AMA Supercross 2013 – 17ª Etapa – Las Vegas

Por Mariah Morgado | Fotos por GuyB | 05 de Maio de 2013 - 23:40

As atenções dos treinos durante o dia no Sam Boyd Stadium em Las Vegas estava ao redor das batalhas pelos títulos das categorias 250 Costa Leste, 250 Costa Oeste e depois para o vencedor do Shootout. Já a categoria 450, a única batalha que restava era pelo segundo lugar, entre Davi Millsaps e Ryan Dungey, porque Ryan Villopoto foi o campeão antecipado. Villopoto foi o mais rápido nos treinos de ontem, e Dungey superou Millsaps, sendo o segundo mais rápido.

Na 250 Leste, os concorrentes Wil Hahn e Marvin Musquin tentaram ficar na frente e cada um cravando tempos rápidos. Musquin liderou a maioria das voltas na primeira sessão de treino, mas depois Hahn acelerou forte e avançou na última volta, pegando a primeira posição. Só que teve um estraga surpresa !! Na segunda sessão, Tyler Bowers cravou a volta mais rápida para pegar a primeira escolha do gate no evento principal da 250 Leste.

Bowers, vocês devem se lembrar, saiu do Arenacross como um substituto de último hora para a equipe Monster / Pro Circuit / Kawasaki, e admitiu que ele não estava preparado 100% para suas duas largadas na 250 Costa Leste. Com uma folga de duas semanas para treinar para essa semana, ele pareceu mais em forma e mais rápido. Se você fosse Musquin, você precisava desesperadamente que alguém fique entre você e Hahn, e talvez Bowers podia fazer isso.

Hahn tentou fazer novamente uma volta final mega rápida na segunda sessão, mas ele caiu nas costelas pouco antes da chegada. Com sorte ele não se lesionou, pois ele caiu logo no final das costelas e caiu reto no chão em vez de sair rolando. Ele se levantou segurando a mão, mas parecia estar bem e voltou para a pista. Foi por pouco para Wil. Mesmo assim, o tempo dele se manteve como segundo mais rápido atrás de Bowers, com Musquin em terceiro.

Já na categoria 250 Costa Oeste, Ken Roczen parecia tranquilo e rápido o tempo todo, frequentemente andando na frente nos treinos. Seu tempo mais rápido da primeira sessão foi a mais rápida de todas na 250 Oeste. Na última volta da sessão final, parecia que Roczen teria o tempo mais rápido de novo, mas Kyle Cunningham da equipe Star Racing / Yamaha assumiu a posição. Cunningham ? Acreditem. Ele sempre foi rápido em Vegas. O tempo mais rápido de Cunningham na segunda sessão foi a segunda mais rápida no geral atrás de Roczen. Martin Davalos, Zach Osborne e Tomac completaram o top 5.

Se vocês precisarem de uma cola, o cenário em ambas as costas era o mesmo: Hahn possui uma vantagem de 5 pontos e Roczen também possui uma vantagem de 5 pontos, mas os pilotos na segunda colocação, Musquin e Tomac, possuiam o desempate, se for preciso. Então, se Tomac e/ou Musquin conseguissem 5 pontos, o título seriam deles.

A pista de Vegas é sempre imensa, graças a parte que passa do lado de fora do estádio, e que leva a tempos por volta de um minuto. Então essas serão corridas longas nesta noite. As tradicionais baterias da 250, com 15 voltas, a categoria 450 com 20 voltas, e então o Shootout Leste versus Oeste com 10 voltas.

Como já dissemos, com o campeonato da 450 já definido por Ryan Villopoto, equipe oficial da Monster / Kawasaki, o verdadeiro drama na final do AMA Supercross em Las Vegas era esperado para se desenrolar nas categorias 250 Costa Leste e 250 Costa Oeste, e aí quando a poeira abaixou dentro do Sam Boyd Stadium, as expectativas tinham sido superadas.

Confira agora os detalhes do que rolou na última etapa da temporada 2013 do AMA Supercross, realizada neste último sábado, 4 de maio, no Sam Boyd Stadium, em Las Vegas, no Estado de Nevada, nos Estados Unidos.

Categoria 250 Costa Leste

Já que não houveram corridas classificatórias da 250 em Las Vegas (os pilotos se classificaram diretamente dos treinos cronometrados), o primeiro gate a abaixar foi para o evento principal da categoria 250 Costa Leste. Gavin Faith fez o holeshot, mas não demorou muito para o piloto substitute da Monster / Pro Circuit / Kawasaki, Tyler Bowers, assumisse a liderança e começasse a se destacar. Wil Hahn, que estava correndo com uma mão quebrada que aconteceu numa queda na sessão de costelas durante os treinos, estava em terceiro enquanto o rival do título, Marvin Musquin estava em sexto.

s780_050513lvracing001

s780_050513lvracing002

A princípio Musquin não estava avançando, mas então ele passou a acelerar e passou a pressionar Hahn que tinha passado Faith, e estava em segundo. Os dois brigaram rapidamente até que Musquin se enrolou em um salto e ficou para trás momentaneamente. Algumas voltas depois, Musquin já tinha encostado em Hahn, saltou ao lado dele em um tripo e o bloqueou, limpamente, na curva seguinte.

Bowers tinha conseguido abrir vantage na liderança e com cinco voltas restantes, não parecia que Musquin seria capaz de alcançá-lo. Mas isso não impediu que o francês tentasse e no momento que a bandeira branca subiu, parecia que sua tenacidade seria recompensada, tudo que precisava era diminuir a grande vantagem de Bowers. Quando a última volta estava quase no fim, todo fã que estava no estádio estava de pé ou na beirada de suas cadeiras.

s780_050513lvracing003

s780_050513lvracing004

Na curva final, Musquin veio voando para cima de Bowers, mas já era um pouco tarde. Se Musquins tivesse outros dois metros perto de Bowers naquela curva, haveria uma boa chance de que ele vencesse a corrida, mas Bowers estava determinado a vencer e por fim, preservar a liderança de Hahn na pontuação, tornando Hahn o campeão 2013 da 250 Costa Leste. Depois que Hahn cruzou a linha de chegada, imediatamente ele foi até Bowers e o abraçou. Nós não temos certeza se foi um abraço de congratulação ou um de gratidão. Nós achamos que tenha sido um pouco de ambos.

Tão boa quanto a ação daquela corrida, um dos momentos mais surpreendentes ocorreu quando Blake Wharton, que estava brigando com Faith, se descontrolou nas costelas e bateu a mesa de chegada muito rápido. Ele esquiou a mesa e ultrapassou completamente a mesa.

s780_050513lvracing005

s780_050513lvracing006

O título da Costa Leste de Hahn é impressionante, especialmente já que ele correu superando a dor da mão quebrada na noite de ontem, para terminar em terceiro e vencer. A carga de Musquin para tentar vencer a corrida também foi impressionante. E a vitória de Bowers foi a primeira de sua carreira no Supercross, um marco para o tri-campeão do Amsoil Arenacross. No geral, uma ótima maneira de se começar a noite.

Resultados da Categoria 250 Costa Leste
1. Tyler Bowers (KAW)
2. Marvin Musquin (KTM)
3. Wil Hahn (HON)
4. Blake Wharton (SUZ)
5. Gavin Faith (HON)
6. Vince Friese (HON)
7. Lance Vincent (HON)
8. Cole Thompson (HON)
9. Daniel Herrlein (HON)
10. AJ Catanzaro (KAW)
11. Brady Kiesel (YAM)
12. Levi Kilbarger (HON)
13. Peter Larsen (YAM)
14. Ryan Zimmer (HON)
15. Justin Starling (HON)
16. Mitch Oldenburg (HON)
17. Adam Gulley (KAW)
18. Jackson Richardson (HON)
19. Landen Powell (HON)
20. Steven Clarke (KTM)

Classificação do AMA Supercross Categoria 250 Leste após nove etapas
1. Wil Hahn – 198 pontos (2 vitórias) Campeão
2. Marvin Musquin – 195 (4 vitórias)
3. Blake Wharton – 171 (1 vitória)
4. Vince Friese – 118
5. Gavin Faith – 116
6. Cole Thompson – 96
7. Dean Wilson – 87 (1 vitória)
8. Lance Vincent – 80
9. Kyle Peters – 78
10. AJ Catanzaro – 73
11. Jeremy Martin – 71
12. Justin Hill – 68
13. James Decotis – 66
14. Mitch Oldenburg – 66
15. Peter Larsen – 62
16. Tyler Bowers – 59 (1 vitória)
17. Levi Kilbarger – 49
18. Jackson Richardson – 45
19. Daniel Herrlein – 43
20. Steven Clarke – 40 pontos

Categoria 250 Costa Oeste

No evento principal da 250 Costa Oeste, Zach Osborne faturou o holeshot. Eli Tomac e Ken Roczen correram em quinto e sexto, um do lado do outro. Mas Roczen começou a se mexer mais cedo, enquanto Tomac levou algumas voltas antes de aumentar a velocidade. Enquanto isso, na frente, Martin Davalos tinha assumido a liderança e parecia estar se distanciando. Mas Tomac não ia desistir facilmente, e depois de brigar Kyle Cunningham pela terceira colocação, ele partiu para brigar com Roczen.

s780_050513lvracing007

s780_050513lvracing008

Os dois brigaram, mas Tomac não se rebaixaria e no final ultrapassou e abriu vantagem sobre o alemão. Com a corrida já na metade neste momento, todos os olhos começaram a monitorar a diferença entre Tomac e Davalos, que começava a dimiuir. Se Tomac conseguisse ultrapassar Davalos, e Davalos pudesse ficar na frente de Roczen, o título iria para Tomac e a esquadra da Geico / Honda pelo segundo ano consecutivo.

s780_050513lvracing009

s780_050513lvracing010

Bem, Tomac conseguiu assumir a liderança, mas na última e emocionante volta, Roczen também ultrapassou Davalos, ganhando os pontos necessário para se tornar o campeão 2013 da 250 Costa Oeste. Foi uma demonstração de pilotagem de ambos Roczen e Tomac, mas no final Roczen é merecidamente campeão pela primiera vez do AMA Supercross.

s780_050513lvracing011

s780_050513lvracing012

Resultados da Categoria 250 Costa Oeste
1. Eli Tomac (HON)
2. Ken Roczen (KTM)
3. Martin Davalos (KAW)
4. Kyle Cunningham (YAM)
5. Ryan Sipes (SUZ)
6. Jason Anderson (SUZ)
7. Malcolm Stewart (KTM)
8. Cole Seely (HON)
9. Tyla Rattray (KAW)
10. Joey Savatgy (KTM)
11. Travis Baker (YAM)
12. Topher Ingalls (YAM)
13. Gared Steinke (KAW)
14. Killy Rusk (HON)
15. Dakota Tedder (KAW)
16. Scott Champion (HON)
17. Chris Plouffe (HON)
18. Ross Johnson (HON)
19. Austin Politelli (HON)

Classificação do AMA Supercross Categoria 250 Oeste após nove etapas
1. Ken Roczen – 185 pontos (3 vitórias) Campeão
2. Eli Tomac – 183 (5 vitórias)
3. Cole Seely – 148
4. Jason Anderson – 139 (1 vitória)
5. Martin Davalos – 134
6. Kyle Cunningham – 114
7. Zach Osborne – 112
8. Tyla Rattray – 99
9. Joey Savatgy – 98
10. Malcolm Stewart – 88
11. Christian Craig – 87
12. Travis Baker – 80
13. Austin Politelli – 76
14. Ryan Sipes – 75
15. Jessy Nelson – 60
16. Max Anstie – 38
17. Josh Cachia – 29
18. Jake Canada – 28
19. Scott Champion – 28
20. Dakota Tedder – 24 pontos

Shootout 250 Leste x Oeste

Quando o Shootout Leste versus Oeste começou, Roczen saiu do gate como um foguete para registrar seu primeiro holeshot do ano. Musquin estava em segundo e os dois começaram rapidamente a se distanciar do pelotão. Eles disputaram um pouco, mas sem dúvidas Roczen ainda corria com a adrenalina nas alturas de seu primeiro campeonato Americano de Supercross 250, e estava muito rápido ontem a noite e ele disparou na liderança.

s780_050513lvracing028

s780_050513lvracing029

Atrás dele, Kyle Cunningham, que sempre parece ir rápido em Vegas, se aproximou de Musquin. Depois de uma breve batalha, Musquin se encontrou ficando para trás novamente e Cunningham disparou na segunda colocação. Depois disso, o pelotão se dispersou e na verdade não havia nenhuma batalha acontecendo, com exceção da disputa entre Jason Anderson e Ryan Sipes pelo sexto lugar, que no final Anderson levou a melhor.

s780_050513lvracing030

s780_050513lvracing031

Apesar da falta de disputas, Bowers forneceu um pouco de emoção quando ele ultrapassou Wharton e o empurrou para fora da pista. Porém, várias voltas depois Bowers, que admitiu depois da corrida que estava distraído com a jogada que fez sobre Wharton, se enrolou num salto e caiu. Quando a bandeira quadriculada foi levantada, Roczen estava na liderança e venceu o concurso para igualar com seu título da 250 Costa Oeste. Ele foi seguido por Cunningham, Musquin e Wharton.

s780_050513lvracing032

s780_050513lvracing033

Resultado Shootout Categoria 250 Oeste versus Leste
1. Ken Roczen (KTM)
2. Kyle Cunningham (YAM)
3. Marvin Musquin (KTM)
4. Martin Davalos (KAW)
5. Blake Wharton (SUZ)
6. Jason Anderson (SUZ)
7. Ryan Sipes (SUZ)
8. Cole Seely (HON)
9. Malcolm Stewart (KTM)
10. Tyla Rattray (KAW)
11. Zach Osborne (HON)
12. Joey Savatgy (KTM)
13. Eli Tomac (HON)
14. Tyler Bowers (KAW)
15. Vince Friese (HON)
16. Lance Vincent (KTM)
17. Cole Thompson (HON)
18. Daniel Herrlein (HON)
19. Gavin Faith (HON)
20. Wil Hahn (HON)

Categoria 450

Na corrida final da noite, a da categoria 450, Jake Weimer disparou na frente, mas Ryan Villopoto, que largou for a do tip 5, roubou a liderança antes mesmo de uma volta ser completada. Uma bolha que quase acabou com Villopoto caindo, o colocou momentâneamente de volta em segundo, atrás de Weimer. Mas ele re recuperou imediatamente e disparou na liderança. Ryan Dungey ocupou a segunda posição rapidamente depois disso, mas não conseguiu alcançar Villopoto.

s780_050513lvracing034

s780_050513lvracing035

s780_050513lvracing038

A diferença permaneceu cerca de quarto segundos na maioria da corrida, até o final quando Dungey conseguiu se aproximar um pouco. Mas ele ainda estava longe para atacar e Villopoto conseguiu cruzar a sua decimal vitória da temporada. Davi Millsaps pegou o ultimo lugar do pódio, o que foi suficiente para colocá-lo em segundo na pontuação deste ano.

s780_050513lvracing037

s780_050513lvracing041

s780_050513lvracing042

Heat 1 Categoria 450
1. Ryan Dungey (KTM)
2. Jake Weimer (KAW)
3. Justin Brayton (YAM)
4. Justin Barcia (HON)
5. Andrew Short (KTM)
6. Broc Tickle (SUZ)
7. Chris Blose (YAM)
8. Cody Gilmore (KAW)
9. Tevin Tapia (SUZ)

Heat 2 Categoria 450
1. Ryan Villopoto (KAW)
2. Davi Millsaps (SUZ)
3. Trey Canard (HON)
4. Weston Peick (SUZ)
5. Chad Reed (HON)
6. Josh Hill (SUZ)
7. Kyle Partridge (HON)
8. Phil Nicoletti (YAM)
9. Kyle Regal (YAM)

Last Chance Categoria 450
1. Robert Kiniry (YAM)
2. Nick Schmitt (YAM)

Resultado Categoria 450
1. Ryan Villopoto (KAW)
2. Ryan Dungey (KTM)
3. Davi Millsaps (SUZ)
4. Jake Weimer (KAW)
5. Justin Barcia (HON)
6. Chad Reed (HON)
7. Weston Peick (SUZ)
8. Justin Brayton (YAM)
9. Andrew Short (KTM)
10. Broc Tickle (SUZ)
11. Phil Nicoletti (YAM)
12. Robert Kiniry (YAM)
13. Kyle Regal (YAM)
14. Josh Hill (SUZ)
15. Chris Blose (YAM)
16. Cody Gilmore (KAW)
17. Kyle Partridge (HON)
18. Nick Schmitt (HON)
19. Tevin Tapia (SUZ)
20. Trey Canard (HON)

Classificação do AMA Supercross Categoria 450 após dezesete etapas
1. Ryan Villopoto – 371 pontos (10 vitórias) Campeão
2. Davi Millsaps – 338 (2 vitórias)
3. Ryan Dungey – 337 (2 vitórias)
4. Justin Barcia – 277 (2 vitórias)
5. Chad Reed – 239
6. Trey Canard – 221
7. Andrew Short – 214
8. Justin Brayton – 190
9. Broc Tickle – 176
10. James Stewart – 174 (1 vitória)
11. Jake Weimer – 157
12. Matt Goerke – 139
13. Mike Alessi – 107
14. Weston Peick – 105
15. Josh Hill – 93
16. Robert Kiniry – 66
17. Phil Nicoletti – 58
18. Eli Tomac – 52
19. Chris Blose – 50
20. Vince Friese – 45 pontos

Confira como foram as etapas anteriores do AMA Supercross 2013
Primeira Etapa – 5 de Janeiro – Angel Stadium – Anaheim
Segunda Etapa – 12 de Janeiro – Chase Field – Phoenix
Terceira Etapa – 19 de Janeiro – Angel Stadium – Anaheim
Quarta Etapa – 26 de Janeiro – O.co Coliuseum – Oakland
Quinta Etapa – 2 de Fevereiro – Angel Stadium – Anaheim
Sexta Etapa – 9 de Fevereiro – Qualcomm Stadium – San Diego
Sétima Etapa – 16 de Fevereiro – Cowboys Stadium – Arlington
Oitava Etapa – 23 de Fevereiro – Geórgia Dome – Atlanta
Nona Etapa – 2 de Março – Edward Jones Dome – St. Louis
Décima Etapa – 9 de Março – Daytona International Speedway – Daytona
Décima Primeira Etapa – 16 de Março – Lucas Oil Stadium – Indianápolis
Décima Segunda Etapa – 23 de Março – Rogers Centre – Toronto
Décima Terceira Etapa – 6 de Abril – Reliant Stadium – Houston
Décima Quarta Etapa – 13 de Abril – Metrodome – Minneapolis
Décima Quinta Etapa – 20 de Abril – Century Link Field – Seattle

Décima Sexta Etapa – 27 de Abril – Rice-Eccles Stadium – Salt Lake City

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly