert – 122

Categoria Enduro 3
1. Christophe Nambotin – 274 pontos (Campeão)
2. Joakim Ljunggren – 204
3. Aigar Leok – 202
4. Oriol Mena – 167
5. David Knight – 162

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly