Resultados Arenacross 2012 – 3ª Etapa – Indaiatuba

Por RPress Assessoria | Fotos por Divulgação | 28 de outubro de 2012 - 8:14

Arquibancadas cheias, corridas com direito a dobradinha, estrangeiros no pódio e disputas emocionantes, fizeram da terceira etapa do Arenacross, realizada neste sábado, 27 de outubro, em Indaiatuba, interior de São Paulo, uma das mais eletrizantes da temporada. Confira como foram as disputas:

Categorias 50 e 65
Novos nomes lideram as provas das duas categorias mirins do campeonato. Na 50cc, Gabriel Andrigo #10 venceu a prova. Carlos Pereira “Dadalzinho” #1, até então ponteiro da categoria, chegou em 2º e Rafael Araújo #99 completou o pódio. Andrigo passa a ser o novo líder, com 57 pontos. Na cola, vem em 2º Dadalzinho com 54 pontos e Rafael Araújo em 3º com 45 pontos.

Gabriel Andrigo

Gabriel Andrigo

Na 65 a noite foi do catarinense Thiago Brenner #24. Ele e Leonardo Nunes #15 brigaram pela ponta, mas Brenner conseguiu defender a posição até a bandeira quadriculada. Bruno Zamana #90 chegou ao seu primeiro pódio em 3ª lugar. Arthur Todeschini, líder da categoria, caiu durante a prova e chegou somente em 9º.

Brenner passa a liderar também o campeonato com 50 pontos, seguido de Todeschini que cai para a 2ª classificação com 47 pontos e Renato Paz, com 45 pontos em 3º.

Thiago Brenner

Thiago Brenner

Categoria Júnior
Enzo Lopes #92 larga na frente, mas quando pega as costelas comete um erro que compromete sua liderança, dando oportunidade para Leonardo de Souza #45 assumir a ponta. Gustavo Pessoa #117, que liderou no classificatório, também chega com força e assume a 2ª posição. O líder do campeonato Fábio dos Santos #87 não largou muito bem, na 5ª posição, e tentou fazer uma prova de recuperação. Enzo chegou a se recuperar e voltou a brigar pela liderança. Gustavo Pessoa se enroscou em outro piloto e acabou perdendo posições, terminando em 11º.

Largada da categoria Júnior em Indaiatuba

Largada da categoria Júnior em Indaiatuba

Leonardo Souza defendeu a ponta até a bandeirada final, subindo no lugar mais alto do pódio. Enzo Lopes ficou em 2º e Fábio dos Santos, líder da categoria, em 3º lugar. “Estou muito feliz, agora é focar no treino para chegar bem na próxima etapa e poder brigar pelo título na final”, comemorou Souza, agora vice do campeonato.

O campeonato parte para penúltima etapa com Fábio dos Santos permanecendo na liderança agora com 52 pontos, Leonardo de Souza sobe para vice com 44 pontos e Ricardo Jurça cai para 3º, com 39 pontos.

Categoria MX2
Endrews Armstrong #12 faz o holeshot, mas logo o catarinense Anderson Cidade #20 assume a liderança da categoria. Hector Assunção #30 e Gabriel Gentil #6 vinham no primeiro pelotão, mas acabaram se enroscando e caindo posições. O americano Sean Lipanovich #505, vice no campeonato, não foi bem no classificatório à tarde e repetiu o resultado na prova, não largando bem. O estreante Hugo Basaula #747, que liderou o classificatório, foi novamente destaque na pista, brigando pela ponta. Cidade e o português duelaram em pegas emocionantes que fizeram o público vibrar. Faltando poucos minutos para o fim da prova, Cidade, que vinha como ponteiro, sofreu um toque do português e acabou indo para o chão, caindo para a 6ª posição e deixando o caminho livre para o estreante vencer a corrida. O vice da categoria, Rafael Faria #116, chegou na 2ª colocação e Thales Vilarde #27 em 3º, seu primeiro pódio da temporada. Hector Assunção conseguiu se recuperar terminando na 4ª posição.

 Hugo Basaula

Hugo Basaula

Satisfeito com a vitória na primeira corrida que faz no Brasil, Basaúlo comemorou o feito: “Gostei muito do Arena Cross, é um ritmo intenso e todos andam muito juntos. Estou feliz e quero poder correr e me divertir novamente na próxima etapa”, comentou o piloto, já confirmando sua participação na penúltima corrida do campeonato.

Com os resultados, Rafael Faria se vê mais próximo do título na ponta do ranking geral com 47 pontos. Hector Assunção caiu para 2º, mas somente dois pontos o separa do líder. Sean Lipanovich continua em 3º, com 38 pontos.

Categoria MX Pró
Na categoria principal do campeonato, dobradinha do espanhol Carlos Campano #115 e brigas acirradas marcaram as duas corridas da MX Pró.

Na primeira bateria da noite, Jean Ramos #998 começou bem fazendo o holeshot, seguido do pelotão formado por Campano, Adam Chatfield #407, Humberto Martin #101, Leandro Silva #14 e Wellington Garcia #21.

Vindo em ritmo forte em busca da ponta, o espanhol e Jean Ramos brigaram lado a lado. Campano conseguiu induzir o curitibano a um erro e tomou dele a liderança. Desconcentrado, Ramos caiu para a 4ª posição, deixando passar também o venezuelano Martin e Chatfield. A briga entre os estrangeiros foi intensa e Campano e Martin brigaram pela ponta e trocaram posições até o espanhol conseguir se defender e tomar distância do adversário. Nas últimas voltas, Jean Ramos ressurgiu brigando na 2ª posição e a manteve até a bandeirada final. A corrida terminou com Campano em 1º, Jean Ramos em 2º e Humberto Martin na 3ª posição.

Na decisiva da noite, Campano disparou na frente, com Chatfield, Martin e Jean Ramos logo atrás. Uma confusão na primeira curva tirou Rafael Zenni #931 e Wellington Garcia da corrida. A disputa entre o espanhol campeão mundial e o inglês líder do campeonato e foi acirrada com direito a ultrapassagens e pegas com muita adrenalina até os últimos minutos. Campano recebeu primeiro a bandeirada final, fazendo dobradinha do 1º lugar em Indaiatuba. Chatfield terminou em 2º e Humberto Martin novamente na 3ª posição no pódio. Na soma das baterias, Campano acumulou 40 pontos e o 2ª e 3º colocados, Chatfield e Martin, respectivamente, 30 pontos cada um.

Carlos Campano

Carlos Campano

Certamente mais adaptado às pista do Arena Cross, Campano comemorou o resultado e o atribuiu aos treinos e preparo físico que foram intensificados no período que passou na Espanha, antes da etapa. “Agora é focar para vencer também na 4ª etapa. Ainda quero melhorar em alguns detalhes, mas encontramos o caminho certo”, comentou o piloto, que também parabenizou Chatfield e Martin pelas corridas.

O campeonato da MX Pró ficou agora mais acirrado com somente 8 pontos separando o líder, que continua a ser o inglês Adam Chatfield com 102 pontos, e o 2º colocado, que passa a ser Carlos Campano com 94 pontos. O curitibano Jean Ramos é o 3º, com 91 pontos.

Pódio da categoria MX Pró em Indaiatuba

Pódio da categoria MX Pró em Indaiatuba

As cinco categorias do Arena Cross seguem agora para sua 4ª etapa e semi-final da temporada, que acontece na cidade satélite de Sobradinho, em Brasília (DF), no dia 10 de novembro.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly