Equipe destaque Carioca rumo ao Brasileiro de MX

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 21 de Março de 2013 - 11:17

A história da equipe começa com Eduardo Mastrangelo, conhecido como Cabritinha por todos no esporte, que atua no Motocross desde 1982 como preparador de motos e ainda, por vezes, também competindo. Os anos como preparados lhe rendeu experiência e a oportunidade de trabalhar com alguns pilotos cariocas. Trabalhou e conviveu por um curto período com Pedro Lopes, que na época era piloto oficial Honda. Além de adquirir mais experiência, essa parceria aproximou Cabritinha de Carlos Correia, o Carlão da MX- Tech, e assim ele tornou-se representante da MX- Tech no Estado do Rio de Janeiro.

O trabalho continuou até que em 2005, após uma empreitada frustrada no Nordeste, Cabritinha voltou para a cidade de Nova Friburgo, região serrana do Rio de Janeiro, onde os pilotos, até então novatos, Maicon Morgado, Matheus Corguinha e Felipe Sorrentino lhe pediram para preparar suas motos e lhes treinasse. O trabalho rendeu resultados e surgia assim a Cabriteam (abreviação de Cabritinha Motocross Team).

Em oito anos de trabalho da equipe, foram inúmeros títulos e diversos pilotos que ganharam destaque dentro do esporte carioca, como por exemplo Victor Monnerat, Bruno Monnerat, Thiago Faria e Rogério Coelho. A Cabriteam também teve o prazer de conviver com pilotos de ponta e renome nacional como Swian Zanoni, que residia em Nova Friburgo, e Thales Vilardi, o último devido ao apoio da MX-Tech da qual Cabritinha tornou-se proprietário após o falecimento do Carlão. Hoje ele tem como sócio Marcelo, filho do Carlão, e a representação da MX-Tech no Brasil aumentou mais suas experiências.

Em 2008 começou a parceria com a Stam Fechaduras e Cadeados, empresa metalúrgica friburguense. “A parceria com a Stam Fechaduras e Cadeados nos ajuda e muito nas despesas e é de suma importância e valor pois o fato de a maior empresa desse segmento na América Latina dar valor ao nosso trabalho, nos credencia e muito para novos parceiros vendo-se que a Stam em nada tem a ver com o meio motociclístico” afirma Cabritinha.

Foi pelos esforços e paixão de Cabritinha que levou o Campeonato Brasileiro de Motocross para a cidade de Nova Friburgo e trouxe o Campeonato Carioca de volta para a cidade, no ano de 2009, deixando a etapa na cidade no calendário oficial das temporadas seguintes.

Em 2010 a equipe tomou os moldes atuais, sob o nome de Cabriteam Stam MX-Tech

O ano de 2013 será de renovação para a equipe que vem com novos pilotos de diversas cidades do estado do Rio de Janeiro e passa a investir no Campeonato Brasileiro e a focar na preparação para o próximo ano já que o piloto Hugo Erthal, recém saído da categoria Júnior, está ingressando na MX2, e Marcelo Aragão que no ano passado, ingressou na MX3. A maior aposta da equipe está em Yuri Campello, piloto da categoria Júnior, que já tem experiência na categoria, pois em 2011 foi o 3º colocado no Campeonato na categoria 65.

aragão e cabrita

Marcelo Aragão e Eduardo ‘Cabrita’

“Apesar dos altos custos e com os recursos da equipe sendo dividida com os pais dos pilotos vamos com força e muita vontade e sem nós o que seria das grandes equipes pois iriam competir só entre eles.” Conclui, Eduardo Mastrangelo (Cabritinha) proprietário da Cabriteam e sócio da Mx-Tech Brasil. Vamos conhecer os pilotos da Cabriteam Stam MX-Tech:

Ó

Hugo Erthal e Yuri Campello

Piloto : Yuri Campello
Categoria Júnior
Idade : 13 anos
Naturalidade : Araruamã – RJ.
Títulos:
2008 – Campeão Carioca 50
2009 – Campeão Carioca 50
2011 – Campeão Carioca 60
2011 – Terceiro colocado no Campeonato Brasileiro de MX na Categoria 65
2011 – Participou do Florida Winter Am Series na Categoria 65

Piloto : Hugo Erthal
Categoria MX2
Idade : 15 anos
Naturalidade : Bom Jardim – RJ.
Títulos:
2004 – Vice-Campeão Carioca 50
2005 –  Vice-Campeão Carioca 50
2006 – Campeão Carioca Motocross e Supercross 50
2007 – Campeão Carioca de Motocross e Supercross 50
2007 – Vice-campeão Brasileiro de Motocross 50 Categoria C
2010 – Campeão Carioca de Motocross e Supercross 65
2012 – Campeão Carioca de Supercross 85

Piloto : Marcelo Aragão
Categorias MX3 e MX1
Idade : 31
Naturalidade : Niterói – RJ.
Títulos :
2009 – Campeão Carioca de Cross Country Categoria Light
2011 – Campeão Carioca de Supercross Categoria SX3
2011 – Vice-campeão Carioca de Motocross Categoria MX3
2012 – Campeão Carioca de Supercross Categoria SX3
2012 – Vice-campeão Carioca de Motocross Categoria MX3

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly