10 motivos para assistir o AMA Supercross neste sábado

Por Mariah Morgado | Fotos por GuyB | 26 de abril de 2013 - 23:47

Neste sábado vai rolar a décima sexta e penúltima etapa do AMA Supercross e Mundial de Supercross 2013. A etapa será disputada em Salt Lake City, no Estado de Utah, e contará também como oitava etapa da categoria 250 Costa Oeste. Confira agora pelo menos 10 motivos para você assistir Ao Vivo a transmissão das corridas aqui pelo site Mundocross. Os treinos terão início às 17:00 horas e as corridas à partir das 22:30 horas.

Selando o acordo
Ryan Villopoto tem uma grande chance de abraçar o título neste final de semana em Salt Lake City. Com sua atual liderança de 25 pontos, tudo que ele tem que fazer (dizemos como se fosse fácil) é terminar na frente de Ryan Dungey e Davi Millsaps no final de semana e o titulo é dele. Ken Roczen da Red Bull / KTM também tem uma chance de levar o título para casa em SLC. Para isso, ele precisa que Eli Tomac tenha uma corrida ruim. Se Roczen vencer e Tomac terminar em quarto ou pior, a busca pelo título da Costa Oeste termina. Ironicamente, foi uma corrida ruim para Dean Wilson (que estava correndo com o ombro machucado depois de um acidente em Seattle) que colocou o título nas mãos de Tomac no ano passado em SLC. Tomac, bem acostumado com altitude, venceu as duas vezes que correu em SLC, então ele espera manter esse ritmo e levar o título para Vegas.

s780_042113seattle_blast013

Retorno de Barcia
Não que ele estava de fora, mas se você perguntar a ele, BamBam vai te dizer que não é para ficar em quarto e quinto que ele corre. Bem, ele finalmente conseguiu o que procurava quando fez o holeshot em Seattle e liderou cada volta da corrida, do mesmo jeito que fez em Phoenix no início do ano. Infelizmente, depois de Phoenix ele deve duas desistências. Como ele vai se sair depois de sua vitória em Seattle ?

Estimulação, visão e gratificação instantânea
Depois de duas semana, a cobertura ao vivo do canal Speed está de volta para a etapa do AMA Supercross em Salt Lake City. Isso mesmo, cada bateria, LCQ, evento principal, pilotos e Monster Girl estarão sendo mostrados direto para os televisores norte-americanos. A cobertura começa as 21:30 horas pelo horário do Brasil. O site Mundocross estará realizando a transmissão Ao Vivo.

Supremacia das 250
O campeonato da 250 Costa Oeste tem toneladas de talentos, como evidenciado por seis pilotos diferentes terem subido no pódio em 2013. Zach Osborne da Geico / Hondas se juntou ao grupo semana passada. Mas para todos os efeitos, todas as sete vitórias vieram de Ken Roczen da Red Bull / KTM (3) e Eli Tomac da Geico / Honda (4). Restando apenas duas etapas, Salt Lake City vai fornecer o primeiro vencedor que não seja chamado de Roczen ou Tomac ?

s780_042113seattle_blast004

Zach Osborne

Período de depressão do destruidor
Tem sido um ano complicado para Jake Weimer, da equipe oficial Monster Energy / Kawasaky. Uma lesão na costela no meio da temporada, atrasou seu início quente para 2013 – uma queda que ele não conseguiu se levantar, até Seattle onde ele terminou em quinto. Mas no jogo inconstant do Supercross, uma corrida pode mudar uma temporada de um piloto. Será que a mare mudou para Weimer ?

O perdedor
Austin Politelli, da HRT / Honda, recebeu muitos elogios depois de seu quarto lugar em San Diego. Mesmo assim, isso foi há quase dois meses atrás e se perdeu nas manchetes quando a Costa Oeste voltou em Seattle. Seguindo uma corrida de recuperação em Seattle na qual terminou em sexto lugar, o sul-californiano agora pode largar o rótulo de perdedor. Ele está aqui para ficar. Como ele vai responder com as expectativas extras em Salt Lake City ?

Mantendo-se limpo
A reputação do piloto da Slaton Racing Vince Friese, de um corredor “agressivo” procedeu-se. Enquanto ele ainda pareça um touro teimoso na pista, Friese se manteve relativamente limpo durante o ano. Não só a reputação dentro da pista de Friese mudou para melhor, mas também seus resultados. Ele foi consistente em sua campanha novata na 450SX antes de passar para a 250SX Costa Leste na qual ele teve uma sequência entre o top 5. Agora de volta as 450, Friese quase assegurou o primeiro top 10 das 450SX de sua carreira em Seattle, terminando em 11º. Seu tempo para um top 10 virá em SLC ?

Retorno ao pódio ?
Nós nos acostumamos tanto a ver Chad Reed no pódio ao longo da última década que é difícil de acreditar que o bicampeão da 450SX só subiu no pódio duas vezes em 2013. Fora das pistas por quase um mês devido a uma pequena cirurgia no joelho, Reed está quase 100% e buscando por seu primeiro pódio desde St. Louis. Será que Reed pode subir no topo do pódio e roubar pontos valiosos para o campeonato em SLC ?

Monster versus Rockstar
Com Ken Roczen firme na liderança do campeonato da Costa Oeste das 250, a atenção agora se volta para as batalhas pelos pontos restantes nas duas últimas corridas. Uma que tem potencial para queimar celeiros é a briga pelo quinto lugar entre Jason Anderson da Rockstar Energy Racing (atualmente o quinto com 99 pontos) e Martin Davalos da Monster Energy/Pro Circuit Kawaki (que está com cinco pontos atrás). Ambos os pilotos tiveram corridas menos que estelares nessa temporada (Davalos abandonou em A1, Anderson abandonou em Phoenix), mas cada um deles possue dois pódios.  Qual deles vai esquentar em SLC ?

s780_042013seattlepb040

Ken Roczen

Terminando forte
Antes da pausa da Costa Oeste, Kyle Cunningham estava começando a se fortalecer. Infelizmente, um grande acidente no evento principar em Seattle o impediu de retomar de onde parou em San Diego. A boa notícia é que Cunningham não se machucou e ainda tem duas corridas para perseguir seu primeiro pódio do ano. Ele já esteve nessa situação antes, el epode fazer isso de novo antes que a temporada termine ?

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly