Irmãos Basso e Martini dominaram Gaúcho de Velocross

Por André Charão | Fotos por André Charão | 29 de outubro de 2012 - 20:44

A terra tremeu neste final de semana na região da Costa Doce durante a disputa da sexta etapa do campeonato Gaúcho de Velocross realizado no Motódromo Wilson Molon na cidade de Camaquã. Pilotos de várias regiões do Rio Grande do Sul fizeram da etapa, uma das mais disputadas da competição.

Cerca de 3.000 pessoas acompanharam as emoções e pegas eletrizantes protagonizados pelos pilotos. A pista e o trabalho de manutenção realizado pela equipe de pista da Federação Gaúcha de Motociclismo – FGM, juntamente com Wilson Molon, foram um dos grandes destaques da etapa. A previsão do tempo, que marcava chuvas para todo o final de semana, o que acabou fazendo com que pilotos que estavam pré-inscritos, acabassem não comparecendo na etapa, acabou não se confirmando.

O domingo foi de tempo nublado até as primeiras horas da tarde, o que facilitou a vida dos pilotos, ficou muito mais fácil de acelerar sem o calor intenso que fez na região no meio de semana, no entanto, na metade da tarde o sol e o mormaço voltaram com força, porém, não foram suficientes para fazer os pilotos diminuir a intensidade das disputas.

Os líderes das categorias VX2 Mateus Basso e da VXPró Lucas Basso da cidade de Gentil passaram a madrugada de domingo viajando para chegar a tempo de participar da etapa do Gaúcho de Velocross em Camaquã, isso por que na noite de sábado eles participaram da primeira etapa do Brasileiro de Arena Velocross no Paraná.

Confira o que rolou na sexta etapa do Gaúcho de Velocross em Camaquã neste domingo, 28 de outubro.

Cézar Silva vence a VX4 Nacional
Assim que caiu o gate para a categoria VX4 Nacional o líder do campeonato Elder Pirolli, o Nety-Tapejara (Kimoto/ProTork/Pampa Motos/Mecânica Zapanetti) assumiu a liderança com Cézar Silva-Pelotas (Princesa Moto Peças/Gil Motos) em segundo, Fabian Souza/S. Vitória do Palmar (Jordan Sat Antenas Parabólicas), Arnaldo Vaz-Pelotas (Tere Lanches) saíram logo atrás buscando não deixarem os líderes abrirem vantagem. Moisés Folha-Cristal (Posto Grill/Bob Racing) que largou na quinta colocação encostou no primeiro pelotão antes mesmo de abrir a primeira volta. Três voltas depois da largada, Cézar Silva apertou o ritmo e assumiu a liderança, assim como Moisés Folha colou na terceira colocação após ultrapassar Arnaldo e ver Fabian ficar para trás com problemas na moto. Nety perdeu um pouco de terreno e viu Moisés encostar, quando colou no líder para tentar a ultrapassagem viu  a situação piorar, uma queda o deixou na terceira colocação, à partir daí o aniversariante do dia enrolou o cabo do acelerador e marcou a melhor volta da prova (1:09.198) e conseguiu diminuir a distância para os líderes, no entanto não havia mais tempo para tentar alguma ultrapassagem. No final vitória de Cézar, Moisés Folha foi o segundo, Elder o terceio, Arnaldo Vaz o quarto e Gilvan Nizolli-Morro Redondo (Gilvan Motos/Posto Gaúcho/Wetzel Auto e Moto Peças/Retífica do Albio) na quinta colocação.

Cézar Silva

Cézar Silva

Vitória de Matheus Hernandes na 50
Na largada da categoria 50cc, Erick Bom Reis-Rio Grande (Caio Pescados/Cleber Pontes Curso de Pilotagem/Moura Pescados) surpreendeu a todos com uma largada impressionante, assim que gate caiu ele não tomou conhecimento do terreno pesado e meteu na veia para assumir a ponta da prova, Matheus Hernandes-Rio Grande (Mecânica Léo) e Bawer Gomes-Rio Grande (Quitanda do Português/Fruki Refrigerantes/Volcan Suspencions Race Tech) e Arthur Barcelos-Capão do Leão (Cia Alimentos Costa) vieram logo atrás tentando diminuir a vantagem conquista por Erick, o piloto da casa Gabriel Oliveira sentiu um pouco de dificuldade com o terreno fofo da pista e ficou mais atrás. Após abrirem a segunda volta, a experiência do campeão da categoria em 2011 Matheus Hernandes falou mais alto, com uma belíssima ultrapassagem após retardar a freada assumiu a liderança da prova e abriu uma boa vantagem marcando inclusive a melhor volta da prova (1:20.677). Erick seguiu forte e manteve a segunda colocação, o grande pega da categoria ficou pela terceira colocação entre Bawer  e Arthur, os dois disputaram a posição curva a curva até o final. Matheus Hernandes foi o primeiro, Erick o segundo, Bawer o terceiro, Arthur o quarto colocado e Gabriel fechou o pódio na quinta colocação.

Matheus Hernandes

Matheus Hernandes

Giovane Pick e Maiara Basso vencem prova dupla
As categorias VX4 e Feminina foram disputas em prova dupla. Na largada Toninho Viana-Jaguarão (Paris Free Shop) largou na frente, mas deixou a moto apagar na entrada da pista, com isso, Maiara Basso-Mato Castelhano (Cereais Basso/TBT Suspensão) assumiu a liderança da geral seguida por Lauthério Brauch-S. Lourenço do Sul (Steins Malhas/Agafarma Deodoro/EMS Genéricos/Willrich Ind. Têxtil/Paulinho Motos Peças/Herbalife), Giovane Pick-Vera Cruz (Transpick Transportes/Postos Central) e Elder Pirolli-Tapejara (Kimoto/ProTork/Pampa Motos/Mecânica Zapanetti). Pela categoria Feminina, as líderes do campeonato estavam enfrentando problemas,  Nicole Manzke-Santa Vitória do Palmar (Paulinho Moto Peças/Birriga Moto Peças), líder do campeonato, alinhou no gate com o regulamento embaixo do braço e uma fratura na clavícula, já Maiar, vice-líder, entrou descontada pela exaustiva viagem de volta do Arena. Giovane Pick saiu da terceira colocação para assumir a liderança na geral cravando a melhor volta da prova (1:04.744). No final, pela categoria VX4 vitória de Pick com Lauthério em segundo e Elder na terceira colocação, Antonio Viana, o Toninho foi o quarto colocado e Jack Pitaluga-Santo Ângelo (Jack Moto) fechou e pódio na quinta colocação. Pela Feminina vitória de Maiara com Nicole em segundo e Cristiele Delgado-S. Vitória do Palmar (Valtemar Construtor) na terceira colocação.

Pódio da categoria VX4 Importada em Camaquã

Pódio da categoria VX4 Importada em Camaquã

Pódio da categoria Feminina em Camaquã

Pódio da categoria Feminina em Camaquã

Jordan Martini fatura a Novatos Nacional
Novamente o piloto Jordan Martini-Santa Maria (Azzurra Yamaha Team/Auto Giro Veículos/Guilherme Vieira/MMF Racing) levou a melhor na categoria Novatos Nacional, no entanto, quem levou a melhor na largada foi o garotinho Felipe Mombach-Montenegro que assumiu a liderança da prova, menos de duas voltas, Martini saiu da quarta colocação para a liderança, fazendo volta mais rápida após volta mais rápida, 1:04.340 a melhor delas, fechou a prova na primeira posição, Cassiano Portela-Passo Fundo (Lavagem Portela/CR Serviçoes Empresariais/Cervejaria 100%/Tornearia Bramatti) fez uma ótima prova e chegou em segundo, Douglas Carvalho-Vera Cruz (Eletro Carvalho Rebobinagem de Motores Elétricos/CTL) voltando a disputar uma etapa do Gaúcho de Velocross foi o terceiro colocado, Ivan Pilz-Mato Leitão (Agropecuária Pilz) largou no pelotão intermediário e aos poucos foi conquistando posições fechando a prova na quarta colocação e Alexandre Dal Bem-Ibiraiarais (Cereais Dal Bem/Gil Motos/MI Metalúrigica) fechou o pódio na quinta colocação.

Jordan Martini

Jordan Martini

Piloto da casa vence a VX3
A categoria VX3 teve como vencedor o piloto da casa Cleomenes Gomes-Camaquã (JC Materiais de Construção/Madereira JC), no entanto, Maiara Basso-Mato Castelhano (Cereais Basso/TBT Suspensões) fez uma grande largada e assumiu a ponta da prova seguida por Fabiano Ribeiro-Passo Fundo (Bato Fitness/Loma Noivas/TBT/ArtCross/Mecânica Zapanetti), Cleomenes,  Lauthério Brauch-S. Lourenço do Sul (Steins Malhas/Agafarma Deodoro/EMS Genéricos/Willrich Ind. Têxtil/Paulinho Motos Peças/Herbalife) e Giovane Pick-Vera Cruz (Transpick Transportes/Postos Central), nas primeiras voltas os três primeiros colocados imprimiram um ritmo de prova muito forte. Fabiano chegou a assumir a liderança, mas Cleomenes estava voando baixo, assumiu a liderança marcando a melhor volta da prova (1:02.727), Fabiano foi os segundo colocado, Maiara Basso foi a terceira colocada, Rodrigo Volcan-Pelotas (Volcan Performance/JÁ Transportes/Extreme Suplementos/Borracharia Pedro Osório) com problemas na moto foi o quarto colocado, Lauthério completou o pódio na quinta colocação.

Largada da categoria VX3 Importada em Camaquã

Largada da categoria VX3 Importada em Camaquã

Cleomenes Gomes

Cleomenes Gomes

Felippe Menuzzi vence mais uma na 65
Mostrando que vive um grande momento no campeonato, Felippe Menuzzi-Dom Pedrito (Joel Oficina de Motos/Terramar Terraplanagem/CursoMotocross Maycon Rotta) conquistou em Camaquã a quinta vitória em seis etapas disputadas do campeonato. Na largada Felippe e  Matheus Hernandes-Rio Grande (Mecânica do Léo) sairam lado a lado para disputar a primeira curva,  Felippe levou vantagem e disparou na liderança, deixando a briga pela segunda colocação entre Matheus e Gabriel Costa-Dom Pedrito (Joel Oficina de Motos/Agropecuária Ibicui), os dois brigaram curva a curva, o entanto, a vida de Matheus ficou mais fácil após a queda de Gabriel. Pela quarta colocação a disputa ficou entre Bawer Gomes (Quitanda do Português/Fruki Refrigerantes/Volcan Suspencions Race Tech) e Mickael Teixeira-Capão do Leão, no entanto os dois acabaram se enroscando e ficando fora da prova. No final vitória e volta mais rápida para Menuzzi (1:08.774), Matheus Hernandes em segundo, Gabriel Costa em terceiro, Arthur Barcelos-Capão do Leão (Cia Alimentos Costa) em quarto e Erick Bom Reis-Rio Grande (Caio Pescados/Cleber Pontes Curso de Pilotagem/Moura Pescados) completou o pódio na quinta colocação.

Felippe Menuzzi

Felippe Menuzzi

De Conto vence a VX3 Nacional
Na largada da categoria VX3 Nacional os três primeiros colocados do campeonato assumiram as três primeiras posições da prova. Luciano De Conto-Passo Fundo (Tornearia Bramatti/Trevipart/Mecânica Zapanetti/Teta Motos/Motul) largou muito bem  e assumiu a lidernaça da prova, Luiz Refatti-Alegrete (Preto Ar Condicionado e Auto Elétrica/Lezy Rotor Axial/Sacardi Auto Peças/Arroz Pileco/MMC Power) e Elder Pirolli-Tapejara (Kimoto/Pro Tork/Pampa Motos/Mecânica Zapanetti) saíram colados junto ao líder, aos poucos De Conto e Refatti abriram uma boa vantagem para o terceiro colocado travando uma disputa eletrizante pela liderança, Refatti foi a sombra de De Conto durante toda a prova, porém sem alteração nas posições. Vitória de De Conto, com Refatti em segundo, Elder foi o terceiro colocado e Cézar Silva-Pelotas (Princesa Moto Peças/Gil Motos) fechou o pódio na quinta colocação.

Pódio da categoria VX3 Nacional em Camaquã

Pódio da categoria VX3 Nacional em Camaquã

Show de Fabiano Ribeiro e Sergio Moraes na Intermediária
Uma das provas mais eletrizantes da 6ª etapa do Gaúcho de Motocross foi a da categoria Intermediária. Os pilotos deram um show de pilotagem, que será lembrado por muito tempo pelo público que compareceu ao motódromo.  Na largada Fabiano Ribeiro (Bato Fitness/Loma Noivas/TBT/ArtCross/Mecânica Zapanetti), assumiu a liderança da prova com Maiara Basso-Mato Castelhando (Cereais Basso/TBT Suspensões) em segundo e Cleomenes Gomes-Camaquã (JC Materiais de Construção/Madereira JC) logo atrás, os três juntamente com Weslen Gomes (JC Materiais de Construção/Madereira JC) e Sérgio Moraes-Santa Cruz do Sul (Works Suspensão e Motor/Transpick Transportes/Zanela Eventos) formaram o primeiro pelotão. Depois de quatro voltas Fabiano manteve a ponta e Sérgio barbarizava nas ultrapassagens, uma a uma, para colar de vez no líder, o que se viu à partir daí foi um verdadeiro show, Fabiano manteve a concentração e doube se defender dos ataques de Sérgio durante toda a segunda metade da prova. Na última volta Sérginho foi com tudo para cima do líder na última curva ele conseguiu a ultrapassagem para conquistar uma fantástica vitória na Intermediária. Fabiano foi o segundo colocado, Cleomenes o terceiro, Maiara terminou na quarta colocação e Felipe Pick-Vera Cruz (Postos Central/Transpick Transportes) completou o pódio em quinto.

Sérgio Moraes

Sérgio Moraes

Vitória de Jordan Martini na 230
Novamente Felipe Mombach-Montenegro fez uma ótima largada, desta vez na categoria 230cc, colado a ele Endrew Bom Reis-Rio Grande (Caio Pescados/Cleber Pontes Curso de Pilotagem/Moura Pescados) e Jordan Martini-Santa Maria (Azzurra Yamaha Team/Auto Giro Veículos/Guilherme Vieira/MMF Racing), assim que completou uma volta Martini assumiu a liderança deixando Felipe na segunda colocação, o desempenho do piloto de Montenegro foi muito consistente se mantendo perto do líder, a briga mais emocionante foi pela terceira colocação entre Endrew e Cleomar Lusa-Flores da Cunha (Confecções Colloda), os dois praticamente andaram lado a lado em boa parte da prova. No final vitória de Jordan com a melhor volta da prova (1:05.003), Felipe em segundo, Endrew foi o terceiro colocado, Cleomar terminou na quarta colocação e Douglas Carvalho-Vera Cruz (Eletro Carvalho Rebobinagem de Motores Elétricos/CTL) fechou o pódio na quinta colocação.

Jordan Martini

Jordan Martini

Dobradinha dos irmãos Basso na VX2
Mesmo depois de terem rodado mais de 800km depois de participarem da etapa do Arena Velocross no Paraná, os irmãos Lucas e Mateus Basso encararam a disputa da categoria VX2 do Gaúcho de Velocross. Para variar novamente um show de pilotagem dos dois pilotos, fazendo o jogo de equipe, revezando a liderança da prova. Juntamente com a VX2 foi disputada a categoria Estreante Importada. No final da prova dobradinha dos irmãos Basso-Gentil (Cereais Basso/TBT Suspenções), com Lucas que marcou a melhor volta da pista (1:01.059) em primeiro, Mateus em segundo, José Augusto Crizel-Pelotas (Gás Brod/Volcan Performance) em terceiro e Weslen Gomes (JC Materiais de Construção/Madereira JC) na quarta colocação. Pela categora Estreante vitoria de Sérgio Moraes-Santa Cruz do Sul (Works Suspensão e Motor/Transpick Transportes/Zanela Eventos), Augusto Crizel-Pelotas (Gás Brod/Volcan Performance) foi o segundo colocado, Weslen Gomes (JC Materiais de Construção/Madereira JC) foi o terceiro e Felipe Pick-Vera Cruz (Transpick Transportes/Postos Central) fechou a prova na quarta colocação.

Pódio da categoria VX2 em Camaquã

Pódio da categoria VX2 em Camaquã

Irmãos Basso venceram tudo em Camaquã

Irmãos Basso venceram tudo em Camaquã

O campeonato Gaúcho de Velocross 2012 tem o patrocínio master da Rinaldi, Total Distribuidora Moto Peças Ltda., IMS e Mobil, co-patrocínio da Belparts e SobreRodas e apoio da  Mecânica Zapanetti, M3Parts/Revenda Kawasaki, Vitrine da Moto, Farover, Octano Graphics, Kimoto, SSul e Artemoto.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly