Brasil receberá o Motocross das Nações

Por Jorge Soares | 18 de Maio de 2013 - 19:36

Em entrevista coletiva após o encerramento das corridas classificatórias da sétima etapa do campeonato Mundial de Motocross MX1 / MX2 no final da tarde deste sábado, 18 de maio, no circuito do Beto Carrero, o Sr. Carlos Romagnolli, presidente da Romagnolli Promoções e Eventos, fez um anúncio para a imprensa de que o Brasil receberá a edição de 2017 do Motocross das Nações.

O local que receberá a Copa do Mundo do Motocross será o circuito do Beto Carrero, sendo que daí em 2017 a etapa do campeonato Mundial de Motocross será em outro Estado. Uma outra novidade, mas que daí não tem o ano ainda definido, é que o Brasil deverá receber duas etapas do campeonato Mundial de Motocross MX1 / MX2 a cada temporada.

Com certeza duas boas notícias para o Brasil, que a cada ano crava ainda mais sua posição no Motocross internacional. Uma outra novidade é que a YouthStream, empresa organizadora do Mundial de Motocross, passará a organizar eventos no Brasil visando aprimorar o Motocross na base, focando o treinamento de crianças entre 7 e 10 anos.

“Gostaria de dar os parabéns à Romagnolli pela etapa. Escutei muito bem sobre a organização deste evento no ano passado e resolvi vir ao Brasil para conferi-lo de perto. O acordo do Motocross das Nações é fruto de longo tempo de cooperação e trabalho com a Romagnolli. Aqui, o Carlinhos provou ser possível realizar os nossos sonhos. Este evento se tornará padrão para o campeonato Mundial de Motocross”, declara Giuseppe Luongo.

Os elogios à realização do Honda GP Brasil de Motocross foram algumas das razões para que a Romagnolli Promoções e Eventos vencesse o prêmio de “Melhor Organizador do Mundo” pela promoção do evento no ano passado.

“É uma alegria imensa escutar da YouthStream este elogio, pois sem o apoio deles e da FIM isto não seria possível. Voltar a ser sede do Motocross das Nações é um privilégio e isso devo também a minha equipe, que trabalha e não mede esforços para realizar o evento”, destaca Carlos Romagnolli.

No anúncio, Romagnolli e Youthstream também abordaram parceria para execução de uma escola de pilotos, que busca desenvolver a modalidade no Brasil e tem como um dos objetivos melhorar o desempenho dos competidores locais em nível mundial. “É uma notícia maravilhosa, pois é o maior evento do motocross mundial. Uma atmosfera diferente, que em qualquer lugar absorve ótimas energias. O Brasil deve tomar uma série de medidas e os seus pilotos devem se comprometer para que o país possa chegar entre os dez primeiros no Motocross das Nações de 2017”, coloca Wolfgang Srb.

 

mxdesnations

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly