Prévia do AMA Supercross em Indianápolis

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Divulgação | 16 de março de 2013 - 7:41

Hoje o AMA Supercross está no Lucas Oil Stadium, em Indianápolis, capital do Estado de Indiana, onde será disputada a décima primeira etapa da categoria 450 e a quinta da categoria 250 costa Leste. Na categoria 450 Ryan Villopoto lidera com apenas dois pontos de vantagem sobre Davi Millsaps, e 14 em relação ao terceiro colocado, Ryan Dungey. Até agora os três se apresentam como os principais favoritos ao título da temporada 2013.

5_S_13_14_10715

Ryan Dungey

“É bom chegar em Indy com a liderança. A pista de Daytona era muito difícil. Você só tinha que manter o equilíbrio em cima da moto e estar pronto para qualquer coisa. Eu não esperava assumir a liderança tão rápido, mas a partir de agora vou tentar me manter nela até o final. Fui consistente e consegui voltar ao topo. A pista é muito boa em Indy mas isso não é garantia de vitória. Estou animado para manter o number plate vermelho”, disse Villopoto.

2_S_13_14_10597

Ryan ‘RV2’ Villopoto

“Daytona foi à pior corrida da temporada até agora. Agora é hora de trilhar o caminho de volta ao topo. No Supercross tudo pode acontecer. Alguns adversários meus tiveram corridas ruins em etapas anteriores e agora fui eu que tive duas corridas ruins. Preciso correr atrás do prejuízo”, disse Millsaps.

“A pista estava bem difícil em Daytona. Por sorte acertei a suspensão durante os treinos e a moto funcionou muito bem na corrida. Fiz uma boa largada e fui capaz de me manter em uma boa posição desde o início. É ótimo voltar ao pódio”, disse Dungey.

A categoria 250cc costa Leste apresenta quatro candidatos ao título, são eles: o líder Will Hahn, que tem 92 pontos, seguido pelo escocês Dean Wilson com 87, o francês Marvin Musquin com 78 e Blake Wharton com 76 pontos.

19_S_13_14_11301

Wil Hahn

Ex-campeão mundial de Motocross na categoria MX2, em Daytona o francês Marvin Musquin conquistou a primeira vitória de sua carreira no AMA Supercross e vem para Indianápolis com muita confiança. “Obviamente me diverti muito na pista em Daytona. Eu sabia que todo mundo estava rápido, então fiquei calmo lá na frente e procurei me divertir. Estou muito feliz com esta vitória e ganhei mais confiança”, disse Musquin.

25_S_13_14_10833

Marvin Musquin

“Indy é um lugar divertido de se estar. A pista é incrível e o campeonato volta para dentro de um estádio. Pra mim a questão é continuar me divertindo em todas as corridas e manter com orgulho o number plate vermelho. Fiquei satisfeito com o fim de semana passado. A vitória na Heat me deu confiança para a corrida final. Larguei em quarto e tentei apenas me manter consistente e capitalizar sobre os erros que os outros cometiam na minha frente. Eu queria vencer, mas quando assumi a segunda posição o Musquin já estava longe. Com certeza quero voltar a vencer e ampliar a vantagem, mas tenho que ser inteligente também. Esse título seria um grande negócio pra mim, pra minha família, pra equipe, pra todos. Vou fazer tudo que estiver ao meu alcance pra que isso aconteça”, disse Hahn.

15_S_13_14_10804

Dean Wilson

“Ainda estou muito vivo neste campeonato. Restam cinco etapas e a diferença é de cinco pontos. Tenho tudo que eu preciso para vencer as corridas e é o que vou fazer. Estou animado para a prova deste fim de semana. Estou realmente determinado a voltar ao topo. Tive uma semana brilhante e só preciso encaixar todas as peças para que o fim de semana seja um sucesso”, disse Wilson.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly