Hot News Mundocross by Jorge Soares #6

Por Jorge Soares | Fotos por Divulgação | 19 de abril de 2013 - 8:27

O Hot News Mundocross, coluna do site Mundocross, esteve de férias desde o final de dezembro passado, e à partir de agora semanalmente o Hot News estará sendo publicado aqui no site, com notícias para quem gosta de estar por dentro das últimas do Mundo do Cross. Boa leitura !!!

Agora para você o Hot News Mundocross by Jorge Soares #6

Sarkiss na abertura do Brasileiro de Motocross

As competições oficiais começaram e o ritmo dos principais pilotos não para. Assim tem sido com o piloto da Lapa/PR, Nasri Sarkiss. Após participar com bons resultados na abertura dos campeonatos Paranaense, Sul Brasileiro e Brasileiro d Velocross, desta vez o Turco da Lapa teve e mais difícil das estreias em 2013, a abertura do Campeonato Brasileiro de Motocross.A prova foi realizada na cidade da serra gaúcha de Carlos Barbosa/RS, nos dias 13 e 14 de abril, reunindo os melhores pilotos de cada categoria do Brasil. Para Sarkiss, que estava fora do certame a dois anos, dedicando-se apenas a outras competições, as condições encontradas foram difíceis de serem superadas. Uma pista bem técnica devido as caneletas e pilotos muito rápidos exigiu muito preparo e concentração total durante toda a bateria da categoria MX4, onde compete. Após conseguir o oitavo tempo nos treinos classificatórios, era grande a expectativa de conseguir um bom resultado na prova. Sarkiss largou em quarto lugar, mas um tombo logo no início da prova o fez subir para a décima terceira posição. Após isso o piloto preferiu manter um ritmo seguro, já que a pista estava bastante traiçoeira. “Foi uma boa estreia desconsiderando o resultado abaixo do esperado. Porém serviu para mostrar que temos total condição de brigar com o pelotão da frente.” Explica Sarkiss. Os próximos desafios do piloto será a segunda etapa do Campeonato Paranaense de Velocross em Balsa Nova, nos dias 27 e 28 de abril, onde Sarkiss lidera a categoria VX3 Especial e é segundo na VX4 Especial. Nasri Sarkiss conta com os patrocínios de Bel Parts – Motul – Thor Adrenalina – Leandro Borges – Serginho Suspensões – Dash e Dimensão FM.

IMG_3238 (Medium)

 

Abertura do Arena Cross 2013 movimenta Jundiaí
A primeira etapa do Arena Cross 2013 promete agitar a cidade paulista de Jundiaí e aquecer a economia local. Marcada para sábado (20), a abertura da competição deve reunir cerca de sete mil pessoas na arena montada na avenida Alexandre Ludke, próxima ao Paço Municipal. São esperados 90 pilotos, 500 envolvidos com as equipes, 300 pessoas de staff de trabalho, patrocinadores e turistas. Toda economia do município deve ser impactada, direta ou indiretamente, com a realização da prova. Além do consumo em bares e restaurantes, a estadia de turistas no setor hoteleiro, que conta com 15 estabelecimentos, entre pousadas e hotéis, irá aquecer Jundiaí. Outro ponto importante é a geração de empregos temporários no evento. Equipe de seguranças, limpeza e manutenção são algumas das contratações realizadas pela Romagnolli Promoções e Eventos, organizadora da prova. Há 15 anos percorrendo vários estados do país, o Arena Cross também possui um caráter social, pois todos os alimentos arrecadados serão destinados às instituições beneficentes da cidade. Outra ação social que irá beneficiar dezenas de pessoas é uma palestra no sábado (20), no próprio local de prova. Crianças da rede pública de ensino de Jundiaí terão um encontro com pilotos profissionais que abordarão a importância da prática esportiva. O Arena Cross 2013 é apresentado pela Honda, tem patrocínio de Mobil, co-patrocínio Pirelli, Yamaha, Bieffe, Consórcio Nacional Honda, Iveco, Monster Energy, XMotos e IMS Racing. Apoio da Prefeitura Municipal de Jundiaí, Dumont FM, Revista da Moto! e CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo).

Equipe Dunas pronta pra abertura do Arenacross 2013
No próximo sábado (20) a cidade de Jundiaí, no interior de São Paulo, será palco da esperada abertura do Arena Cross 2013. A competição que acontece há 15 anos, reúne os melhores pilotos do país em cinco categorias: MX Pró, MX2, Júnior, 65cc e 50. A equipe Dunas segue para esta 1ª etapa bastante confiante, após os bons resultados obtidos na prova inicial do Brasileiro de Motocross, no último final de semana. Endrews Armstrong está em ótima forma e bem preparado para superar os obstáculos do circuito na categoria MX2. Ao lado dele Ismael Rojas faz sua segunda temporada na competição, acelerando também na 250. Vitor Almeida representa a equipe Dunas na classe Júnior. Recém chegado ao time, o piloto tem expectativa de conseguir resultados ainda melhores do que em 2012. Na temporada passada Endrews finalizou a MX2 na 9ª colocação, em um ano difícil e marcado por algumas leões. Já Ismael, que fazia sua estreia na modalidade, participou de apenas duas etapas e terminou em 16º. Na Júnior Vitor Almeida foi bem e apareceu na 6ª colocação.
cc18132095aa63b571fa749282fdf250foto3

 

Duelos do Brasileiro de Motocross podem se repetir no GP Cidade de Sarzedo
Agora é oficial, alguns dos principais nomes do motocross brasileiro confirmaram presença no GP Cidade de Sarzedo, evento de abertura da Copa Minas Gerais de Motocross, que acontece nos próximos dias 27 e 28 de abril no distrito industrial da cidade que leva o nome da etapa. O mineiro Jorge Balbi, os paranaenses Jean Ramos e Rafael Faria, o catarinense Anderson Cidade, os paulistas Roosvelt Assunção e Gustavo Amaral, além do espanhol Carlos Campano e o venezuelano Humberto Martim, são alguns dos presentes que reforçam o objetivo do evento que é criar em Minas um campeonato nos moldes e padrões dos maiores campeonatos realizados no país. Disputas que aconteceram no último fim de semana no Rio Grande do Sul, na abertura do campeonato nacional da modalidade podem ser repetir para o público mineiro que comparecer ao evento. A entrada é gratuita e quem levar 1Kg de alimento não perecível concorre ao sorteio de uma moto 0Km. Para os pilotos, o GP de Motocross Cidade de Sarzedo oferece uma das maiores premiações do Brasil, serão 34 mil reais distribuídos aos cinco primeiros em todas as 10 categorias, inclusive as amadoras. Ao final das cinco etapas, o vencedor da categoria principal leva pra casa um carro 0Km. Segundo o piloto Jorge Balbi “o GP Cidade de Sarzedo será uma oportunidade para os pilotos se prepararem ainda mais para o campeonato brasileiro e para o público uma chance de acompanhar as grandes disputas que o motocross nacional proporciona aos seus fãs” disse o atleta.

Guilherme Cascaes vence Rally Transbahia e segue líder do Brasileiro
Guilherme Cascaes conquistou o bicampeonato do Rally Transbahia neste sábado. O desempenho rendeu ainda a manutenção da liderança do Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade para motocicletas, já que a disputa foi válida como sétima e oitava etapas da competição. A prova baiana largou de Porto Seguro na última quinta-feira e, após cerca de 620 quilômetros e três dias de desafios, terminou em Itacaré, também no litoral sul da Bahia. Além das belas paisagens, a disputa de Cascaes com o paranaense Emerson Loth “Bombadinho” foi uma atração à parte. A dupla terminou empatada e o atual bicampeão brasileiro da modalidade levou a melhor no critério de desempate que valoriza a vitória mais recente entre as etapas da prova. “Deu tudo certo e consegui conquistar os meus objetivos. Estou muito feliz por ter vencido novamente no Transbahia e mantido a liderança do Brasileiro”, comentou. “Estou acostumado com o frio do sul do país e na Bahia o sol castiga bastante. Outro diferencial é o terreno arenoso em muitos trechos da prova. Por tudo isso utilizar um bom equipamento é fundamental, os pneus Rinaldi tiveram um ótimo desempenho na prova”, concluiu Cascaes, que contou com o HE 40 na dianteira e o RW 33 na traseira. O próximo desafio dele no Brasileiro está marcado para o início de maio, quando disputa o Rally Serramar em Santa Catarina.

Equipe Honda / Mobil venceu abertura do Brasileiro de Motocross em Barbosa
Arquibancadas lotadas, público fanático, mais de 300 inscritos e o motódromo Fabiano Audibert, em Carlos Barbosa (RS). O cenário da abertura do Campeonato Brasileiro de Motocross 2013 não poderia ser melhor. No frio da Serra Gaúcha, a Equipe Honda Mobil dominou as principais categorias. Thales Vilardi e Paulo Alberto conquistaram a dobradinha para equipe na MX2, enquanto o goiano Wellington Garcia venceu na geral da MX1. Duas corridas intensas e ritmo forte. Foi assim que Thales, com a Honda CRF 250R, venceu as duas corridas e alcançou a liderança da competição. Com Paulo Alberto não foi diferente. O português mostrou capacidade, chegou a andar na ponta, mas só não venceu porque o companheiro de equipe estava numa tarde bastante inspirada. Já na MX1, Wellington Garcia mostrou que ainda tem gás para fazer frente aos adversários. Com pilotagem segura, o goiano conquistou dois segundos lugares e a vitória no geral da categoria. Joaquim Rodrigues finalizou em quarto na primeira bateria. Só não foi melhor na prova final em razão de uma queda. O campeonato Brasileiro de Motocross dá pausa de 40 dias e volta nos dias 25 e 26 de maio. A segunda etapa acontece em Três Lagoas (MS).

hondajoaquim_lp_1404133-2

 

Balanço da Escuderia X Motos na primeira etapa do Brasileiro de Motocross
Os pilotos patrocinados pela X Motos do Brasil que correram a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross terminaram o final de semana com saldo positivo. Durante todo o final de semana Leo Nunes (65cc), Davis Guimarães (MX3) e Jean Ramos (MX1) conseguiram impor seus ritmos e mostraram que não estão para brincadeira. No sábado o garoto Leo mostrou que é uma grande promessa do esporte fazendo uma bateria exemplar e conquistando o segundo lugar. Os pilotos da 65cc também aceleraram fundo e mostraram que embora pequenos, pilotaram como gente grande. Davis Guimarães, piloto da MX3, pilotou a sua XM 450, protótipo 100% chinesa. Após despontar nos treinos na sua bateria teve problemas com o câmbio ainda no começo da prova, mas conseguiu contorná-lo e conquistou o terceiro lugar da sua categoria. “Foi uma grande vitória. Essa é a primeira vez na história que colocamos uma moto chinesa no pódio e quero que saibam que isso será rotina este ano. No inicio da prova tive problemas com o câmbio e fiquei sem a terceira marcha, como ainda estamos desenvolvendo e testando a XM 450 e ela teve mínimas modificações para a prova acho muito produtivo isso, mostrando que a X Motos está preocupada com a qualidade e o desenvolvimento contínuo do seu equipamento”, avalia Davis. Jean Ramos despontou como um dos favoritos ainda nos treinos livres de sábado. Na primeira bateria da MX1 , domingo pela manhã, Jean conquistou o terceiro melhor tempo. Na bateria final o piloto Jean Ramos saiu na frente, seguido por Joaquim Rodrigues, Balbi, Campano e Adam Chatfield. Mas logo no início o português sofreu uma queda e também perdeu muito tempo para voltar. Balbi conseguiu ultrapassar Jean Ramos e assumiu a ponta.

Pensamento da Semana

532296_244352612378027_1455661861_n

Colaboração:
VipComm
Motopress
Mundopress
Wilson Yasuda
Valdinei Caetano

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly