AMA Supercross 2013 – 2ª Etapa – Phoenix

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por GuyB | 13 de janeiro de 2013 - 15:48

Após a abertura em Anaheim, neste sábado muitas perguntas sondavam a segunda etapa do AMA Supercross disputada no Chase Field, em Phoenix, no Arizona. Eli Tomac seria capaz de conquistar sua segunda vitória consecutiva na categoria 250 costa Oeste ? E Davi Millsaps seria capaz de surpreender novamente na 450 ?

No fim das contas a noite foi toda vermelha e branca em Phoenix, mesma cor do Arizona Diamonds Back, time de Baseball que manda os jogos no Chase Field. Tomac venceu pela segunda vez consecutiva e Justin Barcia conquistou a primeira vitória de sua carreira na 450. Coincidentemente, Millsaps e Tomac saíram de Phoenix da mesma forma que chegaram. Com o number plate vermelho em suas respectivas motos !! Vamos então ao que aconteceu neste sábado, 12 de janeiro.

Categoria 450

Justin Barcia pode ser considerado um piloto fenomenal. Antes do campeonato começar, todos sabiam que ele seria um dos favoritos ao título, mas talvez poucos imaginassem que logo em seu ano de estreia na categoria ele conseguiria se estabelecer tão rápido na briga por vitórias. Em Anaheim venceu sua Heat e na corrida era o terceiro colocado, até sofrer uma queda nas voltas finais e terminar em sétimo.

s780_011213phxrace034

Largada da categoria 450 na etapa de Phoenix 2013

s780_011213phxrace010

Dianna Dahlgren a Miss Supercross 2013

Em Phoenix, com os nervos um pouco mais calmos, fez a melhor volta dos treinos classificatórios e venceu a Heat 1 por uma boa margem. No Main Event fez o holeshot e saiu na frente. Ninguém foi capaz de desafiá-lo e ele liderou todas as 20 voltas no Chase Field, conquistando a primeira vitória de sua carreira nas 450cc, naquela que foi apenas a sua segunda corrida no AMA Supercross competindo nesta categoria.

“Não tenho palavras para explicar como estou feliz neste momento. Não achei que esta vitória viria tão cedo. Mantive uma tocada suave, mas a pista estava super escorregadia. Foi uma grande noite para mim”, disse Barcia. Esta também foi à ocasião número 56 que um piloto diferente vence a categoria 450cc em Phoenix.

s780_011213phxrace035

Davi Millsaps e Chad Reed

s780_011213phxrace036

Trey Canard

Atrás de Barcia uma batalha interessante se desenrolava. O bicampeão Ryan Villopoto largou em quarto e na segunda volta escorregou e caiu em uma curva para a esquerda, antes de um salto triplo, deixando para o australiano Chad Reed e o vencedor de Anaheim Davi Millsaps, a briga pela segunda e terceira posição. Eventualmente Trey Canard, companheiro de Barcia na equipe Muscle Milk Honda, e Villopoto, recuperado do tombo, também entraram na disputa. Os quatro fizeram uma disputa dura porém inteligente, mas não o suficiente para alcançar Barcia.

Quando Villopoto apertou o ritmo, Canard ultrapassou Reed, e o piloto da Kawasaki aproveitou para fazer o mesmo. Então Canard pegou a segunda posição de Millsaps, e novamente Villopoto seguiu o exemplo. Canard abria uma ligeira vantagem sobre Villopoto, sendo que os dois haviam alternado diferentes voltas rápidas no decorrer da corrida. Mas então Canard errou em uma sessão de encaixes e caiu, há uma volta e meia do final, perdendo posições para Villopoto, Millsaps e Reed. Villopoto garantiu a segunda posição e Millsaps completou o pódio em terceiro. Reed foi o quarto e Canard completou os cinco primeiros. Villopoto marcou a volta mais rápida da corrida.

s780_011213phxrace037

James Stewart e Ryan Villopoto

s780_011213phxrace039

Kevin Windham

Nas demais posições, Jake Weimer foi o sexto, James Stewart o sétimo, Ryan Dungey o oitavo, Andrew Short o nono e Josh Grant completou os dez primeiros. Pretendentes ao título, Stewart e Dungey não tiveram suas melhores noites. Stewart ainda está sofrendo com a lesão no joelho sofrida na semana passada, mas ao lado de Barcia ele foi o mais rápido durante os treinos classificatórios e venceu a Heat 2.

Estava muito frio durante todo o dia e toda noite em Phoenix, e aos a corrida Stewart admitiu que isso teve um efeito negativo sobre ele. Dungey caiu na primeira volta de sua Heat e teve que encarar a Last Chance Qualifier. Na referida repescagem classificou-se em segundo, após outra má largada e tentativas frustradas de ultrapassar o vencedor, Jimmy Albertson. Na corrida novamente começou mal, largando apenas em décimo sexto. Conseguiu se recuperar e finalizar em oitavo.

s780_011213phxrace040

Davi Millsaps e Ryan Villopoto

s780_011213phxrace041

Justin ‘Bambam’ Barcia no salto de chegada após 20 voltas

No campeonato Millsaps segue na liderança, agora com 45 pontos. Barcia é o segundo com 39, Canard o terceiro com 38 e Reed o quarto com 36. Dungey fecha os cinco primeiros com 33 pontos. Villopoto ocupa a sétima posição e Stewart a nona, ambos com 27 pontos.

s780_011213phxrace042

Villopoto e Barcia se cumprimentam após a chegada em Phoenix

s780_011213phxrace043

Pódio da categoria 450 em Phoenix com Villopoto, Barcia e Millsaps

Resultado da segunda etapa do AMA Supercross 2013 na categoria 450
1. Justin Barcia (Honda)
2. Ryan Villopoto (Kawasaki)
3. Davi Millsaps (Suzuki)
4. Chad Reed (Honda)
5. Trey Canard (Honda)
6. Jake Weimer (Kawasaki)
7. James Stewart (Suzuki)
8. Ryan Dungey (KTM)
9. Andrew Short (Honda)
10. Josh Grant (Yamaha)
11. Kevin Windham (Honda)
12. Broc Tickle (Suzuki)
13. Kyle Chisholm (Yamaha)
14. Weston Peick (Suzuki)
15. Justin Brayton (Yamaha)
16. Matt Lemoine (Kawasaki)
17. Matt Goerke (KTM)
18. Vince Friese (Honda)
19. Jimmy Albertson (Honda)
20. Mike Alessi (Suzuki)

Classificação da categoria 450 após duas etapas
1. Davi Millsaps – 45 pontos (1 vitória)
2. Justin Barcia – 39 (1 vitória)
3. Trey Canard – 38
4. Chad Reed – 36
5. Ryan Dungey – 33
6. Jake Weimer – 31
7. Ryan Villopoto – 27
8. Andrew Short – 27
9. James Stewart – 27
10. Josh Grant – 21
11. Kevin Windham – 21
12. Justin Brayton – 18
13. Kyle Chisholm – 16
14. Weston Peick – 14
15. Matt Goerke – 13
16. Broc Tickle – 12
17. Matt Lemoine – 11
18. Vince Friese – 7
19. Robert Kiniry – 2
20. Jimmy Albertson – 2 pontos

Categoria 250 Costa Oeste

Na 250cc costa Oeste houve muito menos drama em relação à categoria principal. Até agora o atual campeão, Eli Tomac, provou estar um degrau acima da concorrência. Mesmo sem uma excelente largada no Main Event, Tomac foi capaz de assumir a liderança e conquistar sua segunda vitória consecutiva.

s780_011213phxrace024

Largada da categoria 250 Oeste na etapa de Phoenix

s780_011213phxrace025

Martin Dávalos

“Estou eufórico. Minha segunda vitória consecutiva na temporada e vencer em Phoenix é especial, tenho muitos amigos e familiares aqui. No passado não fiz grandes corridas aqui, mas hoje venci e isso é incrível”, disse Tomac.

s780_011213phxrace026

Eli Tomac e Zach Osborne

s780_011213phxrace027

Jessy Nelson

O equatoriano Martín Davalos começou a noite com um tombo assustador em sua Heat Race, mas se recuperou ao vencer a LCQ. Na corrida, Davalos perdeu o holeshot para Jessy Nelson, mas antes de completar a primeira volta já havia assumido a liderança. Tomac largou na quinta posição e ultrapassou Davalos na sétima volta. Faltando duas voltas para o fim, o alemão Ken Roczen estava perseguindo Davalos. Os dois chegaram a colidir mas Roczen conseguiu a ultrapassagem na última volta.

s780_011213phxrace028

Martin Dávalos e Eli Tomac

s780_011213phxrace029

Cole Seely e Jessy Nelson

Davalos completou o pódio em terceiro, Cole Seely foi o quarto e Jessy Nelson completou os cinco primeiros. No campeonato Tomac lidera com 50 pontos, seguido por Roczen com 44 e Seely com 38. Ryan Sipes e Zach Osborne fecham os cinco primeiros com 29 pontos cada um.

s780_011213phxrace030

Kenny Roczen

s780_011213phxrace031

Tyla Rattray

A etapa em Phoenix foi prestigiada por uma multidão de quase 50 mil expectadores que lotou o Chase Field. No próximo sábado o campeonato volta para o Angel Stadium em Anaheim, na Califórnia, para a terceira etapa da temporada.

s780_011213phxrace032

Eli Tomac no salto de chegada após 15 voltas

s780_011213phxrace033

Tomac era só alegria após sua segunda vitória no AMA SX 250 Oeste

Pilotos Brasileiros

Infelizmente não foi a noite que a torcida e os pilotos brasileiros queriam em Phoenix. Na 450cc a Heat 1 durou apenas duas voltas para Antonio Balbi. Ele se envolveu no tombo com Dungey e abandonou a prova na última posição. Na LCQ andou bem mas finalizou apenas na décima primeira posição (somente os dois primeiros se classificam).

Na 250cc costa Oeste Jean Ramos alinhou na Heat 2. Caiu na largada, voltou na última posição e ultrapassou nove pilotos em seis voltas, finalizando em décimo primeiro e perdendo a classificação por apenas duas posições. Na LCQ foi o décimo segundo colocado.

Resultado da segunda etapa do AMA Supercross 2013 na categoria 250 Oeste
1. Eli Tomac (Honda)
2. Ken Roczen (KTM)
3. Martin Davalos (Kawasaki)
4. Cole Seely (KTM)
5. Jessy Nelson (Honda)
6. Zach Osborne (Honda)
7. Ryan Sipes (Suzuki)
8. Kyle Cunningham (Yamaha)
9. Joey Savatgy (KTM)
10. Christian Craig (Honda)
11. Max Anstie (Suzuki)
12. Tyla Rattray (Kawasaki)
13. Austin Politelli (Honda)
14. Josh Cachia (KTM)
15. Travis Bright (Honda)
16. Trevor Reis (Honda)
17. Michael Leib (Honda)
18. Malcom Stewart (KTM)
19. Topher Ingalls (Honda)
20. Jake Canada (Honda)

Classificação da categoria 250 Oeste após duas etapa etapas
1. Eli Tomac 50 – pontos (2 vitórias)
2. Ken Roczen – 44
3. Cole Seely – 38
4. Ryan Sipes – 29
5. Zach Osborne – 29
6. Kyle Cunningham – 23
7. Tyla Rattray – 22
8. Max Anstie – 22
9. Martin Davalos – 21
10. Joey Savatgy – 20
11. Christian Craig – 20
12. Malcom Stewart – 19
13. Jessy Nelson – 19
14. Jason Anderson – 18
15. Michael Leib – 15
16. Austin Politelli – 13
17. Blake Baggett – 7
18. Josh Cachia – 7
19. Travis Baker – 6
20. Travis Bright – 6 pontos

Próximas etapas do AMA Supercross 2013
Terceira Etapa – 19 de Janeiro – Dodger Stadium – Los Angeles
Quarta Etapa – 26 de Janeiro  – Oakland Coliseum – Oakland
Quinta Etapa – 2 de Fevereiro – Angel Stadium – Anaheim
Sexta Etapa – 9 de Fevereiro – Qualcomm Stadium – San Diego
Sétima Etapa – 16 de Fevereiro – Cowboys Stadium – Arlington
Oitava Etapa – 23 de Fevereiro – Georgia Dome – Atlanta
Nona Etapa – 2 de Março – Edward Jones Dome – St. Louis
Décima Etapa – 9 de Março – Daytona International Speedway – Daytona Beach
Décima Primeira Etapa – 16 de Março – Lucas Oil Stadium – Indianapolis
Décima Segunda Etapa – 23 de Março – Rogers Centre – Toronto
Décima Terceira Etapa – 6 de Abril – Reliant Stadium – Houston
Décima Quarta Etapa – 13 de Abril – Metrodome – Minneapolis
Décima Quinta Etapa – 20 de Abril – CenturyLink Field – Seattle
Décima Sexta Etapa – 27 de Abril – Rice-Eccles Stadium – Salt Lake City
Décima Sétima Etapa – 4 de Maio – Sam Boyd Stadium – Las Vegas

Próximas etapas do AMA Supercross 250 Costa Oeste 2013
Terceira Etapa – 19 de Janeiro – Dodger Stadium – Los Angeles
Quarta Etapa – 26 de Janeiro  – Oakland Coliseum – Oakland
Quinta Etapa – 2 de Fevereiro – Angel Stadium – Anaheim
Sexta Etapa – 9 de Fevereiro – Qualcomm Stadium – San Diego
Sétima Etapa – 6 de Abril – Reliant Stadium – Houston
Oitava Etapa – 13 de Abril – Metrodome – Minneapolis
Nona Etapa – 4 de Maio – Sam Boyd Stadium – Las Vegas

Calendário do AMA Supercross 250 Costa Leste 2013
Primeira Etapa – 16 de Fevereiro – Cowboys Stadium – Arlington
Segunda Etapa – 23 de Fevereiro – Georgia Dome – Atlanta
Terceira Etapa – 2 de Março – Edward Jones Dome – St. Louis
Quarta Etapa – 9 de Março – Daytona International Speedway – Daytona Beach
Quinta Etapa – 16 de Março – Lucas Oil Stadium – Indianapolis
Sexta Etapa – 23 de Março – Rogers Centre – Toronto
Sétima Etapa – 20 de Abril – CenturyLink Field – Seattle
Oitava Etapa – 27 de Abril – Rice-Eccles Stadium – Salt Lake City
Nona Etapa – 4 de Maio – Sam Boyd Stadium – Las Vegas

Shootout – Costa Oeste versus Costa Leste
Etapa Única – 4 de Maio – Sam Boyd Stadium – Las Vegas

Confira como foi a primeira etapa do AMA Supercross 2013
Primeira Etapa – 5 de Janeiro – Angel Stadium – Anaheim

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly