10 motivos para acompanhar o AMA SX em Seattle

Por Mariah Morgado | Fotos por GuyB | 19 de abril de 2013 - 16:37

Terra macia

Seattle oferece um dos terrenos mais excepcionais do ano. Mesmo quando não chove no fim de semana de corrida (ou seja, nunca), o terreno ainda preserva sua textura macia que cria valas e se torna extremamente traiçoeiro depois de algumas voltas. Isso já gerou diversos resultados surpresas, como por exemplo a primeira vitória de Broc Ticke na 250 em 2010, o segundo lugar de Tommy Hahn na 450 naquele mesmo ano, e a primeira vitória de Andrew Short no ano passado.  Será que veremos mais resultados incomuns por causa do terreno em 2013 ?

s780_041413minneblast010

Saiba seu papel

Já nesta altura do ano, a maioria dos pilotos já descobriram seu lugar típico na hierarquia. Se eles percebem isso ou não, normalmente eles terminam brigando com os mesmo pilotos e terminam na mesma posição geral a cada semana. É difícil não se tornar complacente depois de quatro meses de corrida, mas essas últimas semanas são um ótimo momento para se motivar e tirar proveito da alteração do foco de outros pilotos (outdoors). Alguém pode sair de seu molde e levantar algumas sobrancelhas?

Vingança

Com a vitória emocionante de Dungey diante de sua devota fiel Minnesota, Ryan Villopoto com certeza quer retribuir o favor neste final de semana. Claro, ele tem os pontos do campeonato para considerar, mas se ele tem uma chance de vencer, eu acho que sua motivação será um pouco maior para subir no ponto mais alto do pódio em Seattle. RV é uma das pessoas mais competitivas que eu já encontrei, eu posso te assegurar que a derrota do fim de semana passado não foi engolida e ele reviu aquelas últimas voltas milhares de vezes em sua mente durante essa semana. Depois de vencer as cinco corridas anteriores, ele vai saborear a chance de provar novamente no Sábado porque ele tem o plate vermelho.

É a casa de Hill também

Muita conversa sobre o retorno de Ryan Villopoto ao lar, mas pela primeira vez desde 2010, Josh Hill está pronto para se arrumar para o Supercross em sua casa. Hill também está surgindo no momento certo com a popular corrida em sua bateria semana passada em Minneapolis, e com suas largadas e velocidade que estão melhorando a cada dia. Será que Hill pode agitar as coisas diante do público neste final de semana ?

s780_041413minneblast012

O progresso de Reed

Depois de passar por uma pequena cirurgia no joelho algumas semanas atrás, Chad Reed voltou a ação semana passada em Minneapolis. Correr era um ponto de interrogação durante o dia no Sábado, mas apenas a uma hora ou duas antes do show da noite começar, ele finalmente decidiu tentar. Depois de terminar um segundo forte em sua bateria, ele se encontrou atolado no pelotão no início do evento principal, mas conseguiu salvar um quinto lugar no final de 20 voltas. Tendo outra semana para se reabilitação e se curar, ele pode subir mais na briga pelo pódio? Com a maioria de pódios de qualquer piloto da história, é difícil apostar contra.

O favoritismo de Millsaps

Davi Millsaps tem um histórico de ser muito rápido nas canaletas e caos de Seattle. Seja por suas pernas longas ou pura técnica, ele parece sobressair quando as condições deterioram. Agora que ele caiu para terceiro na busca por pontos, essa seria uma ótima chance para recuperar o lugar de vice-campeão de Ryan Dungey.  Excluindo um disastre de RV1, ele perdeu  o contato com o plate vermelho, mas terminando em segundo no campeonato pelo segundo ano consecutivo deve ser motivante para o número 18. A maioria apontou para lesões desenfreadas devido as que ele teve ano passado, mas se ele pode fazer isso de novo, ninguém vai dizer uma palavra. Em sua, podemos dizer isso facilmente,  temporada mais impressionante de sua carreira, terminar forte vai silenciar seus críticos.

s780_041413minneblast018

O retorno de Regal

Já faz um tempo desde que vimos Kyle Regal pela última vez. A temporada passada não foi a que ele esperava, mas ele vai fazer sua estreia de 2013 em Seattle, no Sábado. Regal estava longe do Supercross, mas está iniciando as preparações para a temporada completa do Luca Oil Pro Motocross Championship. Com um campo carregado disparando em todos os cilindros e Regal é mais reconhecido por suas proezas outdoor, é seguro apostar que primeiro ele provavelmente espera colocar a moto no evento principal.

O descanso acabou

A pausa do campeonato da 250SX Costa Leste terminar neste final de semana no CenturyLink Field. A situação para o oeste, assim como a crescente rivalidade entre Ken Roczen e Eli Tomac, retoma onde parou, com Tomac precisando derrotar Roczen para apagar a diferença de 17 pontos que ele enfrenta. Tomac não é o que chamamos de piloto sujo, mas ele também não tem medo de ser agressivo se a situação assim pedir. Lembra de quando ele e Dean Wilson se encontraram em Seattle no ano passado? Com uma liderança considerável, Roczen está em uma situação diferente da que Wilson estava no ano passado, mas sabemos que ele também não quer apenas rolar e voltar a briga pelo título. Como isso vai se desenrolar no Sábado ?

O retorno de Sipes

Se você está procurando por alguém para torcer na perseguição do título da 250 SX Costa Oeste, não procure ninguém mais do que Ryan Sipes da Rockstar Energy Racing. O vencedor de duas etapas da categoria Lites na carreira retorna de uma fratura no pulso que sofreu em A2. Eli Tomac precisa de alguns pilotos enfiados entre ele e Ken Roczen se ele tem alguma chance de repetir o feito de ser campeão da 250 Costa Oeste. Sipes vai ajudar o caso de Tomac em Seattle ?

O tempo

Quando se trata do tempo para o Supercross de Seattle, uma coisa com a qual você pode contar é que sempre existe a ameaça de chuva. E quando a chuva não cai, não tem garantias de que a pista vai suportar como deveria em uma corrida seca. A previsão do tempo para o final de semana diz que tem 60% de chance de chuva na sexta-feira e 30% de chance de chover no Sábado. Com os dois campeonatos ainda rolando, uma corrida na lama tem o potencial de agitar realmente as coisas.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly