AMA Supercross 2013 – 4ª Etapa – Oakland

Por Renato Dalzochio Jr. | 27 de janeiro de 2013 - 21:47

O AMA Supercross seguiu neste sábado para Oakland, no norte da Califórnia, para a disputa da quarta etapa da temporada 2013, realizada no Overstock.com Coliseum. Na principal categoria, a 450, o atual campeão Ryan Villopoto foi o primeiro a conquistar duas vitórias na temporada, e com isso encostou em Davi Millsaps e Trey Canard, respectivamente líder e vice-líder na classificação do campeonato. Já na categoria 250 costa Oeste, o resultado final da corrida provocou uma grande reviravolta na classificação do campeonato. Confira como foram as disputas deste sábado, 26 de janeiro.

Categoria 450

Um grande acidente na primeira curva após a largada resultou em tombos generalizados. Entre os envolvidos estavam Justin Barcia, James Stewart e Chad Reed. Os dois primeiros abandonaram a corrida ainda na primeira volta, enquanto o australiano retornou na décima sétima posição.

Largada 450cc

Largada da categoria 450 na etapa de Oakland 2013

Justin Brayton e Ryan Villopoto

Justin Brayton e Ryan Villopoto

O atual campeão Ryan Villopoto, que não teve nada a ver com os problemas dos seus rivais, fez o holeshot e disparou na frente, conquistando de ponta a ponta sua segunda vitória na temporada, com poucos mais de 10 segundos de vantagem sobre o segundo colocado. Líder do campeonato, Davi Millsaps finalizou na segunda posição.

Davi Millsaps

Davi Millsaps

Chad Reed

Chad Reed

“Ganhar o holeshot lhe da uma grande vantagem. Fizemos algumas alterações hoje na moto que eu acredito que realmente me ajudaram. É uma longa temporada e vamos continuar trabalhando”, disse Villopoto.

O principal destaque da corrida foi o grande desempenho de Ryan Dungey e Trey Canard, que se recuperaram de largadas ruins para finalizar dentro do top 5. Dungey largou em nono e completou o pódio na terceira posição. Canard largou em décimo quarto e finalizou na quarta posição. Mike Alessi completou os cinco primeiros.

Ryan Dungey e Andrew Short

Ryan Dungey e Andrew Short

Ryan Villopoto

Ryan Villopoto

Com o desempenho visivelmente abatido em razão do tombo sofrido na largada, Chad Reed fez uma apática corrida de recuperação, não indo além do décimo segundo lugar na bandeira quadriculada.

Trey Canard

Vince Friese e Trey Canard

Queda de Trey Canard durante a disputa do Main Event em Oakland

Imagem de Amostra do You Tube

No campeonato, Millsaps segue na liderança isolada, agora com 85 pontos. Logo atrás aparecem Canard e Villopoto, separados por apenas um ponto (78 contra 77). Dungey é o quarto com 68 e Reed fecha os cinco primeiros com 65 pontos. No próximo sábado em Anaheim, o number plate vermelho segue com o número 18.

Villopoto vence

Villopoto vence em Oakland a sua segundo na temporada

Pódio 450cc

Pódio da categoria 450 em Oakland com Millsaps, Villopoto e Dungey

Heat 1 – Categoria 450
1. Davi Millsaps (Suz)
2. Ryan Dungey (KTM)
3. Trey Canard (Hon)
4. Justin Barcia (Hon)
5. Josh Grant (Yam)
6. Justin Brayton (Yam)
7. Andrew Short (Hon)
8. Matt Lemoine (Kaw)
9. Vince Friese (Hon)
 
Heat 2 – Categoria 450
1. Ryan Villopoto (Kaw)
2. James Stewart (Suz)
3. Mike Alessi (Suz)
4. Matt Goerke (KTM)
5. Kyle Chisholm (Yam)
6. Chad Reed (Hon)
7. Robert Kiniry (Yam)
8. Les Smith (KTM)
9. Cedric Soubeyras (Hon)

Last Chance – Categoria 450
1. Broc Tickle (Suz)
2. Jimmy Albertson (Hon)

Main Event – Categoria 450
1. Ryan Villopoto (Kaw)
2. Davi Millsaps (Suz)
3. Ryan Dungey (KTM)
4. Trey Canard (Hon)
5. Mike Alessi (Suz)
6. Andrew Short (Hon)
7. Matt Goerke (KTM)
8. Broc Tickle (Suz)
9. Vince Friese (Hon)
10. Justin Brayton (Yam)
11. Jimmy Albertson (Hon)
12. Chad Reed (Hon)
13. Kyle Chisholm (Yam)
14. Les Smith (KTM)
15. Robert Kiniry (Yam)
16. Josh Grant (Yam)
17. Cedric Soubeyras (Hon)
18. Matt Lemoine (Kaw)
19. James Stewart (Suz)
20. Justin Barcia (Hon)

Classificação do AMA Supercross categoria 450 após quatro etapas
1.   Davi Millsaps – 85 pontos (1 vitória)
2.   Trey Canard – 78
3.   Ryan Villopoto – 77 (2 vitórias)
4.   Ryan Dungey – 68
5.   Chad Reed – 65
6.   Andrew Short – 56
7.   Jake Weimer – 47
8.   Justin Brayton – 42
9.   Justin Barcia – 41 (1 vitória)
10.   Matt Goerke – 39
11.   James Stewart – 38
12.   Josh Grant – 37
13.   Broc Tickle – 35
14.   Kyle Chisholm – 30
15.   Mike Alessi – 25
16.   Vince Friese – 24
17.   Weston Peick – 22
18.   Kevin Windham – 21
19.   Matt Lemoine – 16
20.   Jimmy Albertson – 12 pontos

Categoria 250 Costa Oeste

Joey Savatgy fez o holeshot e saiu na frente, mas antes de completar a primeira volta já havia sido superado por Cole Seely. Ainda na primeira volta o alemão Ken Roczen assumiu a vice-liderança e iniciou a perseguição contra Seely.

Largada 250cc

Largada da categoria 250 na etapa de Oakland 2013

Cole Seely e Ken Roczen

Kenny Roczen e Cole Seely

Seely aproveitou um erro de Roczen para abrir pouco mais de três segundos de vantagem. Os dois foram marcando as voltas mais rápidas da corrida, com Roczen eliminando centésimos ou às vezes um segundo por volta em relação à Seely. A diferença foi caindo gradativamente e a ultrapassagem definitiva aconteceu na décima segunda volta. Após assumir a liderança, Roczen seguiu marcando voltas mais rápidas em relação à Seely, e recebeu a bandeira quadriculada com pouco mais de cinco confortáveis segundos de vantagem.

Eli Tomac

Eli Tomac

Jason Anderson

Jason Anderson

“Estou super feliz. Não tive uma boa largada e houveram muitas batidas de guidão no início. A equipe trabalhou muito bem, estou em forma e super feliz”, disse Roczen. Jason Anderson completou o pódio na terceira posição. O equatoriano Martín Davalos finalizou em quarto e Malcolm Stewart completou os cinco primeiros.

Queda de Eli Tomac durante a disputa do Main Event em Oakland

Imagem de Amostra do You Tube

O líder e atual campeão Eli Tomac teve uma noite para ser completamente esquecida. Largou mal, na oitava posição, e na segunda volta sofreu um tombo (já havia sofrido outro durante a Heat Race), retornando em décimo oitavo lugar. Na quinta volta Tomac caiu feio em uma das sessões de costelas. Aparentemente sentindo dores, o piloto demorou para se levantar e acabou abandonando a corrida. Foi por água abaixo sua invencibilidade e a liderança do campeonato.

Zach Osborne e Kyle Cunningham

Zach Osborne e Kyle Cunningham

Joey Savatgy, Ken Roczen, Jessy Nelson e Cole Seely

Joey Savatgy, Ken Roczen, Jessy Nelson e Cole Seely

Na classificação, Roczen assumiu a liderança isolada com 91 pontos. Seely é o segundo com 80. Tomac agora é o terceiro com 76 pontos. Zach Osborne aparece em quarto com 58 e Jason Anderson fecha os cinco primeiros com 52 pontos. Agora o number plate vermelho pertence à KTM número 94.

Ken Roczen vence

Kenny Roczen venceu sua primeira corrida na temporada 2013

Pódio 250cc

Pódio da categoria 250 em Oakland com Seely, Roczen e Anderson

Heat 1 – Categoria 250 Oeste
1. Jessy Nelson (Hon)
2. Tyla Rattray (Kaw)
3. Jason Anderson (Suz)
4. Cole Seely (Hon)
5. Jake Canada (Hon)
6. Christian Craig (Hon)
7. Eli Tomac (Hon)
8. Jean Carlo Ramos (Kaw)
9. Chris Plouffe (Hon)
 
Heat 2 – Categoria 250 Oeste
1. Ken Roczen (KTM)
2. Zach Osborne (Hon)
3. Martin Davalos (Kaw)
4. Joey Savatgy (KTM)
5. Malcolm Stewart (KTM)
6. Austin Politelli (Hon)
7. Kyle Cunningham (Yam)
8. Travis Baker (Yam)
9. Kade Mosig (Kaw)

Last Chance – Categoria 250 Oeste
1. Josh Cachia (KTM)
2. Killy Rusk (Hon)

Main Event – Categoria 250 Oeste
1. Ken Roczen (KTM)
2. Cole Seely (Hon)
3. Jason Anderson (Suz)
4. Martin Davalos (Kaw)
5. Malcolm Stewart (KTM)
6. Joey Savatgy (KTM)
7. Kyle Cunningham (Yam)
8. Austin Politelli (Hon)
9. Christian Craig (Hon)
10. Zach Osborne (Hon)
11. Tyla Rattray (KTM)
12. Travis Baker (Yam)
13. Jessy Nelson (Hon)
14. Chris Plouffe (Hon)
15. Jean Ramos (Kaw)
16. Josh Cachia (KTM)
17. Kade Mosig (Kaw)
18. Killy Rusk (Hon)
19. Jake Canada (Hon)
20. Eli Tomac (Hon)

Classificação do AMA Supercross categoria 250 Oeste após quatro etapas
1.   Ken Roczen – 91 pontos (1 vitória)
2.   Cole Seely – 80
3.   Eli Tomac – 76 (3 vitórias)
4.   Zach Osborne – 58
5.   Jason Anderson – 52
6.   Kyle Cunningham – 49
7.   Martin Davalos – 48
8.   Christian Craig – 47
9.   Malcolm Stewart – 45
10.   Tyla Rattray – 45
11.   Jessy Nelson – 38
12.   Joey Savatgy – 38
13.   Ryan Sipes – 31
14.   Austin Politelli – 26
15.   Max Anstie – 26
16.   Travis Baker – 23
17.   Jake Canada – 21
18.   Michael Leib – 16
19.   Josh Cachia – 12
20.   Jean Ramos – 10 pontos

Pilotos Brasileiros
Para nós brasileiros, a noite foi de alegria por um lado e infelicidade por outro. Na categoria 250cc costa Oeste, Jean Ramos alinhou na Heat 1 e se classificou para o Main Event ao finalizar na oitava posição. No Main Event ele finalizou em décimo quinto lugar, marcando seis pontos. Na classificação do campeonato o brasileiro ocupa a vigésima posição com 10 pontos.

“Back to the Main Event!! Na final andei muito duro, estava assustado com a pista, mas deu tudo certo!!!! Top 15 ;)! Estamos no caminho certo! Obrigado pelo apoio de toda a galera do Brasil e pelo grande incentivo dos meus patrocinadores e da minha equipe, que tornaram possível mais essa conquista”, resumiu Jean.

Antonio Balbi, representante brasileiro na categoria 450cc, infelizmente não teve a mesma sorte. Balbi alinhou na Heat 2, onde finalizou na décima segunda posição. Na Last Chance Qualifier ele foi o quarto colocado.

Ainda não foi desta vez que o mineiro conseguiu vaga em um Main Event, mas mesmo assim continua apresentando o mesmo bom desempenho das etapas anteriores, diante da temporada que está sendo considerada a mais equilibrada da história da categoria 450.

544031_505961982777691_196764657_n

Kawasaki do piloto brasileiro Jorge Balbi Jr.

Próximas etapas do AMA Supercross 2013
Quinta Etapa – 2 de Fevereiro – Angel Stadium – Anaheim
Sexta Etapa – 9 de Fevereiro – Qualcomm Stadium – San Diego
Sétima Etapa – 16 de Fevereiro – Cowboys Stadium – Arlington
Oitava Etapa – 23 de Fevereiro – Georgia Dome – Atlanta
Nona Etapa – 2 de Março – Edward Jones Dome – St. Louis
Décima Etapa – 9 de Março – Daytona International Speedway – Daytona Beach
Décima Primeira Etapa – 16 de Março – Lucas Oil Stadium – Indianapolis
Décima Segunda Etapa – 23 de Março – Rogers Centre – Toronto
Décima Terceira Etapa – 6 de Abril – Reliant Stadium – Houston
Décima Quarta Etapa – 13 de Abril – Metrodome – Minneapolis
Décima Quinta Etapa – 20 de Abril – CenturyLink Field – Seattle
Décima Sexta Etapa – 27 de Abril – Rice-Eccles Stadium – Salt Lake City
Décima Sétima Etapa – 4 de Maio – Sam Boyd Stadium – Las Vegas

Próximas etapas do AMA Supercross 250 Costa Oeste 2013
Quinta Etapa – 2 de Fevereiro – Angel Stadium – Anaheim
Sexta Etapa – 9 de Fevereiro – Qualcomm Stadium – San Diego
Sétima Etapa – 6 de Abril – Reliant Stadium – Houston
Oitava Etapa – 13 de Abril – Metrodome – Minneapolis
Nona Etapa – 4 de Maio – Sam Boyd Stadium – Las Vegas

Calendário do AMA Supercross 250 Costa Leste 2013
Primeira Etapa – 16 de Fevereiro – Cowboys Stadium – Arlington
Segunda Etapa – 23 de Fevereiro – Georgia Dome – Atlanta
Terceira Etapa – 2 de Março – Edward Jones Dome – St. Louis
Quarta Etapa – 9 de Março – Daytona International Speedway – Daytona Beach
Quinta Etapa – 16 de Março – Lucas Oil Stadium – Indianapolis
Sexta Etapa – 23 de Março – Rogers Centre – Toronto
Sétima Etapa – 20 de Abril – CenturyLink Field – Seattle
Oitava Etapa – 27 de Abril – Rice-Eccles Stadium – Salt Lake City
Nona Etapa – 4 de Maio – Sam Boyd Stadium – Las Vegas

Shootout – Costa Oeste versus Costa Leste
Etapa Única – 4 de Maio – Sam Boyd Stadium – Las Vegas

Confira como foram as primeiras etapas do AMA Supercross 2013
Primeira Etapa – 5 de Janeiro – Angel Stadium – Anaheim
Segunda Etapa – 12 de Janeiro – Chase Field – Phoenix
Terceira Etapa – 19 de Janeiro – Angel Stadium – Anaheim

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly