Pilotos de Porto Velho lutam por uma pista de MX

Por Luiz Carvalho | Fotos por Divulgação | 18 de março de 2013 - 20:14

A cidade de Porto Velho atualmente tem mais de 50 pilotos que participam dos campeonatos estaduais de motociclismo nas categorias: Motocross, Supercross, Velocross e Enduro. Praticamente meia centena de pilotos que compartilham o mesmo problema. A capital ainda não tem uma pista oficial onde esses desportistas possam treinar semanalmente. A pista que existia no Parque de Exposição, há muito tempo foi fechada, ficando proibida a entrada de motos no local.

Essa falta de estrutura para manter o esporte em alta no municipio vem sendo questionada pelos pilotos que tendo a frente o piloto Aparício Paixão e outros ícones do Motocross da capital, lutam para reverter essa situação. O Moto Clube de Porto Velho através de seu presidente João Tagino também vem trabalhando no sentido de sensibilizar as autoridades para a necessidade de construção de um local onde possam ser realizadas as provas oficiais de Motocross na capital. A maioria dos municípios, a exemplo de Espigão do Oeste e Cacoal, tem a pista de Motocross construída em local definitivo, onde são realizadas as provas oficiais e também onde os pilotos locais fazem a sua preparação para as competições do estadual.

000905_imgN-G

Pilotos de Porto Velho se empenham para ter uma pista de MX na capital

O presidente da Federação de Motociclismo de Rondonia, o empresário e ex-piloto, Reinaldo Selhorst esteve na capital na última semana onde visitou a Assembléia Legislativa para buscar o apoio de parlamentares para uma definição para esse problema da pista em Porto Velho. Acompanhado pelo deputado estadual Valdivino Tucura que é um velho parceiro do Motocross no Estado, Reinaldo Selhorst solicitou seu apoio para buscar junto ao Engenheiro do DER, Lucio Mosquini a parceria para a construção de uma pista que venha atender as necessidades dos pilotos da capital para os treinos assim como a realização das provas que estão previstas no calendário de 2013 para a capital.

Segundo o presidente da FMR, Reinaldo Selhorst um encontro com o prefeito da capital, Mauro Nassif também esta dentro da agenda da federação para se buscar uma definição para resolver a questão da pista na capital. “Vamos buscar as parcerias necessárias para que a capital Porto Velho volte a ter a sua pista de Motocross oficial e assim também atender a esses mais de 50 pilotos que não tem um local apropriado para treinar”. O presidente da Federação afirmou que em conversa com o deputado Valdivino Tucura ele já se colocou a disposição para buscar os parceiros para executar a construção da pista na capital.

000905-F000986_imgN-G

O piloto Rodrigo Selhorst e o Deputado Estadual Valdivino Tucura

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly