Carmichael e Hart unem forças e anunciam equipe

Por Renato Dalzochio Jr. | Foto por Divulgação | 23 de outubro de 2012 - 19:09

Na manhã do último sábado, durante o Monster Energy Cup, Ricky Carmichael anunciou a formação de uma equipe, unindo forças com a Carey Hart, na Dodge / Sycuan Casino Racing Team, com apoio de fábrica da Suzuki e da Yoshimura, bem como a assinatura de contrato do piloto Broc Tickle, para pilotar a RM-Z 450 2013 na próxima temporada.

O proprietário da equipe, Carey Hart, disse que a parceria com Rick Carmichael e a Suzuki é o próximo passo no crescimento do seu programa de corrida, cujo a ideia começou em 2007. “Este é um momento muito emocionante. O currículo de Ricky fala por si e sua capacidade de trabalhar com pilotos e construir campeões é impagável”, afirma.

Broc Tickle

Broc Tickle

Carmichael será o líder da equipe no desenvolvimento dos pilotos, pesquisa e teste das motos e está ansioso para compartilhar lições aprendidas em sua carreira profissional. “Estou muito animado com esta parceria. Carey é um atleta bem sucedido e como pessoa de negócios construiu uma grande base aqui. Eu e o programa da Suzuki vamos solidificar o negócio e tornar a equipe completa”, diz.

Um segundo poderá ser contratado para a equipe, e os rumores indicam que o francês Christophe Pourcel poderá ser o homem a ser contratado, já que semana passada o ex-campeão Mundial de Motocross MX2 disse que não correrá mais no Mundial de Motocross.

Para Brock Tickle, a mudança foi um grande passo para ele. “Ter Ricky como parte do programa e seu conhecimento de ser o campeão que ele é e sua história com a Suzuki, fez a mudança se tornar uma decisão fácil para mim. O apoio de fábrica da Suzuki e Ricky sabendo de tudo que há para saber sobre a moto e trabalhar com ele na pista torna este um passo na direção certa para mim. Estou ansioso para fazer parte da equipe e ajudá-la a crescer”, explica Tickle.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly