Hot News Mundocross #15

Por Jorge Soares | Fotos por Divulgação | 07 de novembro de 2012 - 18:23

Hot News Mundocross, a coluna do site Mundocross que tem notícias quentes para você que gosta de estar por dentro das últimas do Mundo do Cross. Antes com edições semanais, e agora quinzenais, o Hot News reúne várias informações do mundo Off-Road, principalmente, MX e SX, além de Arenacross, Cross Country e Rally Cross. Boa leitura !!!

Agora para você o Hot News Mundocross #15

Onde anda Emanuele Cifali ?
No final dos anos 70 e início dos anos 80, o gaúcho Emanuele Cifali era um dos pilotos que se destacava nas edições do campeonato Gaúcho de Motocross. O ‘Alemão’, como era chamado pela galera do Cross, ele costumava correr de Yamaha nas categorias 125 e 250, mas com certeza se adaptava mais as 250. pois é alto e era magrão. A sua família tinha uma empresa na cidade de Cachoeirinha, onde uma vez teve uma corrida de Motocross no pátio da empresa. Hoje Cifali tem uma posada na Praia do Rosa, em Santa Catarina, onde é um dos líderes entre os empresários do setor de hotelaria e turismo.

Irmãos Amaral conquistam bons resultados na Copa Cassios de Motocross
A cidade de Itabirinto, em Minas gerais, recebeu no último final de semana, dias 3 e 4 de novembro a última etapa da Copa Cassios Racing de Motocross. A Kawasaki Racing Brasil esteve presente com Anderson e Gustavo Amaral acelerando nas categorias principais. Andando de Kawasaki KX 250F Anderson Amaral fez boa prova na MX2 e cruzou a linha de chegada com a 2ª posição, faturando o pódio para o time verde. Gustavo Amaral veio logo atrás, no 3º lugar. Na MX1, mais uma vez, a Kawasaki esteve no pódio: Anderson Amaral imprimiu um bom ritmo e finalizou com a 3ª posição na bateria. Gustavo Amaral foi o 4º.

Gustavo Amaral

Gustavo Amaral

 

Pilotos prometem briga forte por título do Brasileiro de Supermoto
Os motores vão roncar neste fim de semana, dias 10 e 11, em Mirandópolis, São Paulo. A cidade recebe a última etapa do Campeonato Brasileiro de Supermoto 2012 e do Paulista. Na SM1, Rafael Fonseca entra na pista com uma vantagem confortável. O piloto soma 243 pontos, enquanto o segundo colocado Kleber Justino, tem 206 pontos. Por isso, que está acostumado ver Rafael acelerar fundo verá um piloto com uma postura diferente, mais cauteloso. “Se eu chegar na frente do Kleber na primeira bateria já serei considerado campeão. Mas, minha intenção é fazer uma prova tranquila. Quero andar perto dele, mas não vou me arriscar. A meta é terminar as duas baterias e me consagrar campeão”, explica Rafael Fonseca. No entanto o piloto não esconde a vontade de vencer nesta 6ª e última etapa da competição. “Se der para andar rápido e vencer as duas baterias vou fazer isso. Seria muito melhor conquistar o título com duas vitórias”, ressalta. O público que comparecer ao circuito de rua do Campo de Aviação Jardim Aeroporto vai presenciar uma das disputas mais emocionantes do Campeonato. Na SM4 apenas dois pontos separam o líder Emerson Menezes do segundo colocado Francisco Velasco.

 

Inscrições abertas para a Final do Brasileiro de Enduro FIM
O Campeonato Brasileiro de Enduro FIM 2012 chega à reta final e promete agitar a cidade de Patrocínio, em Minas Gerais, nos dias 24 e 25 de novembro, com as 9ª e 10ª Etapas da competição. Esta prova será valida também como as 8ª e 9ª Etapas do Campeonato Mineiro de Enduro FIM (final), 5ª Etapa da Copa Sherco Pro Moto e 5ª Etapa da Copa Cerrado (somente no domingo). Os pilotos que irão participar da disputa tem que correr não só nos dias de competição, mas também para fazer a inscrição, já que as vagas estão limitadas em 150 pilotos. As inscrições podem ser feitas até o dia 22 deste mês pelo site www.tcmg.com.br ou nas lojas parceiras da organização autorizadas, o valor é de R$ 220,00. Após esta data, se ainda houver lugar disponível, a inscrição deverá ser feita com a organização da prova, em Patrocínio, com o pagamento de R$ 250,00.  Para pilotos inscritos na copa Sherco / Pro Moto e Copa Cerrado de Enduro FIM a taxa é de R$ 100,00. Acompanhando a inscrição todo piloto deverá doar 4 Kg de alimento não perecível (arroz, feijão, óleo ou macarrão) que serão divididos entre a SSVP (Sociedade São Vicente de Paulo) e o Grupo de Apoio Amaravida, que cuida da recuperação de dependentes químicos. Esta doação será feita diretamente aos responsáveis pelas entidades, na Secretaria da Prova. Para facilitar, as entidades aceitarão a doação de R$ 10,00. Caso ocorra dificuldade para impressão do boleto enviar e-mail para [email protected] ou entrar em contato com Maurício Paiva Brandão – (34) 8848-0568, [email protected] ou com Luciana Anjos – (31) 9202-2300, [email protected]

Uma das trilhas onde passará o Enduro

Uma das trilhas onde passará o Enduro

 

Ratinho comemorou título antecipado na Copa SP de Motocross
Ainda faltam duas rodadas para o final da Copa São Paulo de Motocross, mas Marcello “Ratinho” Lima já é o campeão da categoria MX Open. O piloto ficou em segundo lugar na corrida da quinta etapa, o suficiente para comemorar o título neste domingo em Capivari (SP). Antes, ele havia vencido a bateria da MX2 e caminha a passos largos para conquistar outra taça. Após ficar 40 dias parado por conta de uma lesão no joelho direito, obtida na final do Brasileiro, Ratinho precisou de muita determinação para confirmar os resultados. Na MX2, ele largou em terceiro e assumiu a ponta logo na primeira volta, administrando até o final. “Senti o quanto é ruim ficar parado, doeu um pouco o joelho no começo e terminei a corrida com as mãos cheias de bolhas, muito machucadas mesmo”, contou o piloto. Mesmo assim, ele alinhou na MX Open e subiu no pódio para comemorar o título. “Fiz a corrida no sacrifício e senti muita dor nas mãos, não estava mais aguentando segurar a moto. Mas valeu pelo título e agora terei mais tranquilidade para poder focar na MX2”, concluiu Ratinho.

Marcello 'Ratinho' Lima

Marcello ‘Ratinho’ Lima

 

Piloto Rafael Zenni se recupera em casa
O piloto Rafael Zenni, que se acidentou no último sábado durante a 3ª etapa do Arena Cross em Indaiatuba, se recupera em sua casa em Itu, e ainda nessa semana planeja retornar a Curitiba, onde reside e treina junto à sua Equipe Castello Works. Rafael vinha fazendo uma excelente participação nesta etapa, com o segundo melhor tempo nos treinos cronometrados,  e a melhor volta da prova na primeira bateria da categoria Pro, mas logo depois da largada da segunda bateria, Rafael se envolveu num acidente com outro piloto e quando tentava se levantar foi atropelado por outro competidor, o que o tirou da prova. Com muita falta de ar, Rafael foi levado ao ambulatório médico do Arena Cross e em seguida transferido pra o hospital da cidade para realização de exames, onde não se constatou nenhuma fratura. Em sua rede social, Rafael publicou:  “Obrigado a todos que se preocuparam comigo. Apesar do susto, estou bem, graças a Deus. Só lembro que não larguei muito bem e acabei não completando o primeiro salto, quando alguma moto pulou em cima de mim, depois disso fui pro chão e outra moto me atropelou. Senti muita dor e simplesmente apaguei. Graças à boa equipe médica do Arena Cross deu tudo certo. Gostei bastante do fim de semana, consegui me soltar no treinos e na primeira bateria larguei muito mal, mas terminei em quinto e fiz a melhor volta da corrida…  Estou muito contente e quero que chegue logo a próxima etapa. Agradeço a todos da minha equipe e à minha família… tudo que aconteceu foi coisa normal!!! Obrigado a todos, fiquem com Deus!”. O piloto Rafael Zenni e a equipe Castello Works tem o patrocínio de Mobil, Cobreq, Ferrosul, Brasil Racing, Phone Brasil Group, Mundial Prime, Academia Gustavo Borges e Zenni Preparações.

 Rafael Zenni

Rafael Zenni

 

Lama fez bonito no Sergipano de Cross Country
Em Aracaju, Sergipe, Rodrigo Lama fez bonito ao vencer a etapa de abertura do campeonato Sergipano de Cross Country. Após 40 minutos de prova no Hotel Fazenda Boa Luz, o piloto Rinaldi foi o primeiro a cruzar a linha de chegada da XC1, a principal categoria.
“A corrida foi um sucesso e atraiu muitos pilotos do Nordeste. Larguei na ponta e mantive a calma para segurar o ritmo. Além disso, fazer o abastecimento da moto no final da bateria foi uma ótima tática”, explicou Lama, que já compete de olho no ano que vem. “Essa prova fez parte da minha pré-temporada, estou muito dedicado em fazer um trabalho forte para 2013”, acrescentou.

Pensamento da semana

 

Colaboração:
Motopress
Mundo Press
Sandra Souza

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly