GNCC 2012 – 13ª etapa – Hurricane Mills / Tennessee

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Divulgação | 07 de novembro de 2012 - 16:03

Aconteceu no último final de semana a etapa final da temporada 2012 do Grand National Cross Country Series, o GNCC. A prova foi disputada na famosa pista do rancho da cantora Loretta Lynn, em Hurricane Mills, no Estado do Tennessee, Estados Unidos. A disputa pelo título estava em aberto nas duas categorias, XC1 e XC2 Lites, sendo que em ambas a diferença entre os pretendentes ao título era de apenas um ponto. E os vice-líderes resolveram roubar a cena e sagraram-se campeões. Confira como foram as disputadas da décima terceira e última etapa do GNCC 2012, realizada domingo, 4 de novembro.

Categoria XC1
Apenas um ponto separava o líder Kailub Russell e o neozelandês Paul Whibley. Na largada Whibley ficou com os 250 dólares do holeshot e saiu na frente. Enquanto isso Russell teve problemas na primeira curva após a largada ao ficar preso com outro piloto. Apesar da má largada, no início da segunda volta ele já era o quarto colocado.

Jordan Ashburn

Jordan Ashburn

Russell viria a assumir a segunda posição, mas não conseguiu tempo suficiente para descontar a vantagem de Whibley na liderança. A disputa direta pelo título entre os dois dentro da pista em nenhum momento se materializou.

Paul Whibley

Paul Whibley

Whibley garantiu a vitória e o bicampeonato. Russell teve que se contentar com o segundo lugar e o vice-campeonato. Jordan Ashburn completou o pódio na terceira posição. Thad DuVall foi o quarto e Takeshi Koikeda completou os cinco primeiros.

Pódio em Loretta da categoria XC1 com Russell, Whibley e Ashburn

Pódio em Loretta da categoria XC1 com Russell, Whibley e Ashburn

Na classificação final do campeonato Whibley sagrou-se campeão com quatro pontos de vantagem sobre Russell. Rory Mead finalizou em terceiro, Thad DuVall em quarto e Charlie Mullins fecha os cinco primeiros.

Paul Whibley comemorando o título com sua equipe

Paul Whibley comemorando o título com sua equipe

Resultado da categoria XC1
1. Paul Whibley (Yamaha)
2. Kailub Russell (KTM)
3. Jordan Ashburn (Yamaha)
4. Thad DuVall (Honda)
5. Takeshi Koikeda (KTM)
6. Rory Mead (KTM)
7. Adrian Smith (Yamaha)
8. Nathan Kanney (Honda)
9. Brenden Ritzman (Honda)
10. Chris Bach (Yamaha)

Classificação final da categoria XC1
1. Paul Whibley (320 pontos/4 vitórias)
2. Kailub Russell (316/5 vitórias)
3. Rory Mead (234/2 vitórias)
4. Thad DuVall (229/1 vitória)
5. Charlie Mullins (198/1 vitória)
6. Jordan Ashburn (196)
7. Chris Bach (168)
8. Nathan Kanney (156)
9. Takeshi Koikeda (155)
10. Garrett Edmisten (153)

XC2 Lites
Como na XC1, na XC2 Lites um ponto separava Stewart Baylor Jr de Jason Thomas. No entanto Andrew DeLong ofuscou a disputa pelo título ao largar na frente e abrir uma larga vantagem sobre os demais, conquistando uma convincente vitória, a quinta da temporada.

Já Thomas realizou o sonho de conquistar o primeiro título de sua carreira no GNCC ao largar em segundo e manter um ritmo suficientemente necessário para manter a posição até o final da corrida. Enquanto isso, Baylor lutou durante toda a corrida contra as dores de uma lesão. Largou em décimo sétimo e só conseguiu finalizar em quarto.

Pódio em Loretta da categoria XC2 Lites com Thomas, DeLong e Haines

Pódio em Loretta da categoria XC2 Lites com Thomas, DeLong e Haines

Jedediah Haines completou o pódio em terceiro e Scott Grills completou os cinco primeiros. No campeonato Thomas sagrou-se campeão com cinco pontos de vantagem sobre Baylor. DeLong finalizou em terceiro, Haines em quarto e AJ Stewart fechou os cinco primeiros.

Resultado da categoria XC2 Lites
1. Andrew DeLong (Husqvarna)
2. Jason Thomas (KTM)
3. Jedediah Haines (Yamaha)
4. Steward Baylor (KTM)
5. Scott Grills (Honda)
6. Chris Douglas (KTM)
7. AJ Stewart (Yamaha)
8. Ricky Mair (KTM)
9. Samuel Evans (KTM)
10. Zach Nolan (KTM)

Classificação final da categoria XC2 Lites
1. Jason Thomas (291 pontos/2 vitórias)
2. Steward Baylor Jr. (285/6 vitórias)
3. Andrew DeLong (280/5 vitórias)
4. Jedediah Haines (217)
5. AJ Stewart (159)
6. Brad Bakken (159)
7. Jesse Robinson (156)
8. Scott Grills (139)
9. Zach Nolan (118)
10. Michael McGinnis (118)

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly