CBM divulga o calendário 2013 do Enduro FIM

Por Comunic.Ativa | 01 de novembro de 2012 - 22:27

O campeonato Brasileiro de Enduro FIM 2012 está na reta final, e o calendário de 2013 já está definido. De acordo com o diretor de Enduro FIM da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, Maurício Paiva Brandão, as provas estão bem divididas. “As provas não batem com EFX, nem com os principais eventos no Brasil, Mundial de Enduro nas Américas, Mundiais de MX, 6 Dias e Sertões. Foi o melhor que conseguimos organizar”, destaca Maurício.

Veja como ficou o calendário do Brasileiro de Enduro FIM 2013

6 e 7 de abril – Ibiraci – MG (são os mesmo organizadores da prova de Cássia deste ano. A região é na Serra da Canastra, a mesma de 2012. Os organizadores garantem uma prova mais elaborada, e um local de Largada chegada com uma estrutura adequada)

25 e 26 de maio – Biguaçu – SC (o Pezão, Osni e sua turma serão os responsáveis. Em 2012 eles realizaram uma excelente prova)

29 e 30 de junho – Fortaleza – CE (O Alfredo será o responsável pela prova. Ele foi um dos levantadores do percurso do 6 Dias em 2003, e prometeu uma prova com muita areia. A prova será no Beath Park, mesmo local do 6 Dias)

27 e 28 de julho – Aracruz – ES (O responsáveis pela prova serão o Aluisio Telão e o Edmilson, que garantem seriedade e compromisso, pois know how eles tem)

12 e 13 de outubro – Erechim – RS (O Índio, o Flávio e o Mauro serão os responsáveis. Foram os mesmos responsáveis pela prova em Erechim, deste ano, e provaram que envolvimento e compromisso o Rio Grande do Sul tem de sobra)

23 e 24 de novembro – Patrocínio – MG (Quem organiza esta etapa será o próprio diretor do Enduro FIM da CBM, Maurício Paiva Brandão, que está tentando que esta prova valha para o Latino Americano, homologatória do Mundial)

De acordo com o diretor nacional da modalidade o regulamento está aberto para críticas e sugestões. “Até o momento recebi uma sugestão, que será definido na reunião técnica em Patrocínio, de eliminar o descarte apenas para as categorias E1 e E2, mas isto será definido por todos”, aponta Maurício.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly