Gaúcho de Velocross agitou Cerro Grande do Sul

Por André Charão | Fotos por Divulgação | 11 de setembro de 2012 - 21:38

O campeonato Gaúcho de Velocross 2012 chegou a sua quinta etapa neste domingo na cidade de Cerro Grande do Sul na região da Costa Doce do Rio Grande do Sul. A previsão do tempo que marcou chuva para o final de semana, juntamente com a última etapa do campeonato Brasileiro de Motocross na cidade de Dourados, que teve disputa das categorias Feminina e MX Júnior, em etapa única, acabaram interferindo na presença de pilotos na etapa. Lucas e Mateus Basso líderes das categorias VX1 e VX2, respectivamente, juntamente com a irmã Maiara Basso, líder da categoria Feminina e vice-líder na categoria VX3 abriram mão da etapa de Cerro Grande do Sul para participar do Brasileiro de Motocross.

Gaúcho de VX seguiu neste domingo em Cerro Grande do Sul

Gaúcho de VX seguiu neste domingo em Cerro Grande do Sul

A chuva rondou a cidade e a região da pista da Cooppersul durante todo o domingo, no entanto, só foi aparecer quando eram disputadas as últimas categorias. A pista teve um ótimo trabalho de manutenção e esteve em perfeito estado durante a realização do evento, os pilotos aproveitaram ao máximo os 1.200 metros da pista, deixando as disputas ainda mais intensas e eletrizantes. O público compareceu em grande número e enfrentou a cara amarrada do tempo para acompanhar de perto as emoções da etapa.

Confira o que rolou na quinta etapa do Gaúcho de VX, neste domingo, 9 de setembro.

Pirolli voltou a vencer na VX4 Nacional
A emoção na categoria VX4 Nacional começou assim que o gate caiu, Elder Pirolli/Tapejara (Kimoto/Pampa Motos/Pro Tork/Mecânica Zapanetti) assumiu a liderança na largada, logo atrás Fabian Souza/Santa Vitória do Palmar (Jordan Sat Antenas Parabólicas) partiu para o ataque, na segunda volta Fabian já era o segundo colocado e começou abrir uma vantagem sobre Elder, Nilton Brignol/Pelotas (Gil Motos/Paris Duty Free Shop/Tintas Farben/Vedacit Impermebializantes), Marco Aurélio Farias/Lajeado (IMS Racing/Griffing Protetores/YPF Lubrificantes), Moisés Folha/Cristal (Posto Grill/Bob Racing) e Gilvan Nizzoli/Morro Redondo (Gilvan Motos/Wetzel Auto e Moto Peças/Posto do Gaúcho/Retífica do Álbio) formaram o segundo pelotão. Gilvan caiu na segunda volta e teve que fazer uma prova de recuperação, antes da metade de prova Moisés foi para o ataque, cravando a melhor volta da prova (0:59.958) e assumindo a terceira colocação, o líder Fabian  caiu e ficou na última colocação deixando a liderança novamente para Elder Pirolli, à partir daí Moisés Folha  foi com tudo para cima do líder, a disputa pela vitória foi intensa e durou até a bandeirada. No final vitória de Elder, Moisés foi o segundo, Marco Farias foi terceiro colocado, Nilton Brignol terminou na quarta colocação e Gilvan Nizzoli fechou o pódio na quinta colocação.

 Elder Pirolli

Elder Pirolli

 

Bawer Gomes foi o vencedor da 50
O vencedor e as cinco primeiras posições da categoria 50cc foram definidos assim que o gate caiu, Bawer Gomes/Rio Grande (Quitanda do Português/Fruki Bebidas/Volcan Performance Race Tech) aproveitou que o líder do campeonato Matheus Hernandes/Rio Grande (Mecânica do Léo) ficou no gate com problemas no cabo do acelerador e assumiu a liderança da prova, Erick Bom Reis/Rio Grande (Caio Pescados/Moura Pescados/Cleber Pontes Preparações e curso de Pilotagem)veio logo atrás, os dois abriram uma grande vantagem sobre Arthur Costa Barcelos/Capão do Leão (Cia Alimentos Costa), Eduarda Conazatti/Curitiba-PR  e Eric Silva/Cerro Grande do Sul (Careca Competições/Jaques Motos). Os líderes chegaram a colocar uma volta em cima de Matheus que ainda tentava de todos os jeitos entrar na primeira curva da pista. No final vitória e volta mais rápida para Bawer (1:18.886), Erick foi o segundo colocado, Arthur foi o terceiro colocado, Eduarda foi a quarta colocada e Eric Silva fechou o pódio na quinta colocação.

Bawer Gomes

Bawer Gomes

 

Vitórias de Giovane Pick e Nicole Manzke em prova dupla
As categorias VX4 e Feminina largaram juntas na quinta etapa em Cerro Grande. Na largada Antônio Viana/Jaguarão (Paris Duty Free Shop) fez ótima largada e saltou na frente, Giovane Pick/Vera Cruz (Transpick Transportes/Posto Central) e Lauthério Brauch/S. Lourenço do Sul (Steins Malhas/Agafarma da Deodoro/SEM Genéricos/Paulinho Moto Peças/Willrich Indústria Têxtil/Clínica André Guerreiro Traumatologia) vieram logo atrás, assim que completaram a primeira volta Pick cravou o melhor tempo da prova (0:54.587) e assumiu a liderança da prova, não demorou muito e Lauthério assumiu a segunda colocação, enquanto Pick administrava Elder Pirolli/Tapejara (Kimoto/Pampa Motos/Pro Tork/Mecânica Zapanetti), Moisés Folha/Cristal (Posto Grill/Bob Racing)  e Nicole Manzke/S. Vitória do Palmar (Paulinho Moto Peças/Birriga Moto Peças) aproveitaram a falta de ritmo de Antônio Viana e o deixaram para trás. No final, pela categoria VX4 vitória de Giovane Pick, Lauthério em segundo, Elder Pirolli em terceiro, Moisés em quarto e Nicole Manzke na quinta colocação. Pela categoria Feminina vitória de Nicole com Cristiele Delgado/S. Vitória do Palmar (Valtemar Construtor) na segunda colocação.

Giovane Pick

Giovane Pick

Nicole Manzke

Nicole Manzke

 

Terceira vitória de Jordan na Novatos Nacional
A categoria Novatos Nacional teve pela terceira vez consecutiva o mesmo vencedor, Jordan Martini/Santa Maria (Auto Giro Veículos/Azzurra Yamaha Team/MMF Racing/Rigol Competições/Guilherme Vieira) subiu mais uma vez no topo do pódio da categoria. Na largada Alexandre Dal Bem/Ibiraiaras (Cereais Dal Bem/Gil Motos-Pelotas/MI Metalúrgica/Casa das Tintas) assumiu a liderança da prova seguido por Felipe Gallioto/Flores da Cunha (Vinícola Gallioto/Casa Gallioto/RR Moto Racing/Morangos Vizentim/G3 Incorporadora/Mecânica do Pepino), Endreow Bom Reis/Rio Grande (Caio Pescados/Moura Pescados/Cleber Pontes Preparações e curso de Pilotagem) e Ivan Pilz/Mato Leitão (Agropecuária Pilz), Jordan não fez uma boa largada e ficou no segundo pelotão. Dal Bem tratou de forçar o ritmo e defender a liderança dos ataques de Endreow que chegou a assumir a liderança da prova, Gallioto aos poucos perdeu rendimento e colocações. Antes da metade da prova Endreow assumiu a liderança da prova e deixou Dal Bem na segunda colocação sofrendo a pressão de Jordan. Com um erro de Endreow na curva da entrada da reta Dal Bem reassumiu a liderança, no entanto, Jordan forçou o ritmo e assumiu a primeira colocação. Endreow conseguiu manter a terceira colocação mesmo sofrendo pressão de Felipe Mombach/Montenegro (Supermercado Mombach). No final vitória de Jordan com direito a volta mais rápida (0:58.971), Dal Bem foi o segundo, Endreow o terceiro, Felipe Mombach o quarto colocado e Ivan Pilz líder do campeonato fechou o pódio na quinta colocação.

 Jordan Martini

Jordan Martini

 

Rodrigo Volcan venceu a segunda seguida na VX3
A categoria VX3 alinhou após o intervalo e manutenção de pista, Rodrigo Volcan/Pelotas (Volcan Performance Race Tech/Extreme Suplementos/Vó Nelda/JA Transportes/Borracharia Pedro Osório) assumiu a liderança assim que o gate caiu, muito focado e muito concentrado Volcan fez uma prova sem erros, com isso a vitória veio de ponta a ponta, logo atrás Fabiano Ribeiro/Passo Fundo (Loma Noivas/TBT/Bato Fitness/ArtCross/Mecânica Zapanetti), líder do campeonato cravou a volta mais rápida (0:55.078) tentou encostar em Volcan para tentar a ultrapassagem, porém, preferiu administrar a prova evitando riscos de ficar fora do pódio, Cleomenes Gomes/Camaquã (Madereira JC/JC Materiais de Construção) teve um ótimo desempenho na prova e conquistou a terceira colocação, Lauthério Brauch/S. Lourenço do Sul (Steins Malhas/Agafarma da Deodoro/SEM Genéricos/Paulinho Moto Peças/Willrich Indústria Têxtil/Clínica André Guerreiro Traumatologia)   que havia largado na terceira colocação foi ultrapassado por Giovane Pick/Vera Cruz (Transpick Transportes/Posto Central)   que assumiu a quarta colocação, Lauthério fechou a prova na quinta colocação.

Rodrigo Volcan

Rodrigo Volcan

 

Vitória de Felippe e show de Gabriel Costa na 65
Acostumado a vencer e dar um grande espetáculo nas pistas, Felippe Müller Menuzzi/Dom Pedrito (Joel Oficina de Motos/Terramar Terraplanagem), foi um mero coadjuvante na categoria 65cc em Cerro Grande do Sul. Na largada Felippe assumiu a liderança seguido por Gabriel Costa/Dom Pedrito (Joel Oficina de Motos/Agropecuária Ibicui/Lancheria do Alemão), Mickael Teixeira/Capão do Leão e Matheus Hernandes/Rio Grande (Mecânica do Léo), nas primeiras curvas Felippe e Grabriel abriram boa vantagem sobre os demais concorrentes, no entanto, antes mesmo de abrir a primeira volta Gabriel perdeu e muito, o rendimento de sua moto, Gabriel se arrastava pela pista e viu todos os pilotos passarem o deixando na última colocação. Após levar uma volta e solucionar o problema da  moto Gabriel veio com sede de recuperar o tempo perdido, Enquanto o líder Menuzzi mantinha a liderança cravando volta mais rápida após volta mais rápida 1:00.786 a melhor delas, Gabriel barbarizava na pista buscando um a um os concorrentes que abriram uma pista inteira de vantagem. Na última volta, depois de colar no terceiro colocado Gabriel conseguiu a ultrapassagem e ainda tentou assumir a segunda colocação chegando meia moto atrás do segundo  colocado. No final Felippe Menuzzi foi o vencedor, Mickael foi o segundo, Gabriel o terceiro, Matheus o quarto colocado e Erick Bom Reis/Rio Grande (Caio Pescados/Moura Pescados/Cleber Pontes Preparações e curso de Pilotagem) fechou o pódio na quinta colocação.

Felippe Müller Menuzzi

Felippe Müller Menuzzi

 

Refatti foi o melhor na VX3 Nacional em prova sensacional
A categoria VX3 Nacional teve uma prova sensacional em Cerro Grande do Sul, Luiz Refatti/Alegrete (MMC Power/Lezy Rotor Axial/Sacardi Auto Peças/Pretto Ar Condicionado e Auto Elétrica) e Luciano De Conto/Passo Fundo (Tornearia Bramatti/Teta Preparações/Trevipart/Motul/Mecânica Zapanetti) fizeram uma grande disputa pela vitória da categoria. O pega entre os dois começou assim que o gate caiu, Refatti e De Conto andaram mais de três voltas praticamente lado a lado, De Conto levou vantagem e saiu na frente, após três voltas a pressão de Refatti deu certo e Refatti assumiu a liderança da prova, De Conto continuou próximo, mas volta a volta a vantagem do líder aumentava, no segundo pelotão, Elder Pirolli/Tapejara (Kimoto/Pampa Motos/Pro Tork/Mecânica Zapanetti), Marco Farias/Lajeado (IMS Racing/Griffing Protetores/YPF Lubrificantes) e Fábio Monteiro/Rio Grande (Caio Pescados/Mecânica Quevedo) brigaram por um lugar no pódio. Nas últimas voltas De Conto cravou a volta mais rápida (0:58.198) e colou no líder, pressionando até o final, Refatti venceu com menos de uma moto de vantagem, Elder Pirolli foi o terceiro colocado, Fábio Monteiro terminou no quarto lugar e Marco Farias fechou o pódio na quinta colocação.

 Luiz Refatti

Luiz Refatti

 

Sérgio Marques Moraes venceu a Intermediária
As disputas na quinta etapa do Gaúcho de Velocross foram muito fortes e muitas categorias permaneceram em aberto até a última volta, a categoria Intermediária foi uma delas. No entanto, os cinco lugares do pódio foram praticamente definidos assim que o gate caiu. Na largada Sérgio Marques Moraes/Sta. Cruz do Sul (Zanela Eventos/Works Suspensions/Transpick Transportes/Postos Central) assumiu a liderança da prova seguido por Fabiano Ribeiro/Passo Fundo (Loma Noivas/TBT/Bato Fitness/ArtCross/Mecânica Zapanetti),, Alcides Bristot/Sertão Santana (AB Terraplanagem/Lauro Motos/Posto Rosenau), Weslen Gomes/Camaquã (Madereira JC/JC Materiais de Construção), Cleomenes Gomes/Camaquã (Madereira JC/JC Materiais de Construção) e Charles Oliveira/Camaquã (Charles Motos/Tormec Máquinas). A grande disputa ficou  pela liderança da prova entre Moraes e Ribeiro, Alcides que vinha na terceira colocação perdeu rendimento e algumas posições ficando fora do pódio. No final vitória de Sérgio Moraes, Fabiano Ribeiro marcou a melhor volta da prova (0:54.616), porém terminou em segundo, Weslen foi o terceiro, Cleomenes foi o quarto colocado e Charles fechou o pódio na quinta colocação.

Sérgio Marques Moraes

Sérgio Marques Moraes

 

Emerson Rafael foi o destaque na 230
A categoria 230cc teve grandes disputas, tanto pelas primeiras colocações, como pelas posições no pelotão intermediário. Na largada novamente Alexandre Dal Bem/Ibiraiaras (Cereais Dal Bem/Gil Motos-Pelotas/MI Metalúrgica/Casa das Tintas)  assumiu a liderança prova, logo atrás na segunda colocação estava Emerson Rafael/Gramado Xavier (Supermercado Flor da Serra/Gigi Preparações), Ivan Pilz/Mato Leitão (Agropecuária Pilz), Getúlio Acosta/São Borja (Moto Giro Racing/Mecânica do Domingo/Mercado Chesine/Academia Swcharzenegger), Felipe Mombach/Montenegro (Supermercado Mombach) e Cassiano Portela/Passo Fundo (CR Serviços Empresariais/Lavagem Portela) vieram colodos fazendo o primeiro pelotão, Jordan Martini/Santa Maria (Auto Giro Veículos/Azzurra Yamaha Team/MMF Racing/Rigol Competições/Guilherme Vieira) novamente não fez uma boa largada e acabou ficando de fora da disputa depois da primeira volta com problemas no motor. A prova foi intensa até as últimas voltas, quando foram definidos os cinco lugares no pódio. Dal Bem em grande prova manteve a liderança até a penúltima volta quando Emerson marcou a volta mais rápida (0:59.403) e conseguiu a ultrapassagem em cima de Dal Bem, Getúlio em grande ultrapassagem conquistou a terceira colocação em cima de Ivan Pilz, Felipe Mombach fechou a prova na quinta colocação.

Emerson Rafael

Emerson Rafael

 

Moraes faturou a VX2 e a Estreante Importada
As categorias VX2 e Estreantes Importadas foram disputas em conjunto, no entanto a classificação foi separada, mesmo assim, as categorias tiveram o mesmo vencedor. Na largada Weslen Gomes/Camaquã (Madereira JC/JC Materiais de Construção) assumiu a liderança da prova seguido por Alcides Bristot/Sertão Santana (AB Terraplanagem/Lauro Motos/Posto Rosenau), Augusto Crizel/Pelotas (Gás Brod/Volcan Performance Race Tech/JA Transportes) e Tobias Cecconelo/Flores da Cunha (Casa Bela Construtora/Guaresi Imóveis), Sérgio Moraes/Sta. Cruz do Sul (Zanela Eventos/Works Suspensions/Transpick Transportes/Postos Central) saiu na sexta posição e partiu para recuperar o prejuízo, em menos de duas voltas já estava na liderança da prova e marcava o melhor tempo da prova (0:55.516), à partir daí Moraes apenas administrou a liderança até o final. Os três primeiros colocados foram os mesmos nas duas categorias, Sergio em primeiro, Weslen em segundo, Augusto em terceiro, pela categoria VX2 o quarto colocado foi Alcides Bristot e Nicole Manzke (Paulinho Moto Peças/Birriga Moto Peças) ocupou a quinta colocação, pela categoria Intermediária Alano Stolf/Camaquã (Yamasul)foi o quarto colocado e Tobias o quinto colocado.

Sérgio Moraes

Sérgio Moraes

 

Vizentim venceu a 4 Tempo Livre
A categoria 4 Tempo Livre foi de tirar o fôlego, a prova foi dinâmica com várias trocas de posições, a definição do vencedor e dos cinco primeiros colocados aconteceu somente nas últimas voltas. Na largada Luciano De Conto/Passo Fundo (Tornearia Bramatti/Teta Preparações/Trevipart/Motul/Mecânica Zapanetti) assumiu a liderança da prova, logo atrás dele aparecia Márcio Vizentim/Flores da Cunha (Vinícola Gallioto/Casa Gallioto/Morangos Vizentim/RR Motoracing/G3 Incorporadora/Mecânica do Pepino), os dois abriram um pouco do segundo pelotão que trazia Emerson Rafael/Gramado Xavier (Supermercado Flor da Serra/Gigi Preparações), Claiton Portela/Passo Fundo (CR Serviços Empresariais/Lavagem Portela/Tornearia Bramatti), Maicon Gallioto/Flores da Cunha (Vinícola Gallioto/Casa Gallioto/Morangos Vizentim/RR Motoracing/G3 Incorporadora/Mecânica do Pepino/Dallabetta-Lavagem-Elétrica-Borracharia) , Dyanos da Silva/Passo Fundo (Rafa Preparações/Dyanos Lavagem/Mercado Lazzari/ArtCross/Velokos) e Jordan Martini/Santa Maria (Auto Giro Veículos/Azzurra Yamaha Team/MMF Racing/Rigol Competições/Guilherme Vieira)  , Diovane Anselmi/Morro Redondo (Gilvan Motos/Wetzel Auto e Moto Peças/Posto do Gaúcho/Retífica do Álbio)  largou mal e teve que correr atrás do prejuízo. Aos poucos no decorrer da prova começaram as alternâncias de colocações, depois de grande disputa Márcio assumiu a liderança deixando De Conto em segundo recebendo a pressão de Maicon Gallioto, Emerson Rafael assumiu o terceiro lugar de Gallioto, Claiton começou a perder rendimento e perdeu terreno, Jordan Martini e Dyanos abandonaram a prova com problemas mecânicos e Diovane Anselmi que se aproximava dos líderes caiu e teve que recuperar novamente. No final vitória de Marcio que ainda marcou o melhor tempo da prova (0:58.406), De Conto em segundo, Emerson Rafael em terceiro, Maicon Gallioto garantiu o quarto lugar no pódio depois de disputar na reta de chegada a posição com Diovane Anselmi, que fechou o pódio na quinta colocação.

Márcio Vizentim

Márcio Vizentim

 

Tenedini foi o mais rápido na 85
Fazendo a primeira participação no Gaúcho de Velocross, Leonardo Tenedini/Porto Alegre (Restaurante Clube do Comércio/Bob Racing) estreou com vitória de ponta a ponta. Na largada  Tenedini assumiu a primeira colocação seguido por Felipe Mombach/Montenegro (Supermercado Mombach), Felippe Menuzzi/Dom Pedrito (Joel Oficina de Motos/Terramar Terraplanagem) e Felipe Augusto Pick/Vera Cruz (Transpick Transportes/Postos Central) e Michel Andrade/Dom Pedrito (Lancheria e Pizzaria do Alemão). Enquanto Tenedini cravava a melhor volta da prova (0:59.499), Felippe Menuzzi, líder do campeonato na categoria fazia de tudo para manter a segunda colocação, a pressão de Pick foi muito grande e duas voltas depois Pick era o terceiro colocado, Menuzzi ainda tentou segurar a quarta colocação, mas a pista favorecia as motos de 150cc, com isso acabou perdendo a quarta colocação para Jordan Souza/Sta. Vitória do Palmar (Jordan Sat Antenas Parabólicas), após a prova seguiu sem alteração entre os cinco primeiros colocados. Tenedini foi o primeiro, Felipe Mombach o segundo, Felipe Pick o terceiro, Jordan Souza o quarto colocado e Menuzzi completando o pódio na quinta colocação.

 Leonardo Tenedini

Leonardo Tenedini

 

Dyanos venceu a Nacional Força Livre
A exemplo do que aconteceu na categoria 4 Tempos Livre, a disputa da penúltima categoria do domingo também foi recheada de emoção. Na largada Márcio Vizentim/Flores da Cunha (Vinícola Gallioto/Casa Gallioto/Morangos Vizentim/RR Motoracing/G3 Incorporadora/Mecânica do Pepino) assumiu a liderança da prova com Claiton Portela/Passo Fundo (CR Serviços Empresariais/Lavagem Portela/Tornearia Bramatti), Maicon Gallioto/Flores da Cunha (Vinícola Gallioto/Casa Gallioto/Morangos Vizentim/RR Motoracing/G3 Incorporadora/Mecânica do Pepino/Dallabetta-Lavagem-Elétrica-Borracharia), Dyanos da Silva/Passo Fundo (Rafa Preparações/Dyanos Lavagem/Mercado Lazzari/ArtCross/Velokos) e Jordan Martini/Santa Maria (Auto Giro Veículos/Azzurra Yamaha Team/MMF Racing/Rigol Competições/Guilherme Vieira), Diovane Anselmi/Morro Redondo (Gilvan Motos/Wetzel Auto e Moto Peças/Posto do Gaúcho/Retífica do Álbio) e Luciano De Conto/Passo Fundo (Tornearia Bramatti/Teta Preparações/Trevipart/Motul/Mecânica Zapanetti) logo atrás, todos na mesma balada. Claiton Portela logo deu adeus a prova com problemas mecânicos, Diovane Anselmi teve mellhor desempenho e se manteve entre os líderes, na segunda metade da prova a surpresa, como quem não quer nada Dyanos acompanhou o ritmo dos demais, nas últimas voltas apareceu como um foguete para sair da quarta colocação e assumir a liderança, Diovane aproveitou o embalo do novo líder de prova, marcou a volta mais rápida (0:59.169) e assumiu a segunda colocação deixando Vizentim em terceiro, Maicon Gallioto foi o quarto colocado e De Conto fechou o pódio na quinta colocação.

Dyanos da Silva

Dyanos da Silva

 

Volcan venceu a VX Pró
A última categoria da quinta etapa do Gaúcho de Velocross foi a categorias VXPRó, a essa altura a neblina e o vento frio faziam parte do cenário, porém, não foram suficientes para esfriar o clima dentro da pista. Rodrigo Volcan/Pelotas (Volcan Performance Race Tech/Extreme Suplementos/Vó Nelda/JA Transportes/Borracharia Pedro Osório)  largou na frente seguido novamente por Fabiano Ribeiro/Passo Fundo (Loma Noivas/TBT/Bato Fitness/ArtCross/Mecânica Zapanetti), Giovane Pick/Vera Cruz (Transpick Transportes/Postos Central) e Augusto Crizel (Gás Brod/Volcan Performance Race Tech/JA Transportes)  vieram logo atrás. Rodrigo liderou a prova de ponta a ponta e conseguiu manter Fabiano fora de alcance, no entanto, nas últimas voltas Pick marcou a volta mais rápida (0:56.053) e assumiu a segunda colocação e colocou pressão no líder, mesmo assim, Volcan manteve a concentração e venceu a categoria, Pick foi o segundo, Fabiano o terceiro, Augusto Crizel o quarto e Cleomenes Gomes/Camaquã (Madereira JC/JC Materiais de Construção) fechou o pódio na quinta colocação.

Rodrigo Volcan

Rodrigo Volcan

A data da sexta etapa do campeonato Gaúcho de VX será divulgada nos próximos dias.

O campeonato Gaúcho de Velocross 2012 tem o patrocínio master da Rinaldi, Total Distribuidora Moto Peças Ltda., IMS e Mobil, co-patrocínio da Belparts e SobreRodas e apoio da  Mecânica Zapanetti, M3Parts/Revenda Kawasaki, Vitrine da Moto, Farover, Octano Graphics, Kimoto, SSul e Artemoto.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly