Série Perspectivas 2013 – Gustavo Roratto

Por Jorge Soares | Fotos por Bolívar Trindade | 22 de fevereiro de 2013 - 9:36

Dando seguimento a ‘Série Perspectivas 2013′, o terceiro entrevistado aqui no site Mundocross é o gaúcho Gustavo Roratto, piloto privado que em 2012 foi campeão Gaúcho de Motocross na categoria MX2. Saiba agora os planos de ‘Rorattinho’ para a temporada 2013 no Motocross. Com vocês, Gustavo Roratto. Boa leitura !!!

Placa de 5 segundos no ar, largou…

Mundox – Rorattinho antes de falar de 2013, comente sobre como foi tua temporada em 2012.

Gustavo Roratto – Para mim a temporada de 2012 foi a melhor da minha carreira. Consegui fazer uma boa pré-temporada, e acabei conseguindo ficar campeão de todos campeonatos que disputei, sendo eles o campeonato Gaúcho da categoria Intermediária MX2 e na MX2, Copa Noroeste de Motocross na MX1 e MX2, Copa Cidades de Motocross nas categorias MX1 e MX2, e da Copa Alto Uruguai de Motocross na MX1. Um ano perfeito.

Mundox – Você participou um campeonato de Verão de Motocross dentro do programa de pré-temporada e acabou se lesionando. O que aconteceu ? Qual foi sua fratura e qual a previsão de retorno as competições ?

Gustavo Roratto – Sim, eu estava fazendo uma ótima pré-temporada. Estava muito bem preparado, e na corrida acabei tendo uma queda na largada, vim da última posição e quando iriamos completar a terceira volta eu tinha acabado de fazer a ultrapassagem em cima do segundo colocado, que em um ato maldoso acabou batendo com a sua roda dianteira na balança traseira da minha moto, e me derrubando. A fratura que tive foi no braço esquerdo, no osso chamado úmero, e é considerada pelo médico uma fratura de grau grave. A previsão é que eu esteja de volta as pistas apartir da metade de abril.

55209

Gustavo Roratto

Mundox – Quais os campeonatos nacionais e estaduais que pretende disputar e em quais as categorias em cada um destes campeonatos ?

Gustavo Roratto –  No campeonato Gaúcho de Motocross pretendo defender o título na categoria MX2, participar do Gaúcho de Motocross na Intermediária MX1, e quem sabe participar da categoria MXPró. Já no campeonato Brasileiro de Motocross se conseguirmos mais apoio, faremos todo campeonato na categoria MX2.

Mundox – O que você achou da CBM ter criado o campeonato por equipes no Brasileiro de Motocross 2013 ?

Gustavo Roratto – Eu acho que para mim que vou andar privado vai ser a mesma coisa. Já para os pilotos que vão andar por equipes vai ser legal. Mais uma novidade que vai acirrar mais ainda o campeonato.

Mundox – Sobre a sua pré-temporada, o que você pretende fazer quando estiver liberado pelos médicos para andar de moto ?

Gustavo Roratto – Após ganhar o Ok do médico, pretendo me dedicar ao máximo para estar 100% preparado o mais rápido possível, já que essa lesão acabou atrapalhando todos meus planos para este começo de temporada.

523277_291286990979758_701140811_n

Gustavo ‘Rorattinho’

Mundox – Você vai disputar a temporada 2013 por qual equipe e quais os patrocinadores ?

Gustavo Roratto – Iremos andar novamente com equipe privada, e sobre os patrocinadores alguns acabamos renovando e outros estamos conversando.

Mundox – Já faz algumas temporadas que não se tem campeonato Brasileiro de Supercross. O que você acha sobre isto ? Gostaria que tivesse um Brasileiro de Supercross ? Se sim, relate aqui sua opinião sobre qual formato de competição, de pistas e quantas etapas deve ter este campeonato ?

Gustavo Roratto – Eu acho que é um campeonato que deveria voltar a acontecer. Gostaria muito que voltasse acontecer, e eu poder participar, pois gosto muito. O formato de competição ia ser muito bacana um formato igual o do AMA Supercross, e como temos no Motocross o campeonato nacional, estadual e os campeonatos de cada região, o bom seria um campeonato curto de umas cinco ou seis etapas.

Mundox – Você pretende disputar a etapa do Mundial de Motocross MX1/MX2 no Brasil, que será no mês de maio no Beto Carrero World ?

Gustavo Roratto –  Se eu for convidado pelas entidades do Brasil que cuidam desta área, pretendo andar sim. Seria um sonho andar ao lado de alguns ídolos.

Mundox – Agora a palavra e o espaço são todos seus.

Gustavo Roratto – Primeiramente eu quero agradecer aos meus familiares por me darem o total apoio, seja ele no Motocross ou fora dele. Aos meus patrocinadores, a todos aqueles que torcem por mim, e que estão mandando mensagens de apoio para minha recuperação. Muito obrigado mesmo.

Perfil do piloto Gustavo Roratto
Nome completo : Gustavo Roratto
Data de nascimento : 30 de junho de 1995
Cidade onde nasceu : Santa Rosa – RS.
Cidade onde mora : Santa Rosa – RS.
Apelido : Rorattinho
Moto atual : KXF 250
Número que usará no number plate em 2013 : 811
Principal título na carreira : Campeão Brasileiro de Motocross Categoria 65
Ídolo no Motocross Nacional : Milton ‘Chumbinho’ Becker
Ídolo no Motocross Internacional : Ken Roczen
Quem é para você uma lenda do MX Brasileiro : Pedro Bernardo Raymundo ‘Moronguinho’
Pista favorita no Rio Grande do Sul : Carlos Barbosa
Pista favorita no Brasil : Carlos Barbosa – RS.
Comida favorita : Strogonoff
Bebida favorita : Sucos
Comida nos dias de corridas : Massa
Bebida nas corridas : Shake
Tipo de filme preferido : Ação
Lazer preferido : Viagem com a família
Esporte preferido fora o Motocross : Futebol
E-mail : [email protected]
MSN : [email protected]
Facebook : Gustavo Roratto
Site : www.roratto811.blogspot.com.br

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly