RS venceu o Sul-Brasileiro de Supercross no Paraná

Por André Charão | Foto por Divulgação | 10 de dezembro de 2012 - 18:06

A cidade de Céu Azul, no oeste do Paraná, recebeu neste último final de semana, 8 e 9 de dezembro, a etapa única do campeonato Sul-Brasileiro de Supercross 2012, prova esta que além da premiação individual para os pilotos, também valia como competição entre as Federações do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, com pilotos convidados do Brasil e Paraguai. Nove pilotos em cada time, divididos, sendo seis na categoria Pró e três na categoria 85.

A Federação Gaúcha de Motociclismo – FGM usou o ranking do campeonato Gaúcho de Motocross para convocar o time do Rio Grande do Sul, sendo que alguns pilotos desta ordem não puderam participar. Leonardo Sebben e Leonardo Dambrós, que seriam convocados não puderam participar, pois estavam disputando títulos no campeonato Regional de Motocross. Nicolas de Oliveira da categoria 85 caiu em Panambi e também desfalcou o time. Ainda teve o Leonardo Limberger ‘Poti’, que por problemas de ordem pessoais desistiu na sexta feira à noite. E Marcos Cordeiro que não compareceu depois de confirmar a sua participação.

“Tivemos muita sorte, pois os irmãos Basso levaram a irmã Maiara para torcer e a participação dela e do Henrique Nicoletti (que entrou no time na sexta-feira a noite) acabou sendo fundamental, caso contrário já largaríamos em desvantagem, pois os resultados dos pilotos que não foram para a bateria final também somavam pontos na briga pelo troféu das Federações”, declarou Paulo Della Flora, presidente da FGM.

O time da FGM largou com Douglas ‘Duda’ Parise, Lucas Basso, Mateus Basso, Maiara Basso, Gustavo Roratto e Gabriel Carbonera na categoria Pró, e Gabriel Della Flora, Henrique Araújo e Henrique Nicoletti na 85.

Equipe do Rio Grande do Sul no Sul-Brasileiro de Supercross

Equipe do Rio Grande do Sul no Sul-Brasileiro de Supercross

Na categoria Pró, o RS consegui colocar cinco pilotos na bateria final. Duda Parise foi segundo colocado na geral sendo uma das grandes atrações da prova, depois de uma má largada. Gustavo Roratto também largou atrás e fechou na quarta colocação. Lucas Basso, mesmo com com os dois pneus furados no final da bateria fechou na quinta colocação. Mateus Basso foi o sétimo colocado e Gabriel Carbonera foi o décimo segundo depois de uma queda no inicio da bateria. Maiara Basso, que não foi para a final, se esforçou muito nas baterias classificatórias e ajudou  o time na pontuação geral.

Na 85 que foi disputada com 12 pilotos em duas baterias, Gabriel Della Flora foi segundo colocado na primeira e terceiro colocado na segunda bateria, conquistando o terceiro na geral, marcando a melhor volta da categoria. Henrique Araújo foi  o quinto colocado na primeira bateria e, mostrando muita determinação conquistou a quarta colocação na segunda bateria na última curva, fechando na quarta colocação na geral. Henrique Nicoletti foi sétimo nas duas baterias somando pontos importantes para o time da FGM.

“Sem dúvida o evento foi muito bacana. Quero parabenizar o pessoal da MZ Sports e da Federação do Paraná, pois trabalharam muito bem na organização. Já os nossos meninos e nossa menina foram demais. Eu sabia que precisávamos de união para vencermos as outras Federações, e eles foram além disto,  vibrando e torcendo um pelo outro como se fosse um Nações. Estou muito emocionado e realizado com tudo isto, pois tivemos um verdadeiro time e ainda fizemos a festa na casa dos paranaenses”, comemorou Paulo Della Flora, o Jabuti.

Para os pilotos, a experiência de disputar o Sul-Brasileiro nestes moldes, com premiação individual e por equipes foi muito interessante e muito prazerosa. “Sempre que competimos fora do nosso Estado, torcemos por nossos conterrâneos, mas confesso que assim  foi muito melhor, pois o resultado de cada um era essencial para o sucesso da nossa equipe. Foi sensacional”, comentou Duda Parise.

Sobre o chefe da equipe da FGM, Paulo Della Flora, Duda não poupou elogios. “Ele foi um dos grandes responsáveis pelo êxito da equipe. Nos manteve sempre bem informados durante a prova e soube motivar muito o grupo”, finalizou.

A FGM informa que já esta acertado entre as Federações do sul do Brasil a realização do Sul-Brasileiro de Motocross 2013 nos mesmo moldes, sendo que a 1ª etapa está confirmada para dias 23 e 24 de fevereiro em Taquaruçu do Sul. O formato e a convocação dos times será feito no inicio de 2013.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly