AMA Supercross 2013 – 16ª Etapa – Salt Lake

Por Mariah Morgado | Fotos por GuyB | 28 de abril de 2013 - 23:44

Pressão era o nome do jogo em Salt Lake City, na penúltima etapa do AMA Supercross e Mundial de Supercross 2013. Partindo de cenários de disputas, como aconteceu na categoria 250, que disputava a oitava etapa da região Oeste, a determinação era com os principais pilotos na categoria 450, já que havia uma tensão no ar durante a noite toda, e isso levou a corridas espetaculares. Confira agora a reportagem do que rolou neste sábado, 27 de abril, no Rice-Eccles Stadium, em Salt Lake City, nos Estados Unidos

Categoria 450

Na categorai 450, Davi Millsaps da equipe semi-oficial Rockstar / Suzuki, e Ryan Dungey da equipe oficial Red Bull / KTM sabiam que tinham que derrotar Ryan Villopoto, da equipe oficial Monster / Kawasaki, se quisessem manter acesas as esperanças de conquistarem o campeonato. E eles deram tudo que tinham. Villopoto algumas vezes pareceu vulnerável quando Millsaps trilhou os tempos mais rápidos nos dois treinos e depois alcançou, ultrapassou e venceu Villopoto em sua bateria classificatória. Então no evento principal, Dungey passou por dentro e faturou o holeshot.

s780_GUYB0983

Largada do Main Event da categoria 450 em Salt Lake City

s780_GUYB1009

Davi Millsaps e Ryan Dungey

O líder do campeonato estava andando forte, e retrucou, ultrapassando Dungey, bloqueando-o, para pegar a liderança ainda na segunda curva após a largada. Millsaps vinha rápido na terceira colocação e sua velocidade nas costelas era impressionante. Ele passou Dungey e tratou de perseguir Villopoto, como tinha feito na classificatória, chegando, chegando e chegando, até que diminui de 2,4 segundos de diferença para 1,5 segundos. Erros cometidos pelos três pilotos disputando a liderança permitiram que essa diferença variasse, já que eles estavam absolutamente juntos o tempo todo dentro da pista.

s780_GUYB1057

Ryan ‘RV’ Villopoto

s780_GUYB1130

Justin ‘Bambam’ Barcia

Atrás deles vinha forte a dupla da equipe oficial Honda / Muscle Milk, Trey Canard e Justin Barcia, que completavam os Top 5. Mas eles não eram páreo para o ritmo que os gladiadores ao título determinaram. No final, Millsaps encostou uma vez no pneu traseiro de Villopoto durante uma pilotagem desesperada pelas costelas, e ele pegou o traçado por dentro do piloto da Kawasaki, quando os dois voavam até a mesa de chegada. Villopoto lutou com ele e encontrou algo extra, recuperando um pouco de distância.

O líder do campeonato e virtual campeão, parecia um pouco mais rápido nas curvas e pegou velocidade chegando nas costelas para se defender dos ataques de Millsaps durante a sessão. Foi por pouco, mas no final Villopoto venceu e com pontos suficientes para conquistar o título do campeonato antecipado, o seu terceiro consecutivo. Apenas três outros pilotos, Bob Hannah, Jeremy McGrath e Ricky Carmichael, ganharam três coroas consecutivas na categoria principal do Supercross.

s780_GUYB1140

Ryan Dungey

s780_GUYB1182

Davi Millsaps e Ryan Dungey

Millsaps e Dungey terminaram em segundo e terceiro, deixando tudo de si. Os três pilotos que subiram no pódio admitiram que seus batimentos cardíacos chegaram ao limite. E Millsaps disse que não restava mais nada na bandeira quadriculada, eles realmente deram tudo o que tinham.

s780_GUYB1273

Villopoto com a placa de campeão do AMA Supercross 450 2013

s780_GUYB1321

Equipe oficial Kawasaki comemorando mais um título no Supercross 450

Resultados da Categoria 450

Heat 1 Categoria 450
1. Ryan Dungey (KTM)

2. Trey Canard (HON)
3. Andrew Short (KTM)
4. Broc Tickle (SUZ)
5. Weston Peick (SUZ)
6. Justin Brayton (YAM)
7. Vince Friese (HON)
8. Robert Kiniry (YAM)
9. Adam Enticknap (HON)

Heat 2 Categoria 450
1. Davi Millsaps (SUZ)

2. Ryan Villopoto (KAW)
3. Josh Hill (SUZ)
4. Justin Barcia (HON)
5. Ben Lamay (YAM)
6. Kyle Partridge (HON)
7. Chris Blose (YAM)
8. Phil Nicoletti (YAM)
9. Jake Weimer (KAW)

Last Chance Categoria 450
1. Chad Reed (HON)

2. Cody Gilmore (KAW)

Main Event Categoria 450
1. Ryan Villopoto (KAW)

2. Davi Millsaps (SUZ)
3. Ryan Dungey (KTM)
4. Trey Canard (HON)
5. Justin Barcia (HON)
6. Justin Brayton (YAM)
7. Josh Hill (SUZ)
8. Andrew Short (KTM)
9. Weston Peick (SUZ)
10. Chad Reed (HON)
11. Broc Tickle (SUZ)
12. Ben Lamay (YAM)
13. Jake Weimer (KAW)
14. Robert Kiniry (YAM)
15. Phil Nicoletti (YAM)
16. Vince Friese (HON)
17. Chris Blose (YAM)
18. Cody Gilmore (KAW)
19. Adam Enticknap (HON)
20. Kyle Partridge (HON)

Classificação do AMA Supercross Categoria 450 após dezesseis etapas
1. Ryan Villopoto – 346 pontos (9 vitórias)

2. Davi Millsaps – 318 (2 vitórias)
3. Ryan Dungey – 315 (2 vitórias)
4. Justin Barcia – 261 (2 vitórias)
5. Chad Reed – 224
6. Trey Canard – 220
7. Andrew Short – 202
8. Justin Brayton – 177
9. James Stewart – 174 (1 vitória)
10. Broc Tickle – 165
11. Jake Weimer – 139
12. Matt Goerke – 139
13. Mike Alessi – 107
14. Weston Peick – 91
15. Josh Hill – 86
16. Robert Kiniry – 57
17. Eli Tomac – 52
18. Phil Nicoletti – 48
19. Vince Friese – 45
20. Chris Blose – 44 pontos

Categoria 250 Costa Oeste

Antes de falar sobre o Main Event da categoria 250 Oeste, vamos comentar sobre a situação vivida pelo líder Ken Roczen na sua Heat, e depois na Last Chance. Vocês provavelmente não vão acreditar no que aconteceu na categoria 250 Oeste na noite de ontem em Salt Lake City. Vamos descrever, mas cabe a vocês digerirem !!! O líder da categoria 250 Costa Oeste, Ken Roczen da equipe oficial Red Bull / KTM, caiu na primeira curva da bateria classificatória e depois se enrolou um pouco tentando passar pelo pelotão e decidiu sair da pista e ir para o pit. Foi uma escolha curiosa que resultou em uma escolha ruim do gate no Last Chance Qualyfier, e os deuses da corrida responderam com o acidente na primeira curva da LCQ.

s780_GUYB0712

Largada do Main Event da categoria 250 Costa Oeste em Salt Lake

s780_GUYB0737

Malcolm Stewart

Roczen foi pego na confusão e seu trabalho foi dificultado. Ele se moveu rapidamente pelo tráfego, mas a corrida de quatro voltas não permitiu muito tempo para ele se recuperar e Roczen terminou em terceiro colocado, ficando de fora do evento principal. Foi um cenário chocante que permitiu que o vento voltasse a soprar as velas do campeonato de Eli Tomac da equipe semi-oficial Geico / Honda, que foi direto para o evento principal.

s780_GUYB0760

Jason Anderson

s780_GUYB0790

Martín Davalos e Zach Osborne

Mas Tomac não parecia ele mesmo em SLC, marcando apenas em décimo no treino e caindo na largada da classificatória. No evento principal, Zach Osborne, companheiro de equipe de Tomac na Geico / Honda fez o holeshot e Tomac era o segundo, mas Jason Anderson, da equipe semi-oficial Rockstar / Suzuki, passou rapidamente por eles dois, pegando a liderança, enquanto Tomac começou a se enrolar, especialmente nas costelas e começou a perder várias posições. Em algum momento, ele estava se pendurando no top 10, pontos escapando-lhe pelos dedos.

s780_GUYB0796

Eli Tomac

s780_GUYB0819

Cole Seely

A competição mais próxima de Anderson veio de Cole Seely da equipe semi-oficial Lucas Oil / Troy Lee / Honda, que vinha com tudo na segunda colocação. Eventualmente, Anderson se afastou de Seely, enquanto Martin Davalos da equipe semi-oficial Monster / Pro Circuit / Kawasaki passou para a terceira colocação. Eles terminaram a corrida nessa ordem, com Anderson entalhando sua primeira vitória da carreira.

Quanto a Tomac, as costelas foram as principais responsáveis por sua ruína, mas no final da corrida ele conseguiu salvar alguma coisa, passando alguns pilotos e chegando na sétima colocação. Então, Osborne caiu nas costelas e liberou o caminho, colocando Tomac em sexto. Depois da corrida Tomac simplesmente disse que ele estava tendo problemas e não deu nenhuma desculpa.

s780_GUYB0851

Zach Osborne

s780_GUYB0876

Jason Anderson

Do mesmo jeito que Roczen levantou o queixo e admitiu que não devia ter saído da corrida classificatória porque lhe deu uma escolha de gate ruim. Roczen possuiu uma liderança de 5 pontos em direção à final em Vegas no próximo final de semana.

s780_GUYB0902

Equipe semi-oficial Rockstar / Suzuki comemorando vitória de Anderson

s780_GUYB0940

Pódio da categoria 250 Oeste em Salt Lake City 2013

Resultados da Categoria 250 Costa Oeste

Heat 1 Categoria 250 Oeste
1. Martin Davalos (KAW)
2. Zach Osborne (HON)
3. Joey Savatgy (KTM)
4. Austin Politelli (HON)
5. Eli Tomac (HON)
6. Christian Craig (HON)
7. Cole Seely (HON)
8. Dakota Tedder (KAW)
9. Bracken Hall (HON)

Heat 2 Categoria 250 Oeste
1. Malcolm Stewart (KTM)
2. Jason Anderson (SUZ)
3. Tyla Rattray (KAW)
4. Ryan Sipes (SUZ)
5. Kyle Cunningham (YAM)
6. Tyler Bereman (KAW)
7. Casey Hinson (HON)
8. Ross Johnson (HON)
9. Scott Champion (HON)

Last Chance Categoria 250 Oeste
1. Travis Baker (YAM)
2. Topher Ingalls (HON)

Main Event Categoria 250 Oeste
1. Jason Anderson (SUZ)
2. Cole Seely (HON)
3. Martin Davalos (KAW)
4. Malcolm Stewart (KTM)
5. Christian Craig (HON)
6. Eli Tomac (HON)
7. Ryan Sipes (SUZ)
8. Tyla Rattray (KAW)
9. Joey Savatgy (KTM(
10. Travis Baker (YAM)
11. Kyle Cunningham (YAM)
12. Zach Osborne (HON)
13. Dakota Tedder (KAW)
14. Topher Ingalls (HON)
15. Scott Champion (HON)
16. Tyler Bereman (KAW)
17. Casey Hinson (HON)
18. Ross Johnson (HON)
19. Austin Politelli (HON)
20. Bracken Hall (HON)

Classificação do AMA Supercross Categoria 250 Oeste após oito etapas
1. Ken Roczen – 163 pontos (3 vitórias)
2. Eli Tomac – 158 (4 vitórias)
3. Cole Seely 135
4. Jason Anderson – 124 (1 vitória)
5. Martin Davalos – 114
6. Zach Osborne – 111
7. Kyle Cunningham – 96
8. Christian Craig – 87
9. Tyla Rattray – 87
10. Joey Savatgy – 87
11. Malcolm Stewart – 74
12. Austin Politelli – 74
13. Travis Baker – 70
14. Jessy Nelson – 60
15. Ryan Sipes – 59
16. Max Anstie – 38
17. Josh Cachia – 29
18. Jake Canada – 28
19. Scott Champion – 23
20. Jean Ramos – 21 pontos

Etapa final do AMA Supercross 2013
Décima Sétima Etapa – 4 de Maio – Sam Boyd Stadium – Las Vegas

Etapa final do AMA Supercross 250 Costa Oeste 2013
Nona Etapa – 4 de Maio – Sam Boyd Stadium – Las Vegas

Etapa final do AMA Supercross 250 Costa Leste 2013
Nona Etapa – 4 de Maio – Sam Boyd Stadium – Las Vegas

Shootout – Costa Oeste versus Costa Leste
Etapa Única – 4 de Maio – Sam Boyd Stadium – Las Vegas

Confira como foram as etapas anteriores do AMA Supercross 2013
Primeira Etapa – 5 de Janeiro – Angel Stadium – Anaheim
Segunda Etapa – 12 de Janeiro – Chase Field – Phoenix
Terceira Etapa – 19 de Janeiro – Angel Stadium – Anaheim
Quarta Etapa – 26 de Janeiro – O.co Coliuseum – Oakland
Quinta Etapa – 2 de Fevereiro – Angel Stadium – Anaheim
Sexta Etapa – 9 de Fevereiro – Qualcomm Stadium – San Diego
Sétima Etapa – 16 de Fevereiro – Cowboys Stadium – Arlington
Oitava Etapa – 23 de Fevereiro – Geórgia Dome – Atlanta
Nona Etapa – 2 de Março – Edward Jones Dome – St. Louis
Décima Etapa – 9 de Março – Daytona International Speedway – Daytona
Décima Primeira Etapa – 16 de Março – Lucas Oil Stadium – Indianápolis
Décima Segunda Etapa – 23 de Março – Rogers Centre – Toronto
Décima Terceira Etapa – 6 de Abril – Reliant Stadium – Houston
Décima Quarta Etapa – 13 de Abril – Metrodome – Minneapolis

Décima Quinta Etapa – 20 de Abril – Century Link Field – Seattle

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly