Resultados de domingo do Brasileiro de MX em Barbosa

Por Jorge Soares | Fotos por Divulgação | 14 de abril de 2013 - 21:37

Rolou hoje, 14 de abril, em Carlos Barbosa, na serra gaúcha, a segunda parte da primeira etapa do campeonato Brasileiro de Motocross 2013. Ontem foram realizados os treinos livres e os treinos cronometrados, e também as corridas das categorias MX4, 230 Nacional e 65.

Neste domingo foram disputadas as as corridas das categorias 50A, 50B, MXFeminina, primeira bateria da MX2 e primeira bateria da MX2, categoria Júnior, Categoria MX3, segunda bateria da MX2 e segunda bateria da MX1.

Categorias 50A e 50B

Esta é a categoria dos futuros grandes nomes do Motocross brasileiro. Ao todo, 28 pilotos entraram na pista e deram um show de gente grande.

Gabriel Andrigo fez o Holeshot Rock Parts, e abriu diferença logo no início da prova, e ficou difícil para os demais. Diogo Nascimento garantiu o segundo lugar. A posição em disputa foi o terceiro lugar, entre os pilotos Rodolfo Bicalho, Victor Fronza e Luis Eduardo Martins.

Pódio 50cc A

Pódio da categoria 50A em Carlos Barbosa

Pódio 50cc B

Pódio da categoria 50B em Carlos Barbosa

Categoria MXFeminina

As meninas realizaram neste domingo, 14, uma das provas mais eletrizantes dessa 1º etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, realizada em Carlos Barbosa (RS). Mariana Balbi foi a campeã da etapa na categoria MXF, mas não teve vida fácil.

Maiara Basso fez o Holeshot saindo na frente das adversárias, mas logo no início da prova Mariana Balbi pressionou a piloto. Enquanto elas disputavam a primeira posição, Stefany Serrão que vinha da terceira colocação ultrapassou as duas e assumiu a ponta.

A partir desse momento começou uma briga a parte entre Stefany e Mariana Balbi. A piloto do #81 entrou por dentro em uma curva e conseguiu ultrapassar Stefany. As pilotos chegar se tocar.

Stefany estava fazendo bons tempos e pressionando Mariana. A piloto do #29 conseguiu fazer a ultrapassagem, mas a primeira colocação não durou muito tempo. Mariana retomou a ponta e subiu no lugar mais alto do pódio.

Pódio MXF

Pódio da categoria MXFeminina em Carlos Barbosa

Categoria Júnior

O piloto Enzo Lopes que fez uma cirurgia há vinte dias na perna direita, mesmo ainda sentindo dor, provou que a vontade de vencer supera tudo. Ele saiu na frente dos demais e fez o Holeshot Rock. Mas, Ramyller Alves, não deu descanso ao piloto e os dois travaram uma bela disputa. Aos dez minutos de prova, Ramyller assume a liderança, mas Enzo retoma logo em seguida, e termina como o grande campeão.

“Foi uma das provas mais difíceis da minha vida. A cada salto minha perna doía, mas eu continuei e deu tudo certo. Agora é continuar a fisioterapia para a perna melhorar até a próxima etapa”, destaca Enzo Lopes.

589-DSC_3286

Enzo ‘Golden Boy’ Lopes

Enzo e Ramyller tem formação nos Estados Unidos. Enzo tem passado temporadas por lá, e Ramyller nasceu nos Estados Unidos, mas os pais são brasileiros.

Kioman de Jesus começou a prova bem, em segundo lugar, mas sofreu uma queda e foi para quarto, recuperou foi para terceiro, mas terminou a prova em sétimo.

O piloto Arthur Todeschini, o Thui, que foi o grande campeão na 65cc em 2012, estreou na Junior este ano e já conquistou uma boa posição, ficou em quinto lugar.

1a Etapa C Barbosa 14 abril-5

Pódio da categoria Júnior em Carlos Barbosa

Categoria MX3

Milton Becker, o Chumbinho, mostrou porque foi o campeão da MX3 em 2012. O piloto voltou a vencer nessa 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, realizada neste fim de semana em Carlos Barbosa (RS).

O piloto assumiu a ponta logo na largada fazendo o Holeshot Rock. Davis Guimarães até conseguiu uma ultrapassagem para ficar na liderança, mas Chumbinho deu o troco logo em seguida. O piloto sustentou a 1ª colocação até o fim da prova. O piloto que tem 13 títulos brasileiros de Motocross pode se igualar ou até quebrar o recorde do ex-piloto gaúcho Pedro Bernardo Raymundo, o ‘Moronguinho’, que possui 14 conquistas.  “Fiquei muito feliz com esse resultado. Espero continuar com um bom desempenho nas próximas etapas para conquistar mais um título”, ressalta Chumbinho.

Chumbinho

Milton ‘Chumbinho’ Becker

Com problemas mecânicos, Davis Guimarães, não suportou a pressão de Mariana Balbi que ultrapassou o piloto e assumiu a 2ª posição. Guimarães encerrou a prova na 4ª colocação. “Depois de um ano afastado comecei bem a prova, mas tive problemas e perdi marchas e não consegui manter o mesmo desempenho. Mas acho que já deu para mostrar porque viemos”, conta o piloto.

Mariana Balbi ainda foi surpreendida pelo piloto Erivelton Rossi que assumiu a segunda posição antes do término da etapa. A piloto que neste domingo, 14, venceu na MXF ficou com a 3ª posição da MX3. “Tem muito campeonato ainda. Vamos ver o que vai ser. Não espero deixar assim. Quero brigar pelo título”, ressalta Mariana.

Pódio MX3

Pódio da categoria MX3 em Carlos Barbosa

Categoria MX2

A prova foi disputadíssima e animou o público na arquibancada. As canaletas antes da linha de chegada contribuíram para favorecer e desfavorecer as ultrapassagens de algumas pessoas.

Na primeira bateria da MX2, Endrews Armstrong, fez o Holeshot Rock. Mas logo na primeira volta foi ultrapassado por Thales Vilardi que comandou a prova de ponta a ponta. Endrews ficou na segunda posição até o 10 minutos, quando o português Paulo Alberto o passou.

O português partiu para cima de Thales, na última volta, mas não conseguiu chegar à frente. A diferença foi de meio segundo.

O campeão da MX2 em 2012, Hector Assunção, não largou bem, mas foi conquistando boas posições. Ficou em quarto em boa parte da prova, mas na última volta, passou Endrews, e terminou em terceiro.

Quem estava bem até quase terminar a prova era o piloto Fábio Aparecido dos Santos, campeão da Junior no ano passado e que estreou na MX2. Estava alternando entre a 7ª e 10ª posição, mas ao final, foi o vigésimo terceiro a passar pela linha de chegada.

Thales Vilardi

Thales ‘Chicken’ Vilardi

Na segunda bateria Endrews Armstrong, fez novamente o Holeshot Rock, e como na primeira bateria, ele foi ultrapassado por Thales Vilardi. O português, Paulo Alberto, estava em quinto, mas não demorou para encostar em Thales. Por volta dos 15 minutos, Paulo tirou a liderança de Thales. Nos últimos 5 minutos de prova os dois travaram uma grande disputa e aos 29 minutos Thales passa Paulo e conquistou novamente a primeira colocação.

“Estou muito feliz com a vitória. Agradeço a todos por isso, minha família, meus patrocinadores e os apoios. No final da primeira bateria o Paulo chegou perto, e na segunda ele veio mais rápido e chegou a passar, mas consegui reverter. Eu venho trabalhando bastante e esperava esta vitória. Senti que estava bem nesse fim e semana e deu tudo certo”, ressalta o grande campeão da categoria MX2.

Hector Assunção novamente não começou na segunda bateria bem. No começo da prova estava em 25º, mas foi subindo de posição e terminou em 10º.

Pódio MX2

Pódio da categoria MX2 em Carlos Barbosa

Categoria MX1

O piloto Wellington Garcia subiu no lugar mais alto pódio da categoria MX1, durante a 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, realizada neste fim de semana em Carlos Barbosa (RS).

Wellington somou 44 pontos ao chegar na 2ª colocação nas duas baterias da categoria. “O que eu queria mais é fazer uma prova consistente para chegar com condições na segunda etapa. Conseguir essa vitória foi muito importante para pegar mais confiança e conseguir bons resultados”, afirma o piloto.

Com um 5º lugar na primeira bateria e a vitória na segunda bateria, Antonio Balbi Jr, ficou com a segunda posição do pódio ao somar 41 pontos. “Na primeira bateria eu estava andando bem e estava andando forte. Eu estava tanto de olho no Campano que acabei cometendo um erro e cai”, conta o piloto.

Wellington Garcia

Wellington ‘Cowboy’ Garcia

Na segunda bateria foi a vez de Balbi mostrar porque conquistou o título do Campeonato em 2011 e fez uma grande prova para chegar na frente. “Eu queria vencer de qualquer maneira. Sabia que tinha condições de vencer e deixei tudo o que eu sei dentro da pista” ressalta o piloto.

O atual campeão Carlos Campano ficou com a 3ª colocação, seguido de Jean Ramos (4ª) e Adam Chatfield (5ª).

Primeira bateria

Na primeira bateria o espanhol Carlos Campano começou arrasador e abriu vantagem logo no início. O português Joaquim Rodrigues saiu no 2º lugar, mas não conseguiu sustentar a colocação por muito tempo, perdendo a posição para Wellington Garcia.

Enquanto Campano abria vantagem a cada volta Balbi vinha se recuperando na 7ª posição. O piloto foi conseguindo boas ultrapassagens e quando pressionava Wellington Garcia para ganhar a 2ª colocação, cometeu um erro e caiu.

O piloto do #3 demorou para colocar a moto em funcionamento novamente e quando voltou para a prova já estava em 7º e com um longo trecho para o 6º colocado. Balbi iniciou uma prova de recuperação, conseguindo chegar na 5ª posição.

Segunda bateria

Na bateria final o piloto Jean Ramos saiu na frente, seguido por Joaquim Rodrigues, Balbi, Campano e Adam Chatfield. Mas logo no início o português sofreu uma queda e também perdeu muito tempo para voltar para a prova.

Não demorou muito para Balbi conseguir ultrapassar Jean Ramos e assumir a ponta. Foi nesse momento que começou a aparecer o nome de Wellington Garcia. O piloto que não apareceu entre os primeiros colocados no início da prova, na 8ª volta já estava ultrapassando Carlos Campano e assumindo a 4ª posição.

Depois foi uma questão de tempo para o piloto conseguir passar Adam Chatfield. Wellington ainda conseguiu ficar na liderança no final da prova ai ultrapassar Balbi Junior, mas o piloto do #3 deu o troco e cruzou a linha de chegada na frente.

Pódio MX1

Pódio da categoria MX1 em Carlos Barbosa

Confira abaixo os resultados completos :

Categoria 50A

Categoria 50B

Categoria MXFeminina

Categoria MX2 – Primeira bateria

Categoria MX1 – Primeira bateria

Categoria Júnior

Categoria MX3

Categoria MX2 – Segunda bateria

Categoria MX1 – Segunda bateria

Resultado Geral Categoria MX2

Resultado Geral Categoria MX1

A etapa teve a organização da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) e realização da FGM (Federação Gaúcha de Motociclismo), com apoio da Prefeitura de Carlos Barbosa e da empresa Santa Clara. O Campeonato Brasileiro de Motocross 2013 tem o patrocínio da Rinaldi, Honda, Yamaha, X Motos do Brasil, Petrobrás, Lubrax, IMS Race, Circuit Equipamentos e Peterlongo. A próxima etapa será nos dias 25 e 26 de maio em Três Lagoas, Mato Grosso do Sul.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly