Resultados de Domingo do Mundial de MX – GP Brasil

Por Jorge Soares | Fotos por Leno Cassel | 19 de Maio de 2013 - 11:48

A sétima etapa do campeonato Mundial de Motocross MX1 / MX2 2013 definitivamente está rolando no circuito do Beto Carrero,  localizado no Balneário de Penha, litoral norte de Santa Catarina. Já rolaram neste domingo, 19 de maio, o warm-up, a ‘Corrida dos Campeões’, a solenidade oficial de abertura do evento, a bateria da categoria MX2, a bateria da categoria MX1, e a bateria da Super Final. Confira os detalhes do que aconteceu na programação deste domingo do GP Brasil de Motocross.

Warm-Up

Na categoria MX1, mais uma vez  o mais rápido foi o líder do campeonato, o italiano Antonio Cairoli, da equipe oficial Red Bull / KTM. O melhor representante brasileiro foi o paranaense Jean Ramos, da Escuderia X Motos, na décima segunda colocação, entre vinte três pilotos.

IMG_6467

Antonio Cairoli

Pela categoria MX2, o mais rápido foi também o líder do campeonato, o holandês Jeffrey Herlings, da equipe oficial Red Bull / KTM. Já o representante brasileiro mais rápido foi o português Paulo Alberto, que está correndo no Brasil pela equipe oficial Honda / Mobil, na décima quarta colocação entre dezoito piloto que entraram na pista para o warm-up.

IMG_6430

Jeffrey Herlings

Bateria Categoria MX2

Quem largou na ponta na bateria da categoria MX2, foi o piloto Alexander Tonkov, russo da equipe Esta Motorsports / Honda, enquanto que o líder invicto do campeonato passou em décimo segundo na primeira volta. Aos poucos Jeffrey Herlings, da equipe oficial Red Bull / KTM, foi buscando um a um seus adversários, para delírio da torcida, até chegar a liderança, vencendo mais uma bateria, e mantendo sua invencibilidade no campeonato.

O segundo colocado foi o também holandês Glen Coldenhoff, que ontem venceu a corrida classificatória. Já o russo Tonkov, que fez o holeshot, finalizou na nona posição. O melhor representante do Brasil foi o piloto português Paulo Alberto, da equipe oficial Honda Brasil, chegando na décima quinta colocação.

IMG_6531

Largada da bateria da categoria MX2 no GP Brasil 2013

IMG_6547

Alexander Tonkov

IMG_6598

Jeffrey Herlings

Bateria Categoria MX1

Quem largou na ponta na bateria da categoria MX1 foi o italiano Antonio Cairoli, piloto da equipe oficial Red Bull / KTM, que venceu de ponta a ponta sem ser ameaçado em nenhum momento por seus adversários. Na segunda posição ficou o alemão Max Nagl, da equipe oficial Honda Europa, e na terceira posição chegou o belga Clement Desalle, da equipe oficial Rosckstar / Suzuki.

Nagl e Desalle chegaram a andar próximos um do outro por alguns momentos, mas não chegaram a trocar de posições em nenhum instante. O melhor brasileiro foi o mineiro Jorge Balbi Jr., da equipe Pro Tork / 2B / Kawasaki Racing, que finalizou na décima quinta posição.

IMG_6600

Largada da bateria da categoria MX1 no GP Brasil 2013

IMG_6618

Antonio Cairoli

IMG_6638

Maximilian Nagl

Bateria Super Final

Na bateria que reuniu os 20 melhores do dia na categoria MX1 e os 20 melhores da categoria MX2, o belga Kevin Strijbos, da equipe Rockstar / Suzuki, fez  holeshot e foi abrindo aos poucos do segundo colocado, o português Rui Gonçalves, da equipe Ice1 / KTM, e do belga Clement Desalle, companheiro de equipe de Strijbos.

O líder do campeonato, o italiano Antonio Cairoli, piloto da equipe oficial Red Bull / KTM, nas primieras voltas ocupava a quinta colocação. Com um terço da Desalle comete um erro e acaba indo para a quarta posição, com Cairoli já na terceira colocação. Momentos depois Tony cairoli ultrapassa Gonçalves e assume a segunda posição, com Strijbos mantendo uma distância regular de mais ou menos seis segundo na ponta.

Mas quando falamos de Cairoli, a gente sabe do que ele é capaz, e nas voltas finais ele foi tirando um segundo por volta, e quando foi dada a placa de duas voltas ele partiu para cima de Strijbos e assumiu a liderança, vencendo assim a bateria da MX1, e a bateria da Super Final.

O holandês Jeffrey Herlings teve uma péssima largada, passando na primeira volta na trigésima oitava posição. Mas o piloto da equipe oficial KTM não é líder invicto por acaso da categoria MX2, e foi galgando posições, até finalizar em décimo terceiro lugar, que com a vitória na bateria da MX2, lhe deu a vitória no geral da sua categoria.

Em segundo lugar na Super Final na categoria MX1 ficou o piloto Kevin Strijbos. E em primeiro lugar na bateria Super Final na categoria MX2 ficou para o espanhol Jose Butrón. Na soma final dos pontos das baterias MX1 e MX2 mais os da Super Final, o vencedor da categoria MX1 foi Antonio Cairoli, o segundo colocado Kevin Strijbos, e o terceiro Clement Desalle.

Já na categoria MX2, com a soma dos pontos da bateria da MX2 e mais os pontos da Super Final, o vencedor foi Jeffrey Herlings, com Jeffrey Herlings em segundo lugar e Jordi Tixier na terceira posição. Clique no link abaixo e confira os resultados completos das categorias MX1 e MX2, e a classificação atual do campeonato após o GP Brasil de Motocross.

IMG_6674

Momentos antes da largada da Super Final no GP Brasil de MX 2013

IMG_6700

Largada da bateria Super Final do GP Brasil de MX 2013

IMG_6705

Kevin Strijbos

IMG_6711

Antonio Cairoli

IMG_6725

Cairoli preparando o bote para cima de Strijbos

IMG_6739

Pódio conjunto das categorias MX1 e MX2 do GP Brasil de MX

Clique aqui para conferir os resultados completos

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly