10 motivos para você assistir o AMA SX hoje em Houston

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 06 de abril de 2013 - 14:11

Seguem aqui pelo menos 10 motivos para você assistir hoje Ao Vivo a transmissão do melhor campeonato de Supercross do mundo, o AMA Supercross em conjunto com o Mundial FIM de Supercross 2013. Assista as disputas aqui pelo site Mundocross, direto do Reliant Stadium, na cidade de Houston, no Estado do Texas, nos Estados Unidos, à partir das 21:30 horas, quando será disputada a décima terceira etapa da categoria 450, e a sétima etapa da categoria 250 Costa Leste. Confira os motivos para você ficar grudado na tela do computador neste sábado, 6 de abril.

Rei das Arenas
Depois de concluir o seu terceiro título consecutivo no Amsoil Arenacross, as férias de Tyler Bower terminaram cedo, já que o campeão do Arenacross 2013 vai estar disputando o AMA Supercross pela equipe Monster / Pro Circuit / Kawasaki como piloto substituto de Justin Hill e Dean Wilson na categoria 250 da Costa Leste, que estão lesionados. Bowers vem competindo o ano todo, então ele não estará mal preparado tecnicamente, e nem seu preparo físico está em questionamento. Ele foi bem, mas não excelente em performances anteriores no Supecross. Mas será que o apoio da equipe Pro Circuit vai empurrá-lo mais para a frente ?

Tudo ou nada
James Stewart vem sendo imprevisível em 2013 para não dizer mais. Seja ele andando no final da lista do top dez como em Daytona, ou controlando a corrida inteira em Atlanta, ninguém nunca sabe o que esperar do bicampeão. Toronto foi um evento principal tediante para Stewart depois de uma performance acelerada na corrida. Qual James vai estar presente em Houston ?

49296_stewart-indysx2013-c_ee1fc6_600

James Stewart

Outra estreia de Martin
Jeremy Martin tem sido bom em sua campanha de estreia no Supercross, mas outro Martin – sem parentesco – finalmente consegue ter a sua chance no Supecross. Vann Martin, da JAB Motorsports, quebrou o pulso em dezembro e está finalmente pronto para Houston, que marca para o campeão do Campeonato Nacional Amador de Loretta Lynn’s, uma corrida no Estado onde nasceu. Como o piloto de longa data da Honda, será que ele vai se adaptar a uma moto verde, e a uma forma totalmente nova de corrida profissional ?

Vale tudo para Milssaps
Davi Millsaps tem sido surpreendentemente consistente e rápido nesta temporada. Mesmo assim, sua vantage única de um ponto de diferença foi perdida  para o ataque de Ryan Villopoto, piloto da Monster / Kawasaki. Para Davi, agora é a hora de vencer. Ele precisa retomar o dinamismo e ganhar aqueles pontos de liderança neste final de semana ou esperar por um milagre nas próximas últimas semanas. Deve ganhar ? Talvez não. Deve derrotar RV ? Absolutamente !!!

Herói da categoria 250 ?
Com tantos pilotos de elite experiente da 250 Leste ainda de lado, a oportunidade de fazer um nome para si mesmo nunca esteve melhor. Um lugar no pódio para um piloto é algo que eles nunca esquecerão e Kyle Peters já aproveitou essa chance. Agora ele está fora por causa de uma lesão, mas outro improvável herói pode dar um passo a frente ?

Se distanciando
Sem dúvidas, Ryan Dungey está correndo cada vez melhor nas últimas corridas, mas ao mesmo tempo, ele vem ficando mais longe em pontos atrás de Ryan Villopoto a cada semana. Da pior maneira, Dungey precisa de um holeshot e uma vitória tranquila como sua vitória em Anaheim no início da temporada. Com uma diferença de 17 pontos para RV, Dungey corre o risco de ficar para trás da linha mágica dos 25 pontos se ele não descobrir logo uma maneira de terminar na frente de seu rival.

49295_dungey-indysx2013-cudby-080_600

Ryan Dungey

Briga pelo título
Restando apenas três corridas para o campeonato da 250 Costa Leste, a batalha entre Wil Hahn e Marvin Musquin é sem dúvidas a batalha a se acompanhar quando o gate abaixar em Houston. Com uma vantagem de seis pontos, Hahn tem a liderança. Mas com três vitórias consecutivas, Musquin tem o momento. Fazendo a situação ainda mais interessante está o intervalo do qual estamos voltando. O descanso é o que Hahn precisava para voltar a vencer ? Vai esfriar a corrida de raio de Musquin? Vai fazer uma diferença? Veremos nesse fim de semana em Houston.

Maré de azar da JGR
2013 tem sido um ano difícil para a simpática equipe JGR Yamaha. Pilotos lesionados e então lesões dos substitutos tem sido a sua maldição e o seu soldado solitário Justin Brayton está numa depressão de meio de temporada. Com um programa sólido e nada a perder, Brayton pode encontrar aquela velocidade que o colocou no entre os primeiros no início da temporada e trazer um sorriso para alguns rostos na Carolina do Norte ?

Dividindo
O terreno de Houston sempre foi um dos melhores do campeonato – um contraste em relação ao seu vizinho no Texas, em Dallas, que normalmente é duro e escorregadio. O terreno mais macio e viscoso do leste certamente rendeu para Ryan Villopoto que esculpiu seu caminho adiante em lugares como St. Louis, Indy e Toronto. Mas a corrida foi muito boa nessas paradas, também, porque pilotos podem forçar muito mais, e  dividir por baixo um do outro nas curvas. O solo de Houston vai prestar para um tiroteio à moda antiga no Texas nesta noite deste sábado ?

Trey está de volta
Trey Canard tem sido bom nessa temporada, mas depois de definir uma barreira alta na etapa de abertura batalhando pela vitória, não subir no pódio ainda nessa temporada deve ser um pouco decepcionante para ele. Mas tudo isso pode mudar neste fim de semana. Depois de uma pausa prolongada (Canard ficou de fora em Toronto depois que sofreu uma concussão num acidente desagradável em Indianápolis), Canard estará de volta ao gate em Houston, o local de sua primeira vitória na 450 há dois anos atrás. A sua história positiva dentro do Reliant Stadium pode ajudá-lo a se recuperar e faturar sua primeira vitória dessa temporada ?

49293_canard-stlouissx2013-_2a6df_600

Trey Canard

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly