Rafael Faria – Série Avaliando 2012

Por Jorge Soares | Fotos por Divulgação | 10 de dezembro de 2012 - 10:36

Ele já vinha provando há algum tempo que era um dos talentos da nova geração de piloto do Motocross do Brasil, já estando em equipes de ponta do Motocross nacional, como Pro Tork Racing Team, Oásis Team, LS Racing, Dunas Team, e na metade da temporada 2011 ele entrou na equipe privada Flying Racing. E para entrar definitivamente na galeria de grandes pilotos do Motocross no Brasil, Rafael Faria se tornou neste sábado, campeão do Arenacross 2012 na categoria MX2.

Confira agora com exclusividade aqui no site, a versão de Rafael Faria para a ‘Série Avaliando 2012″, que a algum tempo já vinha com plnaos de colher bons resultados nas competições nacionais, este ano consegiu. Além do título no Arenacross, Rafael foi membro do Team Brasil no Motocross das Nações disputada na Bélgica.

Mundox – Rafael, no geral, qual a avaliação que você faz das suas participações nos campeonatos que competiu na temporada 2012.

Rafael Faria – Com certeza foi um ano de muita evolução, tanto na pilotagem, como na minha imagem, onde consegui mostrar minha velocidade e minha personalidade para quem não me conhecia. Me preparei muito durante a pré-temporada, e estava realmente focado nos títulos dos campeonatos nacionais, tanto na Superliga de Motocross, como no Brasileiro de  Motocross. Como o ano foi marcado de muitas corridas por haver dois campeonatos de Motocross, isso acabou me prejudicando, pois minha moto chegou uma semana antes do ínicio dos campeonatos, e só consegui achar o acerto melhor para mim na reta final do campeonato.

Na Superliga de Motocross terminei a temporada na quarta colocação na MX2, chegando na última etapa com poucas chances de ser campeão, mas brigando pelo título. No Brasileiro de Motocross fiz apenas as três primeiras etapas, onde uma bateria minha moto quebrou e minha equipe como já não queria que nós fizessemos o Brasileiro de Motocross, pediu para focarmos na Superliga, onde tinhamos chance de títulos.

Mundox – Você considera que sua pré-temporada para a temporada 2012 foi a ideal para enfrentar as competições deste ano que está se encerrando ?

Rafael Faria

Rafael Faria

Rafael Faria – Sempre trabalhei duro nas pré-temporadas em que não me machuquei nos anos anteriores, mas esse ano como haveria dois campeonatos e a cada ano que passa o Motocross vem evoluindo muito sua velocidade, planejei uma pré-temporada  mais pesada. Busquei trabalhar com pessoas que atuam em outros esportes profissionalmente, e isso deu muito resultado. Nunca fui muito bom em largadas e esse ano não foi diferente. Em quase todos as etapas largava no pelotão intermediário e vinha em uma excelente recuperação, isso atribuo ao meu trabalho durante a pré-temporada.

Mundox – Qual a corrida que você considera que tenha sido a sua melhor do ano ?

Rafael Faria – Com certeza foi a segunda etapa da Superliga de Motocross em Salvador. Lá encontrei vários tipos de dificuldades, minha moto não estava bem acertada, muito calor, a pista era muito ruim e ainda tive uma queda na segunda bateria. Mesmo com todas as dificuldades me superei fazendo duas grandes provas, onde acabei saindo com a vitória da etapa.

Mundox – Faça uma avaliação comparando alguma evolução na sua pilotagem, preparação física ou  mental de 2011 para 2012.

Rafael Faria – Sempre fui um piloto rápido e com chances de brigar por vitórias e títulos, mas sempre foram os pequenos detalhes que me tiravam do caminho de conquistar bons resultados. Um deles em 2011 comecei o ano vencendo a primeira bateria da Superliga de Motocross, mas durante a temporada acabou acontecendo alguns desentendimentos com a equipe em que eu estava e isso foi prejudicando meu rendimento, acabou que no final da Superliga de Motocross conversamos e optei por sair da equipe, e foi ai que surgiu uma conversa com a equipe Flying Racing para eu fazer o Arenacross.

É uma equipe com apenas dois anos de experiência, mas ali me sinto muito tranquilo em fazer meu trabalho. Esse ano também realizei um sonho de poder defender o Brasil no Motocross das Nações. Foi uma grande experiência para mim pois tive a chance de estar andando na pista mais difícel do mundo com os melhores pilotos do mundo, e vou me preparar para que 2013 possa estar novamente representando meu país.

Rafael Faria

Rafael Faria

Mundox – Quais foram seus patrocinadores na temporada 2012, e com quais você já renovou para a temporada 2013 ?

Rafael Faria – Em 2012 quem esteve comigo foi a equipe Flying Racing, Yamaha, Moto Savages, ASW, Morato Racing, Pirelli, Serginho Suspensões, Putoline e 5inco. Para 2013 já estive conversando com algumas equipes, mas ainda está muito cedo, preferi me focar na  final do Arenacross neste último sábado, onde acabei me sagrando campeão do campeonato na categoria MX2.

Mundox – Como você avalia a organização de um modo geral dos campeonatos que você participou na temporada 2012.

Rafael Faria –  Depois de estar competindo no MX das Nações pude ver que nosso esporte aqui no Brasil está uns 10 anos atrasado, começando pela forma em que os pilotos são tratados. Todos sabem que o futebol é muito forte em nosso país, mas precisamos de pessoas que corram atrás de recursos para melhorar a divulgação do Motocross, que ainda é muito fraca.

Os níveis de nossas pistas são muito ruins, e os pilotos reclamam e nada é feito. Quer dizer fazem, mas fazem coisas que não tem nada a ver, como um salto que nenhum piloto consegue fazer. Os pilotos são os que fazem o show, então precisamos de mais reconhecimento, respeito, profissionalismo e pessoas que pensem mais no esporte e menos em ganhar tanto dinheiro.

Mundox – Agora a palavra e o espaço são seus.

Rafael Faria – Só quero agradecer a Deus por me dar forças durante esses 15 anos de carreira, ao meu pai, Carlos Faria, que é o grande guerreiro da história, a minha namorada Kelly, por estar sempre ao meu lado e me levantar nos momentos mais difíceis, a minha família, aos meus patrocínadores e a todos os meus fãs que torcem pelo meu sucesso. Obrigado !!!

Perfil do piloto Rafael Faria
Nome completo : Rafael da Silva Faria
Data de nascimento : 31 de maio de 1989
Cidade onde nasceu : Rio Branco do Sul – PR.
Cidade onde mora : Rio Branco do Sul – PR.
Apelido : Faria
Motos atuais : Yamaha YZF 250
Principais títulos : Bi-campeão Brasileiro de VX e Tetra campeão paranaense de MX
Ídolo no Motocross Nacional : Paulo Stédile
Pista de Motocross favorita no Paraná : CT Paulo Stédile
Pista de Motocross favorita no Brasil : Cachoeiro de Itapemirim – ES.
Comida favorita : Arroz e feijão
Bebida favorita : Sucos e água
Comida nos dias de corridas : Arroz, massa e saladas
Bebida nas corridas : Água
Lazer preferido : Namorar e jogar games
Esporte preferido fora o Motocross : Ciclismo
E-mail : [email protected]
Facebook : Rafael Faria

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly