Série Perspectivas 2013 – Brunna Bartz

Por Jorge Soares | Fotos por Divulgação | 04 de abril de 2013 - 20:39

Para você agora mais uma entrevista exclusiva da ‘Série Perspectivas 2013′ do site Mundocross. Hoje o destaque vai para a paranaense Brunna Bartz, bicampeã Brasileira de Motocross Feminino, que pilota por uma equipe privada de Motocross coordenada pela sua família. Confira os planos de Brunna para a temporada nacional que está para iniciar com a abertura do Brasileiro de Motocross nos dias 13 e 14 de abril em Carlos Barbosa, no Rio Grande do Sul.

Placa de 5 segundos no ar, largou…

Mundox – Brunna, como estão sendo estes últimos dias de preparação antes da etapa de abertura do campeonato Brasileiro de Motocross Amador, em Carlos Barbosa, no dia 13 de abril, no qual você competirá na categoria MXFeminina.

Brunna Bartz – Bom, estou treinando e me dedicando bastante. Mas, faz muito tempo que eu não participo de corridas, pois o ano passado fiz uma cirurgia e fiquei quase o ano inteiro parada. E com isso infelizmente passamos por uma ‘crise’ na nossa equipe, perdi o ritmo tanto na moto, quanto nos treinos físicos e psicológicos !! Isso me afetou muito. Espero não passar mais por isso. Agora estou tentando voltar tudo ao normal novamente.

Mundox – O que você tem de interessante para nos falar sobre a tua pré-temporada para 2013 ?

Brunna Bartz – Nesses ultimos dias estou tentando recuperar tudo aquilo que eu perdi. Estou me animando, treinando, pedalando… Espero conseguir um resultado satisfatório nessa primeira etapa do Brasileiro, que há de vir !!

Mundox – Qual formato você acha mais legal do Brasileiro de Motocross Amador, o de 2012 que teve uma etapa única para definir os campeões, ou o de 2013 que terão quatro etapas ?

Brunna Bartz – Com toda certeza esse de 2013 que terão quatro etapas. Nunca vi vencer uma guerra com apenas uma batalha… Uma guerra é vencida com tempo, mostrando suas estratégias, treino e competência.

Mundox – Quais os campeonatos nacionais e estaduais que disputará e em quais as categorias em cada um destes campeonatos ?

Brunna Bartz –  Irei participar do Paranaense de Motocross nas categorias MX3, Intermediária e MX2. E no Brasileiro de Motocross, que irei andar na MXFeminina, e talvez, não é certeza ainda, na MX3.

423150_387046964725723_569347866_n

Brunna Bartz

Mundo – Você chegou a participar de algum campeonato de Verão de Motocross ou Velocross dentro da tua pré-temporada ?

Brunna Bartz – Não, infelizmente não. Como eu disse, passamos por uma crise, e estou faz meses sem participar de nenhuma corrida. Mas como qualquer relacionamento, com uma amizade, como uma familia, toda equipe passa por crises !! Mas agora já superamos, e estamos de volta, e com a ajuda de Deus, vai dar tudo certo !!

Mundox – Você vai disputar a temporada 2013 por qual equipe e quais os patrocinadores ? E quem será seu mecânico e o seu chefe de equipe ?

Brunna Bartz – Ainda não fechamos nada. Mas estamos com a ajuda da ASW, que o ano passado já nos ajudou também, com a Fortgreen, Bogu Filtros, Repsol e Sauber Química. O meu mecânico foi, é, e sempre será o Inácio Guilherme, que sempre esteve comigo me ajudando nas corridas. E o chefe de equipe é o meu Tio Bodo Bartz. Ele é o meu tudo, meu pai que nunca me deixou de lado !!!

285025_113026025461153_6969189_n

Brunna em ação em temporadas passadas no Brasileiro de MX

Mundox – Em 2011 você foi campeã Brasileira de Motocross na categoria MXFeminina e em 2012 a Maiara Basso foi a campeã. Quem são as pilotos que você acredita que estarão na disputa do título em 2013 ?

Brunna Bartz – Sim, graças a Deus fui campeã em 2010 e 2011 !!! Olha, eu não sei te dizer, mas pela internet rsrs, acho que a Maiara Basso, a Luana Abreu, a Janaina Todeschini, a Hanna Loubak e a Stefany Serrão estão na disputa do titulo. Mas não sabemos o que vai acontecer. Todas as que vão participar tem chances de ganhar. Isto depende de cada uma !!!

Eu torço por cada uma das competidoras. Sempre desejo o melhor para cada uma delas, pois precisamos nos unir para que essa categoria aconteça. No Brasil já percebemos que há um grande número de apaixonados pelo esporte, e a presença de um número maior de competidores, incluindo mulheres, incentivaria ainda mais o pessoal a prestigiar o Motocross.

Mundox – Agora a palavra e o espaço são todos seus.

Brunna Bartz – Primeiramente eu quero agradecer à Deus por ele estar sempre me protegendo e me guiando em cada treino, e em cada corrida !! Assim como eu, sei que não sou só eu, o meu sonho é poder participar de uma equipe profissional de Motocross, e espero ter essa oportunidade !! Estou muito anciosa para esse ano. Vou tentar fazer o meu melhor, fazer o que eu sei. Conto com a torcida de vocês. E também quero desejar o meu boa sorte para todos os pilotos, e as pilotos que irão participar no Brasileiro esse ano. Que Deus esteje no comando de tudo e de todos !!!

Perfil da piloto Brunna Bartz
Nome completo : Brunna Bartz Humeniuk
Data de nascimento : 17 de novembro de 1996
Cidade onde nasceu : Faxinal – PR.
Cidade onde mora : Faxinal – PR.
Apelido : Beluga
Moto atual : Honda
Número que usará no number plate em 2013 : 159
Principal título na carreira : Bicampeã Brasileira de Motocross MXFeminina
Ídolo no Motocross Nacional : Leandro Silva
Ídolo no Motocross Internacional : Ryan Villopoto
Quem é para você uma lenda do Motocross Brasileiro : O Milton ‘Chumbinho’ Becker é o ‘cara’. Sem palavras !!
Pista de Motocross favorita em Paraná : São João do Triunfo
Pista de Motocross favorita no Brasil : Araguaina – ES.
Comida favorita : Carne de porco e arroz
Bebida favorita : Suco de uva
Comida nos dias de corridas : Macarrao e barras de cereais
Bebida nas corridas : Água e isotônicos
Tipo de filme preferido : Comédia e romance
Lazer preferido : Sair com os amigos
E-mail : [email protected]Facebook : Brunna Bartz

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly