Stunt é reconhecido e terá campeonato Brasileiro

Por Comunic.Ativa | Fotos por Divulgação | 06 de fevereiro de 2013 - 15:16

Muita gente pratica essa modalidade sem saber. A cada zerinho no asfalto, a empinada com a motocicleta ou o famoso grau, que muitos apaixonados por motocicletas fazem pelas ruas a fora é um esporte. No entanto essas manobras precisam ser feitas com segurança e consciência. A melhor forma para isso é profissionalizar essa paixão, com regras, campeonatos e incentivo. Isso será feito nacionalmente a partir de agora com a criação do campeonato Brasileiro de Stunt.

Conhecido pelo mundo a fora como Wheeling, o esporte começou a ser praticado no Brasil na década de 80. Agora passou a ser chamado de Stunt. A modalidade que se resume a acrobacias de solo sobre duas rodas foi homologada pela Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, e será um dos campeonatos Brasileiros realizados em 2013.

O reconhecimento da modalidade aconteceu durante a assembleia geral da entidade, realizada nos dias 2 e 3 de fevereiro em Mogi das Cruzes, São Paulo. Leandro Callegas, o Veloz, que é presidente da Federação Brasileira de Wheeling, será o diretor da modalidade.

Stunt

A competição será realizada da seguinte forma : O piloto se apresenta em duas baterias. “Na primeira bateria o piloto tem cinco minutos para realizar manobras com a parte da frente e com a parte de trás da motocicleta. Já na segunda, são dois minutos e o grau dificuldade é maior porque o piloto já vem sem a parte da frente da moto. Com isso ele não pode errar”, explica Leandro Callegas.

A expectativa é de que o esporte seja ainda mais difundido a partir de agora aumentando o número de praticantes. “Eu me surpreendo a cada dia. Cada canto do Brasil que você vai é possível encontrar praticantes. Agora com o reconhecimento da CBM acredito que o esporte vai crescer mais ainda”, afirma o diretor de Stunt da CBM.

Stunt_

Os praticantes de Stunt em breve poderão fazer a filiação pelo site da CBM para poder participar do campeonato Brasileiro. A previsão é de que o calendário seja divulgado no mês de março.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly