Final do Brasileiro de Rally Cross Country será acirrada

Por Comunic.Ativa | Fotos por Divulgação | 09 de novembro de 2012 - 8:11

Uma mistura de adrenalina e belas paisagens. Assim será a quinta e última etapa do campeonato Brasileiro de Rally Cross Country 2012 – Rally das Serras que será realizada entre os dias 14 e 17 de novembro, nas Serras Catarinenses.

A etapa contará com uma categoria a parte para pilotos da região tanto para motos quanto para quadriciclos. “A ideia é trazer esses apaixonados pelo esporte, mas que não correm o brasileiro, para participar da competição. Muitos têm receio de participar do campeonato nacional, mas essa é uma boa oportunidade para acelerar”, explica Dyonisio Malheiro, organizador do Rally das Serras.

De acordo com o organizador não existe exigência de motocicleta. “A ideia também é formar novos pilotos. O importante é que os pilotos participem e peguem ainda mais gosto pelo esporte. Dependendo do número de competidores depois a gente divide entre motos nacionais e importadas”, afirma Dyonisio.

O evento terá base na cidade de São Joaquim, mas passará ainda por Urubici, Urupema e Lages. Até sábado (10), a inscrição custa R$750,00, e a partir do dia 11 será cobrado R$900,00. Nos valores estão inclusos o Seguro da prova, Sistema GPS, Spot (se houver disponibilidade) e uma camiseta oficial do 4º Rally das Serras 2012. O piloto regional pagará o valor de R$300,00, com afiliação de piloto local da Federação Catarinense.

A disputa será acirrada, já que apenas as categorias Production e a Over 45 definiram os campeões. Gregório Caselani Azevedo já é o campeão brasileiro deste ano da categoria Production, sendo que o foco será para o vice. Rodrigo Betti, com 82 pontos, Fabrício Bianchini, 72, Nielsen Bueno, 50, Sérgio Klaumann, 44. Já na categoria Over 45 quem conquistou o título antecipado foi Moara Sacilotti. A briga também será pelo segundo lugar, José Valmir de Freitas está com 78, Dimas Matos, com 50, Ricardo Medeiros, Wander Ribeiro e Antonio Rodrigues, todos com 44, Joel Marina e Ruy Ferreira, ambos com 40.

Na categoria Super Production, três pilotos seguem com chances de chegar ao título. Dário Júlio tem 163 pontos, seguido por Ramon Sacilotti, com 130, e Felipe Zanol, com 100. Também querem buscar pelo menos um lugar entre os três melhores do ano outras feras, como Bernardo Bonjean, 88, Jean Azevedo, 76, e Marcos Finato, 72, e Juca Bala, 60.

A Marathon é outra com grande equilíbrio. A liderança é de Guilherme Piva, com 68 pontos, seguido de perto por Robledo Nicoletti, com 53, e Alexandre Pismel, Ronei Pires e Julyan Coelho e Lauro Lopes, todos com 50 pontos.

Entre os quadriciclos, nada menos que sete pilotos estão na briga pelo título. Antonio Gonçalves Neto está na ponta da classificação, com 98 pontos, seguido por Marcelo da Silva Dias, com 94, e Marcelo Nascimento Medeiros, com 75. José Demontier, Rodolfo Brito, Jeferson Nobre e Francinei Costa estão também na disputa pelo título da categoria.

Na estreante UTV a liderança é de Bruno Sperancini e Ironaldo de Andrade, ambos com 90 pontos, Edigley Maciel e Luís Andrade, seguem na sequencia com 44 pontos.

Clique aqui e confira a classificação completa do Brasileiro de Rally Cross Country

Em 2011, os vencedores no geral foram Ike Klaumann, de Santa Catarina, nas motos, com 6h44min34s; Sérgio Klaumann, também catarinense, nos quadriciclos, com 4h39min21s.

O 4º Rally das Serras é uma realização da Racing Adventure, com promoção da Serra Catarinense Convention & Visitors Bureau, organização da Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina e Federação de Motociclismo Catarinense, e supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). O patrocínio é de Seótres, Prefeitura de São Joaquim e Mitsubishi L200 Triton, o carro oficial do Rally das Serras.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly