Lommel: Poucas porém boas histórias no Motocross

Por Renato Dalzochio Jr. | 27 de setembro de 2012 - 22:28

A pista de Lommel na Bélgica receberá neste fim de semana o Motocross das Nações 2012. Quando se trata de Mundial de Motocross e Motocross das Nações, o circuito belga possui uma história curta, mas de momentos muito importante que foram testemunhados em seu arenoso traçado.

Foi em Lommel que os pratas da casa Stefan Everts e Marnicq Bervoets venceram uma bateria cada um no GP do Mundial de 250cc em 1997. Lommel já sediou o Motocross das Nações uma vez, no histórico ano de 1981. Digo histórico porque naquela época os EUA competiu com uma equipe considerada “Time B” e mesmo assim os azarões norte-americanos faturaram aquela edição.

Deu-se início a uma longa hegemonia de 13 anos (recorde até hoje), que só acabaria em 1994 na Suíça, com a vitória da equipe da Grã Bretanha.

Foi em Lommel também que o ex-campeão mundial Joel Smets (hoje chefe da equipe belga no MXDN) venceu GPs do Mundial de Motocross em 1995, 1997 e 2003. Vale lembrar que a Bélgica possui uma das mais fortes equipes dos últimos anos, com os pilotos Jeremy Van Horebeek na categoria MX2, Ken De Dycker na Open e Clement Desalle na MX1, além de Joel Roelants como piloto reserva. Correr em casa aumenta a expectativa e confiança deles.

“Temos três bons pilotos e precisamos encontrar a melhor forma de vencer os EUA. É sempre difícil correr contra eles porque você não sabe o que esperar. Estudamos alguns vídeos mas realmente correr contra eles é difícil”, disse Smets.

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly