Série Perspectivas 2013 – Hugo Amaral

Por Jorge Soares | Fotos por Divulgação | 09 de abril de 2013 - 21:16

Placa de 5 segundos no ar, largou…

Mundox – Hugo, antes de falar de 2013, comente sobre como foi tua temporada em 2012.

Hugo Amaral – A temporada 2012, realmente foi de muitos altos e baixos, tanto em Rondônia quanto no Peru. Meu ano começou bem em Rondônia disputando as baterias do começo ao fim, mas devido alguns problemas dentro das pistas fui forçado a abandonar o campeonato Rondoniense e partir para um novo desafio fora do Brasil. Fui disputar o campeonato Peruano de Motocross. Fui muito bem recebido no campeonato, tanto pelos pilotos, quanto pela organização do campeonato, que já me conheciam, pois todos os anos fiz algumas participações no Peru.

Lá reencontrei uns amigos que correm no campeonato Peruano, que quando vieram correr o Latino Americano de Motocross MX2 aqui em Rondônia eu os conheci, como os irmãos Jetro Salazar e Ian Salazar, que são muito fortes no país, o Justiano Romero do Equador que no último ano se consagrou campeão da MX1, e o Julian Araujo que já foi campeão Latino Americano de Motocross na 85. O campeonato Peruano estava muito forte e bem estruturado nesse último ano. E comecei bem, ganhando as duas baterias da primeira etapa. Consegui fazer o mesmo vencendo as duas baterias da segunda etapa e assim liderando o campeonato.

Mas infelizmente na terceira etapa do campeonato, as marcas Yamaha e KTM, que são as que realmente mandam no campeonato peruano, resolveram entrar com recurso e tiraram meus pontos, alegando que eu era estrangeiro e que não vivia há mais de um ano residindo no país. Sinceramente, eu não vi essa regra no regulamento !! Mas como não tinha nenhuma grande marca para me defender, eles tiraram meus pontos. Assim, terminei o campeonato, mas se estivesse valendo os pontos tinha sido campeão peruano. Isso só me deu forças para voltar ao Peru este ano e me consagrar campeão Peruano. Esse é o meu objetivo de 2013 !!!

Mundox – Você participou ou está participando de algum campeonato de Verão de Motocross dentro do programa de pré-temporada ?

Hugo Amaral – Infelizmente, em Rondônia não tem nenhum campeonato de verão.

Mundox – Quais os campeonatos nacionais e estaduais que pretende disputar e em quais as categorias em cada um destes campeonatos ?

Hugo Amaral –  Vou disputar o campeonato Peruano de Motocross na categoria MX2.

261433_392435110836103_583333435_n

Hugo ‘Chokito’ Amaral

Mundox – O que você achou da CBM ter criado o campeonato por equipes no Brasileiro de Motocross 2013 ?

Hugo Amaral – Muito bom. Isso é um incentivo a mais para as equipes lutarem para ter um bom desempenho dos seus pilotos e atrair mais patrocinadores para as equipes.

Mundox – Sobre a sua pré-temporada, o que você já fez e o que ainda pretende fazer para 2013 em relação a preparação física e técnica ?

Hugo Amaral – Como o campeonato Peruano de Motocross começa em julho, eu ainda não comecei a minha pré temporada. Porque ainda estou sem moto, e só vou começar a me preparar quando chegar no Peru nesse mês de abril. Mas pretendo treinar de 4 a 5 vezes por semana, e ter um acompanhamento por personal trainner e treinar nas melhores pistas no Peru.

Mundox – Você vai disputar a temporada 2013 por qual equipe e quais os patrocinadores ?

Hugo Amaral – Provavelmente vou correr de Honda. A minha equipe não divulgou ainda quais serão os patrocinadores. Isto normalmente acontece um mês antes de começar o campeonato.

lima

Hugo em ação no Peruano de Motocross em Lima

Mundox – Você pretende disputar a etapa do Mundial de Motocross MX1/MX2 no Brasil, que será no mês de maio no Beto Carrero World ?

Hugo Amaral – Gostaria muito, mas sei que devido a distância e a custos isso vai ser impossível esse ano.

Mundox – Agora a palavra e o espaço são todos seus.

Hugo Amaral – Gostaria de agradecer a Deus, por me manter livre de acidentes em 2012, e espero que 2013 seja assim também sem acidentes. Ao Sidnei Mattos, Lander Mattos, Pró, João Tagino, Jean Rodrigo que são meus amigos e que já foram meus patrocinadores quando estava no Brasil. Devo muito a eles por terem me ajudado quando estava aqui em Rondônia. A Saga Veículos que mesmo eu estando em outro país, sempre me ajuda como pode e eu sou muito grato por essa ajuda. Ao meu primo Banana e a toda minha família que sempre me apoia no Motocross. E a você Jorge pela entrevista. Abraço a todos. Valeww !!!

Perfil do piloto Hugo Amaral
Nome completo : Hugo Amaral
Data de nascimento : 18 de junho de 1991
Cidade onde nasceu :  Ji-Paraná – RO.
Cidade onde mora :  Porto Velho – RO.
Apelido : Chokito e Amarelo
Moto atual : CRF 250R
Número que usará no number plate em 2013 : 51
Principal título na carreira : Campeão Rondoniense de Supercross MX2
Ídolo no Motocross Nacional : Milton ‘Chumbinho’ Becker
Ídolo no Motocross Internacional : James Stewart
Quem são para você lendas do MX Brasileiro : Swian Zanoni e João Marronzinho Jr.
Pista favorita em Rondônia : Machadinho do Oeste
Pista favorita no Peru : Porto Maldonado
Comida favorita : Picanha (no peru não tem rsrs)
Bebida favorita : Suco de acerola
Comida nos dias de corridas : Macarrão
Bebida nas corridas : Gatorade e água
Tipo de filme preferido : Comédia
Lazer preferido : Jet ski
Esporte preferido fora o Motocross : Freestyle
E-mail : [email protected]
MSN : [email protected]
Facebook : Hugo Amaral

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly