GNCC 2012 – 11ª etapa – St. Clairsville / Ohio

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Divulgação | 09 de outubro de 2012 - 22:35

O Grand National Cross Country Series – GNCC, voltou neste fim de semana, dias 6 e 7 de outubro, para a disputa da décima primeira etapa da temporada, realizada em St. Clairsville, no Estado de Ohio. Na categoria XC1 Kailub Russell venceu e diminuiu para quatro pontos a diferença em relação ao líder Paul Whibley. Já na categoria XC2 Lites houve uma drástica mudança na classificação do campeonato. Jason Thomas venceu e assumiu a liderança que antes era de Stewart Baylor Jr, que foi apenas o quinto colocado nesta corrida.

Categoria XC1
Na largada, o líder do campeonato, o neozelandês Paul Whibley da equipe Yamaha, ficou com os 250 dólares e largou na frente, com os companheiros de equipe FMF/KTM Kailub Russell em segundo e Charlie Mullins em terceiro. Whibley liderou a primeira volta e começou a cometer uma série de erros na metade da corrida, perdendo um tempo significativo em relação aos líderes, à medida que a corrida avançava.

Kailub Russell

Kailub Russell

Enquanto o neozelandês lutava para se manter entre os cinco primeiros, Russell e Mullins brigaram pela liderança por várias das sete voltas, se distanciando dos demais. Uma série de erros cometidos por Mullins na última volta deu a Russell a margem que ele precisava para garantir sua segunda vitória consecutiva no Powerline Park em St.Clairsville. A confiança do piloto da KTM parecia estar em um momento de alta neste fim de semana.

Paul Whibley

Paul Whibley

Whibley completou o pódio na terceira posição, cruzando a linha de chegada mais de três minutos atrás dos líderes. Thad DuVall da Honda foi o quarto e Rory Mead da KTM completou os cinco primeiros. Russell agora tem duas vitórias a mais que Whibley e diminuiu para quatro pontos a diferença em relação ao neozelandês na classificação do campeonato. Mead é o terceiro, DuVall o quarto e Mullins fecha os cinco primeiros.

Pódio da categoria XC1 em Ohio

Pódio da categoria XC1 em Ohio

Resultado final XC1
Kailub Russell (KTM)
Charlie Mullins (KTM)
Paul Whibley (Yamaha)
Thad DuVall (Honda)
Rory Mead (KTM)
Takeshi Koikeda (KTM)
Garrett Edmisten (Kawasaki)
Jordan Ashburn (Yamaha)
Jimmy Jarrett (Honda)
Nate Kanney (Honda)

Classificação após onze etapas
Paul Whibley (274 pontos/3 vitórias)
Kailub Russell (270/5 vitórias)
Rory Mead (205/2 vitórias)
Thad DuVall (186/1 vitória)
Charlie Mullins (168)
Jordan Ashburn (160)
Chris Bach (139)
Garrett Edmisten (137)
Nathan Kanney (133)
Takeshi Koikeda (126)

Categoria XC2 Lites
Pela primeira vez nesta temporada a categoria XC2 Lites possui um novo líder. Jason Thomas foi presenteado com a liderança após o desempenho impecável em relação ao líder anterior, Stewart Baylor Jr. Os dois fizeram uma emocionante batalha pela vitória, que durou praticamente toda à fria tarde deste domingo, já que as temperaturas estavam um pouco baixas na região leste de Ohio. Na última volta Baylor ficou preso em um buraco de lama e perdeu posições vitais na briga pelo título.

Pódio XC2 Lites em Ohio

Pódio XC2 Lites em Ohio

Thomas garantiu sua segunda vitória na temporada. Aaron Plessinger da Yamaha foi o segundo e Andrew DeLong da Husqvarna completou o pódio na terceira posição. Scott Grills da Honda foi o quarto e Baylor completou os cinco primeiros. Com estes resultados Thomas assumiu a liderança com cinco pontos de vantagem sobre Baylor. DeLong é o terceiro, Jedediah Haines o quarto e Brad Bakken fecha os cinco primeiros.

Resultado final XC2 Lites
Jason Thomas (KTM)
Aaron Plessinger (Yamaha)
Andrew DeLong (Husqvarna)
Scott Grills (Honda)
Steward Baylor (KTM)
Jedediah Haines (Yamaha)
Chris Douglas (KTM)
Zach Nolan (KTM)
AJ Stewart (Yamaha)
Ryan Lojak (Yamaha)

Classificação após onze etapas
Jason Thomas (241 pontos/2 vitórias)
Steward Baylor Jr. (237/5 vitórias)
Andrew DeLong (229/4 vitórias)
Jedediah Haines (183)
Brad Bakken (156)
Jesse Robinson (156)
AJ Stewart (131)
Zach Nolan (107)
Scott Grills (105)
Cody Gragg (102)

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly