Entrevista com o promotor Kraitos Wongsawan

Por Renato Dalzochio Jr. | Foto por Divulgação | 01 de fevereiro de 2013 - 8:52

Kraitos Wongsawan, organizador do GP da Tailândia, segunda etapa do Mundial de Motocross 2013, é tão entusiasta quanto qualquer outro promotor de GP e está envolvido no esporte há muitos anos. Seu pai promoveu grandes provas de Supercross na Tailândia, e agora ele está fazendo seu melhor para que o campeonato tenha encontrado uma parada fixa na Tailândia. Confira alguns pontos que ele disse sobre a preparação do GP, e a importância da corrida para a área turística de Pattaya.

Pergunta – Você pode nos dizer o que tem feito com o circuito e os trabalhos realizados nos últimos meses ?

Kraitos Wongsawan – A pista é enorme e estamos fazendo todas as arquibancadas para os espectadores também. O circuito é do lado de uma colina. O visual será muito bom. A pista é feita de terra e areia, mas não igual à Lommel. Não será uma pista dura, será uma pista macia.

Pergunta – Olhamos na internet e percebemos que o local é muito bonito e turístico. Que tipo de público você espera ? Somente os fãs do Motocross ou os turistas de Pattaya também ?

Kraitos Wongsawan – O clima vai estar quente, provavelmente muito quente, e como estamos em uma área turística espero algo em torno de 30 mil espectadores, mas obviamente neste primeiro ano precisamos ver o que será possível. Temos um bom Motocross nesta área e junto com os fãs regulares também teremos muitos turistas da região. Os preços dos ingressos não são caros em relação aos preços normais. Os bilhetes vão custar 25 euros, mas para os moradores vamos fazer preços mais baixos porque tudo é mais barato na Tailândia.

Pergunta – Como você vai atrair os fãs do Motocross ? Que tipo de atividades você vai oferecer para os espectadores ?

Kraitos Wongsawan – Ah, esta área é muito mais uma área de férias, praias e as pessoas estão sempre de bom humor e felizes aqui. Os verdadeiros fãs do Motocross virão apenas para o Motocross. Já tivemos grandes eventos de Supercross e Motocross, há uma boa base de fãs aqui. Teremos também um monte de atividades durante o GP, DJs, música e uma espécie de parque de diversões e entretenimento para crianças e adultos. Estamos nos esforçando para realizar um evento realmente grande, já que queremos atrair turistas para o Motocross.

Kraitos Wongsawan

Kraitos Wongsawan

Pergunta – Que tipo de apoio vocês estão recebendo dos patrocinadores de fora ?

Kraitos Wongsawan – Teremos muitos patrocinadores de grande nome, como Mcdonalds e DC Shoes. Teremos uma grande área de vendas, com muitas lojas, a indústria está bastante envolvida. O interesse da mídia está muito bom. Na próxima semana teremos o lançamento do evento em Bangkok e contamos com grande apoio dos meios de comunicação tailandeses para o evento. Temos alguns subsídios do governo e da federação, e a comissão de turismo tem nos apoiado também.

Pergunta – Obviamente você espera que o evento seja uma oportunidade para os pilotos locais aprenderem, de modo que o crescimento do esporte melhora. O que você vai poder oferecer aos pilotos locais neste evento ?

Kraitos Wongsawan – Essa é uma boa pergunta. Vamos tentar classificar alguns pilotos tailandeses para a final de domingo. Temos cerca de 60 pilotos entre a MX1 e a MX2, e para ser honesto os pilotos tailandeses não são tão rápidos, mas essa é outra razão do porque organizar um GP vai elevar o nível deles e proporcionar uma chance de correr em um verdadeiro circuito de Mundial. Teremos corridas de apoio, uma final-B será realizada para estes e outros pilotos que não se classificarem para o evento principal.

Além da final-B teremos uma corrida do Campeonato Tailandês, e outra categoria de apoio é a monomarca Honda CRF 250R. Esta última é destinada aos pilotos amadores, já que a CRF é fabricada na Tailândia. Esta categoria é para os pilotos que não podem se dar ao luxo de gastar muito dinheiro com uma corrida. Também teremos uma corrida de classificação para os pilotos tailandeses envolvidos no GP, mas esta será realizada em outra pista diferente.

Pergunta – Que lembrança você quer que as pessoas levem do GP da Tailândia ?

Kraitos Wongsawan – Quero que as pessoas aproveitem o nosso evento e levem boas recordações. Toda esta área está sendo construída para proporcionar momentos bons e de diversão. Teremos um evento especial, que todos poderão desfrutar.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly