Jorge Balbi Jr. desiste do AMA Supercross

Por Divulgação | Foto por Divulgação | 22 de fevereiro de 2013 - 7:34

O Brasil perdeu seu único representante na disputa da categoria principal do AMA Supercross 2013. Jorge Balbi Júnior resolveu abandonar a competição após permanecer três semanas em repouso para se recuperar de uma concussão, rápida perda de consciência ocasionada por pancada na cabeça. O acidente ocorreu durante a quinta etapa da temporada.

Balbi lamentou o fato, mas garante que esta é a melhor coisa a se fazer. “Foi uma decisão difícil, porém, levando em consideração a dificuldade que venho enfrentando devido ao nível do campeonato, a perda de ritmo que sofri em função deste tempo parado e o meu foco principal, que é retomar o título brasileiro de Motocross, tenho certeza que é o mais coerente”, explica.

Na quarta-feira, 20 de fevereiro, o mineiro de 30 anos repetiu os exames e foi liberado pelo médico para treinar com moto. Ontem mesmo ele voltou as pistas, só que de Motocross. A intenção é permanecer nos Estados Unidos por mais um mês para se dedicar a modalidade, retornando ao país pouco tempo antes do início da temporada nacional.

O atleta que representa a Pro Tork está em Perris, na Califórnia, e conta com uma variedade de pistas a sua disposição. “Tenho uma estrutura muito boa aqui, vou aproveitá-la para recuperar o ritmo. Acredito que 15 dias sejam suficientes. Quando eu voltar ao Brasil, serão necessários apenas alguns ajustes na moto e detalhes pequenos na estrutura da equipe”, afirma.

02_07_63adce974f835d777090e86aa243bcb6

Jorge Balbi Júnior

Estar preparado tecnicamente e fisicamente passa a ser sua meta. “Em 2012 me machuquei na pré-temporada, comecei o Brasileiro sem estar recuperado e, no fim, acabei perdendo o número um. Eu poderia seguir no AMA Supercross, mas a probabilidade de algo errado acontecer é grande e eu não quero passar por isso outra vez. Agradeço a Pro Tork por me apoiar nesta decisão e peço a compreensão dos fãs”, diz.

Balbi dá adeus a mais importante competição de supercross do mundo, porém, a surpresa é que a torcida pode aguardá-lo no AMA Motocross 2013. “É isso mesmo, vou conciliar os calendários e participar de algumas etapas do outdoor. O campeonato americano é incrível, me faz crescer muito. Não poderia deixar de estar presente”, finaliza Jorginho Balbi.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly