Resultados do Gaúcho de Velocross em Santa Vitória

Por André Charão | Fotos por André Charão | 15 de novembro de 2012 - 10:05

A cidade de Santa Vitória do Palmar, no extremo sul do Rio Grande do Sul, recebeu neste último final de semana a sétima etapa do campeonato Gaúcho de Velocross 2012. Pilotos de várias regiões do Estado, e também do Uruguai participaram do evento.

A semana, teve temperaturas próximas aos 40°, o que acabou contrastando com o final de semana, que teve chuvas e ventos gelados e intensos.  Em menos de 24 horas, a temperatura despencou 20°, o vento úmido e a neblina fria que apareciam em algumas horas da manhã, deixaram a sensação térmica na casa dos 17°.

A precipitação de 40mm na madrugada do sábado, 10 de novembro, acabou influenciando diretamente na presença dos pilotos para os treinos livres e cronometrados do sábado. Porém, mesmo com a chuva, a pista estava em boas condições na maior parte dela, apenas quatro pontos com muita lama apresentaram problemas, com isso, a direção de prova decidiu pelo cancelamento dos treinos cronometrados, realizando apenas duas sessões de treinos livres. Na segunda sessão de treinos, os pontos críticos, começaram a apresentar melhoras, dando indícios que no domingo a pista estaria ideal para a disputa das provas.

No entanto, no começo da noite, a chuva apareceu para valer, sem muita intensidade, mas constante, durou toda a noite de sábado até metade da manhã do domingo, 11 de novembro. A pista que estava perto da perfeição foi literalmente “por água abaixo”. As condições da pista e do tempo forçaram novamente a alteração na programação, o cancelamento dos treinos livres e a largadas das categorias 50cc e 65cc foram inevitáveis, assim como a alteração no horário e ordem das largadas.

Mesmo com todas as mudanças, o que não ocorreu foi a falta de ânimo aos pilotos, que foram verdadeiros guerreiros ao encarar a pista totalmente encharcada em busca dos preciosos pontos na reta final do campeonato. O público não ficou com medo do mau tempo e acompanhou todas as largadas vibrando com as disputas e, é claro, a cada queda, diga-se de passagem, muitas quedas.

A categoria que abriu a programação do evento foi a Promocional, disputada somente por pilotos da cidade. Seis pilotos com motos até 200cc alinharam no gate para rasgar a camada de lama que até então, estava intacta. A disputa da categoria Promocional até pode não ter sido a melhor, mas com certeza, foi a mais divertida, pelo menos para quem estava fora da pista. O público e os pilotos que disputariam as próximas largadas vibraram e incentivaram os pilotos a cada queda. No final, o melhor entre os pilotos da categoria Promocional foi o piloto Daniel Sena que venceu a prova de ponta a ponta, e o mais incrível, sem sofrer uma queda.

Lauthério Brauch na VX4 e Nicole Manzke na Feminina venceram a primeira disputa
As categorias VX4 e Feminina fizeram a primeira largada válida pela 7ª etapa do Rinaldi Gaúcho de Velocross. Assim que o gate caiu Lauthério Brauch-S. Lourenço do Sul (Steins Malhas/EMS Genéricos/Agafarma da Deodoro/Willrich Ind. Têxtil/Paulinho Moto Peças/Herbalife) largou na primeira posição deixando um leque de barro para os demais concorrentes, Elder Pirolli-Tapejara (Kimoto/ProTork/Pampa Motos)/Mecânica Zapanetti), Antônio Viana-Jaguarão (Paris Free Shop), Jack Pitaluga-Santo Ângelo (Jack Motos.com.br) e Nicole Manzke/Sta. Vitória do Palmar (Birriga Moto Peças/Paulinho Moto Peças) largaram embolados fechando o pelotão dos cinco primeiros. Eduardo Timm Bergmann-S. Lourenço do Sul (Pro Computer/Herbalife/Motomania/ProRace)  largou em último e teve a difícil tarefa de recuperar posições. Enquanto  Lauthério seguia um bom ritmo na liderança, Elder perdia rendimento e começa perder posições, a briga pela segunda colocação ficou entre Antônio Viana e Jack Pitaluga, antes da metade da prova Eduardo Timm chegou para ultrapassar Jack e assumir a terceira colocação. No final vitória de Lauthério com Antônio Viana em segundo, Eduardo Timm em terceiro, Jack Pitaluga foi o quarto e Nicole Manzke  completou o pódio na quinta colocação. Com o resultado Lauthério assumiu a liderança da categoria, com isso, a definição do campeão na VX4 fica para a última etapa.

Pela categoria Feminina Nicole Manzke foi a vencedora, com o resultado ela conquistou o título da categoria antecipadamente, Kamila Rocha-Chui (Restaurante Mariela) foi a segunda colocada e Cristiele Delgado-Santa Vitória do Palmar (Waldemar Construtor/Birriga Motos Peças) fechou a prova na terceira colocação.

Lauthério Brauch

Lauthério Brauch

Jordan Martini venceu a Novatos Nacional
Além dos adversários, Jordan Martini-Santa Maria (Rigol Competições/Auto Giro Veículos/Azzurra Yamaha Team/MMF Racing/República Pub/Guilherme “Merendão” Vieira/Moto Tech/Canis e Felis/Tio Talle Bombas) superou a pista embarrada para vencer de ponta a ponta a categoria Novatos Nacional. A definição do pódio aconteceu nas primeiras curvas. Jordan assumiu a liderança da prova com o líder do campeonato Ivan Pilz-Mato Leitão (Agropecuária Pilz) em segundo e o vice-líder Alexandre Dal Bem-Ibiraiaras (Cereais Dal Bem/MI Metalúrgica/Gil Motos-Pelotas), para Ivan e Alexandre uma queda poderia ser um sinal de adeus ao título de campeão, com isso, não forçaram e deixaram tudo para a última etapa. A disputa mais intensa ficou pela quarta colocação entre Ricardo Sena-Sta. Vitória do Palmar (Farmácia Terapeu) e Fernando Machado-Rio Grande (Quevedo Preparações). No final vitória de Jordan, Pilz foi o segundo, Dal Bem o terceiro, Ricardo Sena ficou fechou a prova quarta colocação e Fernando Machado completou o pódio na quinta colocação.

Jordan Martini

Jordan Martini

Guto Crizel foi o vencedor da Estreantes e Importadas de ponta a ponta
Com a alteração feita pela direção de prova na programação, a ordem de largada foi alterada, com isso, as categorias Estreantes Importadas e VX2 alinharam no gate. Na largada José Augusto Crizel-Pelotas (JA Transportes/Gas Brod-Liquigas/Volcan Performance-RaceTech) assumiu a liderança da prova, com Marcelo Llambi-Chui (Curso Motocross Maycon Rotta/Loja de Ropa La Bambina/Armeria Safari) e Sérgio Moraes-Sta. Cruz do Sul (Transpick Transportes/Works Suspensões e Motor) colados logo atrás. Antes de completar a segunda volta Sérgio já ocupava a segunda colocação e partia para o ataque a Crizel, mas o bom rendimento do líder da prova evitou qualquer ataque do piloto de Santa Cruz do Sul. No final, pela categoria Estreante, vitória de Crizel, com Moraes em segundo, Nicole Manzke, em uma ótima prova fechou na terceira colocação, Leonardo Lemes-Sta. Vitória do Palmar (Seco Bombas Injetoras) foi o quarto colocado e Weslen Gomes-Camaquã (JC Materiais de Construção/Madereira JC) fechou o pódio na quinta colocação. Pela categoria VX2, vitória de Crizel, com Moraes em segundo, Marcelo Llambi foi o terceiro colocado, Leonardo Lemes foi o quarto colocado e Weslen Gomes completou o pódio na quinta colocação.

Vitórias de Refatti na VX3 Nacional e Moíses na VX4 Nacional
As categorias VX3 e VX4 Nacional também alinharam juntas no gate. Na largada Luciano De Conto-Passo Fundo (Tornearia Bramatti/Trevipart/Mecânica Zapanetti/Teta Motos/Motul) e Luiz Refatti-Alegrete (Preto Ar Condicionado/Lezy Rotor Axial/Cereais Dal Bem/Douglas Preparações-Uruguaiana) assumiram as duas primeiras colocações, logo atrás Elder Pirolli-Tapejara (Kimoto/ProTork/Pampa Motos)/Mecânica Zapanetti) e Moisés Folha (Cristal) disputavam a terceira colocação. Antes da metade da prova Refatti aproveitou um erro de traçado de De Conto e assumiu a liderança da prova para não largar mais. No final, pela categoria VX3 Nacional, vitória de Refatti, De Conto em segundo, Eder Pirolli em  terceiro, Carlos Eduardo Borba-Rio Grande (Mecânica Cuca/Laus Pizzaria/Alemão Graphics) em quarto e Caio Bom Reis-Rio Grande (Caio Pescados/Gil Motos) na quinta colocação. Pela categoria VX4 Nacional, vitória de Moisés, Elder Pirolli em segundo, Carlos Eduardo Borba em terceiro e Caio Bom Reis na quarta colocação.

As duas categorias irão definir o campeão em Santa Maria, na VX3 a briga está entre Luciano de Conto e Luiz Refatti, Elder Pirolli está na briga pelo vice-campeonato. Na VX4 a briga esta apertada entre Elder Pirolli e Moisés Folha.

Luiz Refatti

Luiz Refatti

Fabiano Ribeiro venceu a Intermediária e conquistou o título
Com uma ótima largada Fabiano Ribeiro-Passo Fundo (Loma Noivas/Bato Fitness/ArtCross/Mecânica Zapanetti/TBT)  venceu a categoria Intermediária de ponta a ponta. Na largada, Fabiano assumiu a ponta com Sérgio Moraes-Sta. Cruz do Sul (Transpick Transportes/Works Suspensões e Motor) em segundo, os dois lideram a classificação da categoria, Fabiano é o líder e Sérgio o vice. Sérgio tentou superar o barro e o ótimo ritmo de Fabiano, mas não teve sucesso, terminando a prova na segunda colocação, Eloy Xavier-Sta. Vitória do Palmar (Floricultura Xaxá/Abastecedora Donatos) foi o terceiro colocado, Henrique Guaresi-Flores da Cunha (Casabella Construtora/Guaresi Imóveis/Vinhos Galiotto/M3Parts/Martini Racing) o quarto colocado e Héctor Souza-Sta.Vitória do Palmar (Moto Lucas) completou o pódio na quinta colocação. Com a vitória Fabiano conquistou de forma antecipada o título de campeão da temporada na categoria Intermediária.

Fabiano Ribeiro

Fabiano Ribeiro

Emerson Rafael venceu e ficou perto do título na 230
A categoria 230cc praticamente definiu o seu campeão em Santa Vitória do Palmar. Emerson Rafael da Silva-Gramado Xavier (Supermercado Flor da Serra/Gigi Preparações) fez uma ótima largada e assumiu a liderança da prova para vencer de ponta a ponta e de quebra, praticamente garantiu o título da temporada. Ivan Pilz-Mato Leitão (Agropecuária Pilz), adversário direto sofreu uma queda na largada, tendo que fazer prova de recuperação. Jordan Martini não largou tão bem como na Novatos e sofreu várias quedas, mas, mesmo assim conseguiu chegar na segunda colocação. No final, vitória de Emerson Rafael, Jordan Martini (Rigol Competições/Auto Giro Veículos/Azzurra Yamaha Team/MMF Racing/República Pub/Guilherme “Merendão” Vieira/Moto Tech/Canis e Felis/Tio Talle Bombas) em segundo, Fernando Machado-Rio Grande (Quevedo Preparações) foi o terceiro colocado, Alexandre Dal Bem-Ibiraiaras (Cereais Dal Bem/MI Metalúrgica/Gil Motos-Pelotas) foi o quarto colocado e Adan Diego Medina-Sta. Vitória do Palmar (Honda Sta. Vitória) fechou o pódio na quinta colocação.

Rodrigo venceu a VX3 e assumiu a vice liderança
Fabiano Ribeiro-Passo Fundo (Loma Noivas/Bato Fitness/ArtCross/Mecânica Zapanetti/TBT) tem um novo concorrente ao título na última etapa do campeonato. Rodrigo Volcan-Pelotas (Extreme Suplementos/Volcan Performance/Vó Nelda/Borracharia Pedro Osório/JA Transportes) mostrou mais um vez que tem ótimo desempenho em pista embarrada e venceu a categoria de ponta a ponta, Fabiano, que largou em segundo, tentou encostar em Volcan durante toda a prova para tentar a ultrapassagem, mas teve que se contentar com a segunda colocação, . Eduardo Timm Bergmann-S. Lourenço do Sul (Pro Computer/Herbalife/Motomania/ProRace), foi o terceiro colocado, Cleomenes Gomes-Camaquã (JC Materiais de Construção/Madereira JC) foi o quarto colocado e Lauthério Brauch-S. Lourenço do Sul (Steins Malhas/EMS Genéricos/Agafarma da Deodoro/Willrich Ind. Têxtil/Paulinho Moto Peças/Herbalife) fechou o pódio na quinta colocação. Com o resultado obtido e a ausência de Maiara Basso, Volcan assume a segunda colocação e vai para a última etapa com chances confirmar o vice-campeonato, já para Fabiano, a meta foi alcançada, com uma etapa de antecedência ele conquista mais um título antecipado na temporada.

Felippe Menuzzi venceu e conquistou o título na 85
Quando a categoria 85cc alinhou no gate, a pista já apresentava melhores condições, o barro ainda estava presente em muitos lugares, mas o terreno já estava mais firme, as motos não escorregavam com tanta facilidade. Com estas condições Felippe Menuzzi-Dom Pedrito (Joel Oficina de Motos/Terramar Terraplanagem/Curso Motocross Maycon Rotta) e Jordan Souza-Santa Vitória do Palmar (JordanSat Antenas Parabólicas) foram para o tudo ou nada para somar pontos na busca do título. Na largada, com muito arrojo, Menuzzi levou a melhor assumindo a ponta da prova, Kamila Rocha-Chui (Restaurante Mariela), Jordan Souza e Michel Andrade-Dom Pedrito (Joel Oficina de Motos/Lancheria e Pizzaria do Alemão) entraram na reta lado a lado em busca da segunda colocação. Antes de completar primeira volta Michel assumiu o segundo lugar, com Kamila em terceiro e Jordan em quarto. Enquanto Felippe abria uma boa vantagem na frente Jordan errava muito e passava trabalho com a pista. No final vitória de Felippe, Michel Andrade em segundo, Jordan em terceiro , Fagundo Cebagio-Uruguai na quarta colocação e Florencia Cuña-Rio Branco/Uruguai. Com o resultado Felippe conquista o título de campeão da temporada por antecipação.

Felippe Menuzzi

Felippe Menuzzi

Emerson Silva e Claiton Portela venceram prova dupla
As categorias 4T Livre e Nacional Força Livre alinharam juntas para disputar a penúltima largada da etapa de Santa Vitória do Palmar. Assim que caiu o gate Claiton Portela-Passo Fundo (CR Serviços Empresariais/Lavagem Portela/Tornearia Bramatti) assumiu a liderança da prova seguido por Emerson Rafael da Silva-Gramado Xavier (Supermercado Flor da Serra/Gigi Preparações) e Márcio Vizentim-Flores da Cunha (Morangos Vizentim/Vinhos e Casa Galiotto/G3 Incorporadora/RR Motorace/Mecânica do Pepino) e Maicon Galiotto-Flores da Cunha (Morangos Vizentim/Vinhos e Casa Galiotto/G3 Incorporadora/RR Motorace/Mecânica do Pepino), mais atrás, após uma queda na entrada da pista, Jordan Martini-Santa Maria (Rigol Competições/Auto Giro Veículos/Azzurra Yamaha Team/MMF Racing/República Pub/Guilherme “Merendão” Vieira/Moto Tech/Canis e Felis/Tio Talle Bombas) e Diovane Anselmi-Morro Redondo (Unitel Transformado/Retífica do Albio/Posto Gaúcho/Gilvan Motos) tiveram que correr atrás do prejuízo. Antes de completar a primeira volta Emerson assumiu a primeira colocação. O panorama da prova só teve alteração quando Diovane e Jordan  ultrapassaram Maicon Galiotto e Luciano de Conto-Passo Fundo (Tornearia Bramatti/Trevipart/Mecânica Zapanetti/Teta Motos/Motul ). No final, pela categoria 4 Tempos Livre, vitória de Emerson, com Claiton em segundo, Márcio Vizentim em terceiro, Diovane em quarto e Jordam na quinta colocação. Pela categoria Nacional Força Livre, vitória de Claiton, com Márcio em segundo, Diovane em terceiro, Jordan em quarto e Maicon Galiotto na quinta colocação. Com estes resultados, os pilotos Márcio Vizentim, Diovane Anselmi e Claiton Portela irão disputar palmo a palmo o título das duas categorias.

Claiton Portela

Claiton Portela

Fabiano Ribeiro venceu a categoria VXPró
O Rinaldi Gaúcho de Velocross despediu-se de Santa Vitória do Palmar com a categoria VXPró. Na largada Fabiano Ribeiro-Flores da Cunha (Loma Noivas/Bato Fitness/ArtCross/Mecânica Zapanetti/TBT)  assumiu a liderança da prova seguido por Rodrigo Volcan-Pelotas (Extreme Suplementos/Volcan Performance/Vó Nelda/Borracharia Pedro Osório/JA Transportes). Rodrigo tentou encostar no líder para tentar a ultrapassagem, quatro voltas depois Volcan passou administrar a segunda colocação que já era ameaçada por Marcelo Llambi-Chui (Curso Motocross Maycon Rotta/Loja de Ropa La Bambina/Armeria Safari). No final vitória de ponta a ponta de Fabiano, Volcan foi o segundo, Marcelo Llambi o terceiro colocado, Máximo Brito/Santa Lúcia/Uruguai  foi o quarto colocado e Martin Rizzo/Jaguarão completou o pódio na quinta colocação.

Clique aqui e confira a classificação do campeonato Gaúcho de Velocross 2012

No resultado do Desafio Internacional, o Brasil foi vitorioso, levantando o troféu nas categorias VX3, VX2 e VXPró. A grande final do campeonato Gaúcho de Velocross acontecerá nos dias 24 e 25 de novembro, na cidade de Santa Maria, na região central do Estado.

O campeonato Gaúcho de Velocross 2012 tem o patrocínio master da Rinaldi, Total Distribuidora Moto Peças Ltda., IMS e Mobil, co-patrocínio da Belparts e SobreRodas e apoio da  Mecânica Zapanetti, M3Parts/Revenda Kawasaki, Vitrine da Moto, Farover, Octano Graphics, Kimoto, SSul e Artemoto.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly