Prévia AMA Supercross 2013 – Anaheim1

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Divulgação | 04 de janeiro de 2013 - 9:34

Monster Energy AMA Supercross FIM World Championship 2013 começa neste sábado no Angel Stadium em Anaheim, e pela primeira vez em 40 anos, dez pilotos que possuem vitórias em suas respectivas carreiras na categoria 450, vão alinhar no gate para esta que promete ser uma temporada épica. Todos liderados pelo atual bicampeão Ryan Villopoto.

O campeonato de 2012 se desdobrou como uma guerra. Ao longo das 17 etapas, os cinco favoritos ao título foram forçados a perder corridas, ou em alguns casos por causa de lesão, o restante da temporada. Foram quatro vencedores diferentes nas quatro etapas iniciais. Este ano o páreo dever ser ainda mais duro, já que Justin Barcia estreia na categoria já figurando entre os favoritos ao título.

Villopoto venceu a segunda corrida em Anaheim no ano passado, e desde então não olhou mais para trás, conquistando várias vitórias consecutivas e garantindo o bicampeonato. Um duro golpe aconteceu com Trey Canard no ano passado. Um dos favoritos ao título, Canard já vinha lutando contra uma lesão no início da temporada, mas na terceira etapa em Los Angeles sofreu um acidente terrível, que resultou na fratura de três vértebras e uma lesão medular que o deixou fora das pistas por sete meses.

Parte da filosofia de Chad Reed é a consistência. Ele detém o recorde de pódios de todos os tempos, 119 em 148 corridas e é apenas um dos dois pilotos que venceu pelo menos uma corrida na categoria 450cc em nove temporadas. Das 148 corridas que disputou, Reed terminou 129 vezes entre os cinco primeiros, o que representa 85% de top five na carreira. Mas no ano passado, pela segunda vez em sua carreira ele foi forçado a se retirar da disputa do título por causa de uma lesão. Na disputa com Villopoto no Cowboys Stadium, Reed sofreu um acidente violento. O resultado foi fraturas na sexta vértebra, fraturas em duas costelas, na tíbia, na fíbula, no menisco e todos os ligamentos de um dos joelhos rompidos.

Reed_a3-2012

Chad Reed

“Eu vi um monte de coisas na minha carreira, boas e ruins. Eu tenho vivo ao máximo e acredito que isso me ajuda a permanecer motivado e comprometido com o que eu amo fazer nos fins de semana. Eu tenho muita sorte de estar sempre na luta por pódios, vitórias e títulos. E minha expectativa em 2013 não é diferente. Aprendi muito em 2012 e estou pronto para colocar isso em prática”, disse Reed.

A velocidade implausível de Stewart novamente se tornou seu pior inimigo em 2012. Ele caiu em sete das 11 corridas que disputou, mas ainda assim venceu dois Main Events. Após a vitória de número 44 em sua carreira, ele entrou para a lista de pilotos lesionados. Considerado o homem mais rápido do planeta, Stewart ou vence ou deixa de funcionar em 91% do tempo. Para quebrar este paradigma, ele precisa desacelerar para conquistar seu terceiro título. Sua porcentagem de vitórias em corridas onde ele não comete erros é de 84,62%. Quando foi campeão pela primeira vez em 2007, esta porcentagem foi de 100%.

stewart

James Stewart

“Vou ser veloz, mas provavelmente a consistência vai ser mais importante do qualquer outra coisa. Há um monte de adversários rápidos e todos querem vencer. Nenhum de nós pode se dar ao luxo de ter um fim de semana ruim este ano”, disse Stewart.

Sobre seu foco em quebrar o recorde de 72 vitórias do Rei do Supercross Jeremy Mcgrath, Stewart disse em entrevista recente para a revista ESPN: “o recorde vai cair, disso eu tenho certeza. Adoraria superá-lo mas isso vai me dar muito trabalho”.

No ano passado Ryan Dungey caiu durante uma sessão de treinos antes de St. Louis e fraturou a clavícula. Correu no sacrifício e finalizou em segundo, mas isso só piorou a lesão. Dungey foi forçado a passar por cirurgia e perdeu as cinco corridas seguintes. Fechou a temporada com duas vitórias consecutivas e terminou o campeonato em terceiro, dando a equipe oficial Red Bull KTM as primeiras vitórias de sua história na categoria 450cc e também o melhor resultado final no campeonato.

Dungey

Ryan Dungey

Após garantir o bicampeonato, quis o destino que Villopoto rompesse os ligamentos do joelho em Seattle, comprometendo todo o seu ano de 2012. Andrew Short aproveitou para vencer a primeira corrida de sua carreira na categoria principal.

Barcia estreia na 450cc como um dos favoritos ao título por ter sido campeão da categoria 250cc região Leste nas duas últimas temporadas, sendo que na conquista do bicampeonato no ano passado venceu seis das nove corridas e terminou com 45 pontos de vantagem sobre o vice-campeão. De 450cc venceu o Monster Energy Cup em outubro e um bom desafio na estreia é igualar Mcgrath e Dungey, únicos que venceram corridas no AMA Supercross no ano de estreia na categoria 450cc.

Somente o tempo, os pilotos mais rápidos do planeta e os próximos 17 finais de semana poderão dizer como será a temporada 2013 do maior e melhor campeonato de Supercross do mundo.

RV_a3-2012

Ryan Villopoto

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly