Sessão Estaleiro do AMA Supercross

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 04 de Maio de 2013 - 7:23

O AMA Supercross chega hoje a sua última etapa da temporada 2013 e as corridas serão disputadas na luminosa Las Vegas. Apesar disso, a lista de pilotos lesionados é enorme. Confira abaixo quem são os principais pilotos que estão no estaleiro, que tipo de lesão sofreram, como estão de recuperação e em quanto tempo devem voltar para as pistas.

Categoria 450

Jimmy Albertson – Pulso quebrado
Albertson caiu na largada do LCQ em Toronto. Ele ia tentar e voltar mais cedo, neste final de semana, mas não estava pronto e não vai correr em Vegas.

Michael Byrne – Fratura do platô tibial lateral
Byrne se lesionou em Unadilla. Byrne está de volta aos treinos e vai correr o AMA Motocross.

Kyle Chisholm – Lesão dos tornozelos, perna e joelho
Chisholm quebrou um osso acima do tornozelo de sua perna esquerda e lesionou o joelho depois de uma colisão no ar com Matt Goerke em St. Louis. Chisholm passou por cirurgia devido as lesões e está de fora no restante da temporada.

Kyle Goerke – Lesão na perna
Goerke sofreu uma grave lesão na perna em Atlanta e depois de duas cirurgias sua perna ainda está lesionada, na qual ele tem síndrome de compartimento.

Matt Goerke – Pulso quebrado
Goerke vai ficar de fora da etapa do AMA Supercross em Las Vegas com um pulso quebrado.
A equipe espera que ele volte na etapa do AMA Motocross em Budds Creek.

Josh Grant – Tíbia fraturada e ombro lesionado
Grant lesionou o tornozelo e o ombro em A3. Grant voltou a correr essa semana e espera-se que esteja pronto para a abertura da temporada do AMA Motocross em Hangtown.

Matt Lemoine – Ruptura de LCA
Lemoine rompeu seu LCA treinando em Dallas, passou por cirurgia e não deverá correr no AMA Motocross.

Justin Sipes – Lesões no LCA, LCM, LCP e meniscos
Sipes caiu durante sua bateria em Houston e vai precisar de cirurgia.

Les Smith – Costelas e mão fraturadas
Smith se acidentou em Minneapolis. Ele não vai correr em Vegas, mas afirma que sua lesão não vai afetá-lo no AMA Motocross.

James Stewart – Lesão de punho
Stewart se acidentou em sua bateria em Minneapolis, lesionando o pulso (o mesmo pulso que machucou no ano passado). Stewart optou por pular as três etapas restantes, mas planeja estar no gate para o AMA Motocross.

Nick Wey – Três vertebras fraturadas, quadril deslocado e costelas quebradas
Wey sofreu um acidente terrível em Spring Creek que jogou sua moto no riacho e o mandou para o hospital. As vértebras fraturadas foram fundidas, ele voltou a treinar e planeja voltar para o AMA Motocross.

Categoria 250

Gannon Audette – Clávicula e pelve fraturadas
Audette sofreu fraturas na clavícula e pelve em Dallas. Audette já voltou a treinar, mas ficará de fora da etapa de hoje em Las Vegas.

Blake Baggett – Pulso e mão quebrados
Baggett lesionou a mão em um engavetamento em A1. Bagget passou por cirurgia e sua equipe afirma que ele estará pronto para a abertura do AMA Motocross.

51156_baggett-a1sx2013-cudby-0014_600

Blake Baggett

Zach Bell – Lesão de ombro
Bell machucou o ombro durante os treinos em Toronto e ficará de fora o resto da temporada.

51157_bell-torontosx2013-c_ef242f_600

Zachary Bell

Justin Bogle – Escafóide direito quebrado e pulso esquerdo deslocado
Bogle está focando em estar preparado para o começo do AMA Motocross 2013 na categoria 250.

Darryn Durham – Rompimento do tendão de áquiles e problemas no ombro
Durham já voltou a treinar e sua equipe afirma que ele estará pronto para o AMA Motocross.

Zack Freeberg – Tíbia quebrada
Freeberg se lesionou quando caiu no evento principal em Houston e deverá voltar no início do AMA Motocross.

Jacob Hayes – Clavícula quebrada
Uma clavícula quebrada manteve o novato do Supercross de fora das duas primeiras etapas da categoria 250 Costa Leste, e depois ele sofreu novamente outra fratura em um acidente em St. Louis. A fratura é próxima demais ao final do osso para fazer uma cirurgia e para se implantar uma placa, então Hayes está de fora até o início do AMA Motocross.

Justin Hill – Rádio fraturado
Hill fraturou o rádio (osso do antebraço) quando Gavin Faith caiu em cima dele em Toronto e ficará fora de Vegas. Ele pretende estar preparado para Hangtown no dia 18 de maio.

Nico Izzi – Rompimento de LCA
Izzi passou por cirurgia de reparação de LCA em outubro. Izzi voltou a treinar com moto e pretende alinhar no gate em Hangtown na abertura do AMA Motocross.

Alex Martin – Pulso fraturado
Martin quebrou o pulso treinando em dezembro. Ele passou por cirurgia para remover os pinos do pulso esquerdo e pretende estar pronto para o AMA Motocross.

Jeremy Martin – Pulso fraturado
Martin ficou de fora de Houston depois de cair em cima do pulso, treinando. Inicialmente o pulso foi examinado e estava tudo ok, mas Martin caiu novamente dias depois enquanto treinava e fraturou o pulso.
Espera-se que ele esteja de volta para o AMA Motocross.

Jessy Nelson – Lesão de cotovelo
Nelson machucou o cotovelo e e
spera-se que ele esteja de volta no gate para o AMA Motocross

Kyle Peters – Ombro torcido, quadril lesionado e estiramento muscular
Peter caiu enquanto treinava com sua 450 durante o feriado da Páscoa.
Ele deve voltar para o AMA Motocross.

Bradley Ripple – Vértebras T12 e L1
Ripple vai ficar de molho por um tempo.

Shane Sewell – Fraturas múltiplas e pé esquerdo deslocado
Sewell vai precisar de cirurgia e vai ficar de fora de ação por uns meses.

Gareth Swanepoel – Pulso quebrado
Swanepoel quebrou o pulso treinando em Daytona. Ele já voltou a treinar, mas não correrá em Vegas.

Dean Wilson – Costelas quebradas e pneumotórax
Wilson se lesionou em um grave acidente em sua bateria em Indianápolis. Ele já voltou a treinar e sua equipe afirma que ele vai estar pronto para a abertura do AMA Motocross.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly