Pilotos mantém ritmo no Rondoniense de Motocross

Por Chico Limeira | Fotos por Divulgação | 11 de setembro de 2012 - 20:51

Correndo para um público próximo de sete mil pessoas e num calor próximo superior aos 40 graus, os pilotos de Rondônia promoveram mais um grande show de emoção e adrenalina na disputa da 5ª Etapa do Campeonato Estadual de Motocross 2012 ocorrida no último fim de semana na pista Jair Seconi, em Machadinho do Oeste.

A prova contou com um número bastante expressivo de pilotos, entre outros, o retorno as pistas de Hugo Amaral # 51, agora residindo no Peru e Walcenir Montes, o “Leitão”, # 102 (Retifica Retirama), de Rolim de Moura, longe das provas há cerca de dois meses.

Disputas foram intensas desde o começo em Machadinho

Disputas foram intensas desde o começo em Machadinho

No entanto na categoria MX2,a mais forte do motociclismo do estado quem ditou o ritmo foi o líder da temporada Rodrigo Selhorst # 8 (Mastter Moto/Honda/Decar/MegaBom Sorvetes), de Cacoal, que venceu as duas baterias e ficou ainda mis próximo do bicampeonato consecutivo. Hugo que havia vencido os três últimos anos em Machadinho, deu show novamente, mas não foi muito feliz ficando apenas na terceira colocação.

Sem surpresas, líder Lucas Belém venceu prova na 65
Na prova com o menor número de participantes do dia, os garotos da categoria 65cc promoveram uma disputa forte, porém nenhuma surpresa, com o vilhenense Lucas Belém # 444 mantendo a hegemonia e completando o percurso na frente dos demais concorrentes. Depois de uma sessão forte de treinos, mostrando intimidade com o traçado da pista de Machadinho do Oeste e  garantindo os melhores tempos Lucas Belém fez uma largada tranqüila, andando no seu ritmo e vencendo a prova de ponta a ponta, com Igor Vasconcelos # 37 (Honda/Ótica Seiko/Eletrot), de Buritis, brigando pela segunda posição com o porto-velhense Luiz Gustavo # 6 (Galegos Motos/Saga/Cairu). Na quarta posição completou a prova Orlando Neto # 222 (Rondomotos/Decar), de Ariquemes. Completando o pódio, o pequeno mas aguerrido Edno Gabriel # 999 (Cometa Motocenter/Graúna Sport), de Ouro Preto do Oeste.

Lucas Belém

Lucas Belém

 

Belém foi o mais rápido na disputa da 85
Correndo simultaneamente em três categorias e mostrando ser uma das grandes promessas do motociclismo de Rondônia, o piloto Lucas Belém # 444, da cidade de Vilhena, depois de vencer na 65cc, obter o melhor nos treinos da 85cc e andar entre os três primeiros da MX Estreantes, Luquinhas mostrou que é o sério candidato este ano a conquistar também o título na 85cc. Mesmo não conseguindo largar na ponta, Lucas fez uma corrida forte e logo nas primeiras voltas superou Matheus Zilli # 17 (Aquilino Preparação), também de Vilhena. Zilli que venceu a etapa de Cacaulândia fez uma boa largada, mas não resistiu a pressão de Lucas Belém que venceu e ampliou a liderança na temporada. Matheus Zilli completou n segunda posição, com Eduardo Alecrim # 7 (Galegos Motos/Saga/Cairu), de Porto Velho, na terceira posição. Também de Porto Velho, João Victor # 91, completou na quarta posição, com Igor Vasconcelos # 37, de Buritis completando o pódio.

Lucas Belém

Lucas Belém

 

Ariquemense Talles Rodrigues venceu na MX Estreantes
Apesar do retorno do até então líder Walcenir Montes, o “Leitão” # 102 (Retifica Retirama), de Rolim de Moura, a prova da cidade de Machadinho do Oeste teve um novo vencedor na categoria MX Estreantes. Talles Rodrigues # 63 (Rondomotos) mostrou que está numa grande fase e conseguiu uma brilhante vitória liderando a corrida do início ao fim, segurando uma pressão bastante forte de Leitão, que acabou ficando pelo meio do caminho com problema de suspensão traseira de sua moto. Enquanto teve máquina para brigar pela ponta, Leitão forçou o ritmo para cima de Talles, que resistiu a pressão e no final comemorou bastante vitória e briga pela liderança do campeonato. Os garotos das categorias inferiores mostraram que já estão prontos para asbatalhas, se garantindo Lucas Belém  444 e Matheus Zilli  117, ambos de Vilhena na segunda e terceira posição. Valdinei Correa ficou em quarto e Itamar Tadeu  77, garantiu a quinta posição.

Talles Rodrigues

Talles Rodrigues

 

Com show, Vitim garantiu vitória na Força Livre Nacional
Em mais uma disputa forte entre os pilotos Marcos César # 2 (Orleans/Imobiliaria Ideal), de Vilhena, Victor Carlos # 4 (Posto Fórmula1/Aquilino Preparação/Expresso Cacoal), de Cacoal, Robson Rocha # 7, Alisson Sidnei # 990, de Ariquemes e Claudio Albuquerque, o “Badeco” # 999 (TecnoAr) também de Ariquemes, mais uma vez quem levou a melhor foi o piloto cacoalense Vitim, que venceu bem as duas baterias e disparou na liderança do campeonato. A exemplo do que aconteceu na primeira bateria, também na segunda, mesmo errando algumas vezes o traçado, Vitim se recuperou rápido, retomando a ponta da fila cruzando a linha de chegada na frente, com o aplauso do público pela sua forma aguerrida de pilotar. Marcos Cesar que chegou a liderar a prova, terminou na terceira posição atrás de Badeco, que andando com uma máquina nova, mostrou que volta com força total para as próximas temporadas.

Victor Carlos

Victor Carlos

 

Líder Bucioli ampliou vantagem na disputa da MX3
Na categoria que disputa simultânea a MX2, os chamados “veteranos” pilotos da MX3 travaram mais um duelo ferrenho, com Evandro Bucioli # 43 (Decar/Deputado Lebrão/Auto Posto Pacato/Kaká Posto de Molas), de São Francisco do Guaporé vencendo páreo com os demais concorrentes. Na prova que marcou ainda o retorno do piloto cacoalense Itamar Tadeu # 77 (ITF Multimarcas), quem também se sobressaiu foi Aparício Paixão # 723 (ColerPress/Veipeças/Decar), de Cacoal, que venceu a segunda bateria, equilibrando a disputa com o líder Evandro Bucioli. Aparício garantiu a segunda colocação, à frente de Jean Carlos # 81 (Galegos Motos/Saga/Ciclo Cairu), de Porto Velho. Na quarta colocação chegou Itamar Tadeu, que mesmo ainda fora de forma, mostrou força para se manter na briga. O pódio foi completado por Valter Tim # 9 (Galegos Motos/Neuro Clinica), também de Porto Velho. Com mais esta vitória, Evandro Bucioli manteve a liderança isolada da MX3, ampliando a sua vantagem para os demais.

Evandro Bucioli

Evandro Bucioli

 

Hugo erra e Rodrigo festejou vitória da MX2 em Machadinho
Vencedor das três últimas temporadas na pista de Machadinho, o piloto Hugo Amaral # 51 (Mastter Motos/Saga/ColorPress/Win Academia), de Porto Velho, perdeu o reinado ao errar duas vezes na mesma curva da largada, permitindo que o líder Rodrigo Selhorst # 8 (Mastter Moto/Honda/Decar/MegaBom Sorvetes), de Cacoal, garantisse uma vitória fácil na 5ª Etapa do Estadual de Motocross 2012, a quinta vitória consecutiva na temporada. Hugo chegou a fazer os melhores tempos nos treinos livres, mas na prova não foi muito feliz. Já na largada da primeira bateria, Hugo larga forte e tenta fazer a curva por fora, mas acaba embolando com outros pilotos, cai e perde contato com o líder. Numa corrida de recuperação, andando forte, Hugo assume a segunda posição, mas o experiente Rodrigo mantém o ritmo e não chega a ser ameaçado. Diego Henning # 191 (Saga Veículos/Mastter Moto/ASW/ColorPress), de Porto Velho também erra o traçado por várias vezes e termina a bateria na terceira posição.

 Hugo Amaral

Hugo Amaral

Já na segunda bateria do dia, novamente Hugo Amaral força na largada repetindo o traçado por fora e mais uma vez enrosca no pelotão e fica para traz. Rodrigo dispara na ponta com Diego Henning na sua cola e Hugo na busca pelos primeiros colocados, erra o traçado mais uma vez se enroscando com Valdinei Correa # 88 (Posto Pit Stop/Formula1 Terraplanagem), de Pimenta Bueno. No tombo Valdinei não consegue voltar, enquanto Hugo busca se recuperar, mas ainda atrás dos lideres Rodrigo e Dieguinho, acaba perdendo o escape da sua moto,tendo dificuldades para manter a posição. Para compensar, Hugo Amaral proporciona um verdadeiro show de manobras no estilo Freestyler, animando o público presente na corrida. Com mãos este resultado, Rodrigo amplia a liderança e esta bem perto de assegurar por antecipação o bicampeonato de MX2.

Rodrigo Selhorst

Rodrigo Selhorst

Pódio da categoria MX2 em Machadinho

Pódio da categoria MX2 em Machadinho

A quinta etapa do campeonato Rondoniense de Motocross 2012, contou com a realização da Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR, em parceria com a Prefeitura de Machadinho do Oeste, apoio do Governo de Rondônia, Ministério do Esporte, Honda, senador Valdir Raupp, deputada federal Marinha Raupp, deputado federal Natan Donadon, deputados estaduais Kaká Mendonça, Jean Oliveira, Valdivino Turuca, Neodi Carlos, Adelino Follador, Luiz Claudio, Edson Martins e Luizinho Goebel, Ciclo Cairu, Castilho Estrutura Metálicas, Cairu Transporte, Lind’água e Instaladora São Luiz.

Confira o resultado da quinta etapa do Rondoniense de Motocross 2012

65
1º – # 444 – Lucas Belém Vilhena
2º – # 37 – Igor Vasconcelos – Buritis
3º – # 6 – Luiz Gustavo – Porto Velho
4º – # 222 – Orlando Neto – Ariquemes
5º – # 999 – Edno Gabriel – Ouro Preto do Oeste

85
1º – # 444 – Lucas Belém Vilhena
2º – # 17 – Matheus Zilli – Vilhena
3º – # 7 – Eduardo Alecrim – Porto Velho
4º – # 91 – João Victor – Porto Velho
5º – # 37 – Igor Vasconcelos – Buritis

MX Estreantes
1º – # 63 – Talles Rodrigues – Ariquemes
2º – # 444 – Lucas Belém – Vilhena
3º – # 117 – Matheus Zilli – Vilhena
4º – # 88 – Valdinei Correa – Pimenta Bueno
5º – # 77 – Itamar tadeu – Cacoal

Força Livre Nacional
1º – # 4 Victor Carlos – Cacoal
2º – # 999 – Claudio Albuquerque – Ariquemes
3º – # 2 – Marco César – Vilhena
4º – # 990 – Alisson Sidney – Ariquemes
5º – # 44 Renan Borba – Ariquemes

MX3
1º – # 27 – Evandro Bucioli – São Francisco do Guaporé
2º – # 723 – Aparício Paixão – Cacoal
3º – # 81 – Jean Carlos – Porto Velho
4º – # 77 – Itamar Tadeu – Cacoal
5º – # 9 – Valter Tim – Porto Velho

MX2
1º – # 8 – Rodrigo Selhorst – Cacoal
2º – # 191 – Diego Henning – Porto Velho
3º – # 51 – Hugo Amaral – Porto Velho
4º – # 63 – Talles Rodrigues – Ariquemes
5º – # 102 – Walcenir Montes – Rolim de Moura

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly