Tudo pronto para o Brasileiro de Motocross no MS

Por Comunic.Ativa | 23 de Maio de 2013 - 16:13

A segunda etapa do campeonato Brasileiro de Motocross 2013 chega a Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, neste fim de semana, dias 25 e 26 de maio. A cidade já está pronta para receber os melhores pilotos do País para mais um desafio.

As equipes começam a chegar ao município. A pista recebe os últimos retoques e a característica de Supercross já não existe mais com a ampliação do traçado. “Tentamos aproveitar alguns relevos para fazer os obstáculos, como por exemplo, uma mesa de mergulho. Ficou uma pista muito boa”, explica o construtor de pista oficial da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, Paulo Carames.  

Os pilotos ainda vão encarar areia em parte do traçado. Foram utilizados aproximadamente 1.400m³ de areia. “A areia vai dificultar a vida dos pilotos. Vai ficar mais pesada. A pista exigirá mais técnica e preparo físico dos pilotos”, afirma o diretor de Motocross da CBM, Roberto Boettcher.

Nesta etapa serão disputadas cinco categorias: MX1, MX2, MX3, Junior e 65. Os pilotos vêm forte, já que tiveram um pouco mais de um mês para se prepararem. “Consegui treinar bastante nesse intervalo entre as duas etapas e acredito que estou bem preparado para fazer uma boa prova em Três Lagoas”, afirma Eduardo ‘Dudu’ Lima, piloto da equipe Rinaldi / IMS Racewear / Kawasaki, que disputa a MX2.

O piloto passou perto de ser campeão na categoria em 2012. Dudu ficou em segundo lugar no ano passado. Na primeira etapa da temporada 2013, realizada no dia 14 de abril em Carlos Barbosa, no Rio Grande do Sul, o piloto ficou em quinto lugar na somatórias das duas baterias. Por isso, Dudu Lima sabe que uma vitória em Três Lagoas é importante. “Já não fiz uma ótima primeira etapa e agora tenho que correr atrás e recuperar os pontos. Todo piloto quer o título do campeonato e para isso é preciso andar na frente”, afirma Dudu.

Cartaz Três Lagoas(1)

A organização da segunda etapa do Brasileiro de Motocross é Confederação Brasileira de Motociclismo e realização da Federação de Motociclismo do Estado do Mato Grosso do Sul. Em Três Lagoas a organização é do promotor de justiça, Antônio Carlos Garcia de Oliveira (Totó) e do jornalista Ricardo Ojeda, com o apoio da Prefeitura de Três Lagoas, Câmara Municipal, Sejuvel (Secretaria Municipal de Esportes, Juventude e Lazer), Fundesporte e Perfil News. O campeonato Brasileiro de Motocross 2013 tem o patrocínio da Rinaldi, Honda, Yamaha, X Motos do Brasil, Petrobrás, Lubrax, IMS Racing, Peterlongo e Circuit.

Confira a programação

24/05 – Sexta-feira

12:00 às 19:00 horas – Secretaria / Vistoria

25/05 – Sábado

07:30 às 08:30 horas – Vistoria Técnica                     

Treinos Livres

08:40 às 09:00 horas – Categoria MX3

09:10 às 09:30 horas – Categoria 65

09:40 às 10:10 horas – Categoria MX2

10:20 às 10:40 horas – Categoria Júnior

10:50 às 11:20 horas – Categoria MX1

Treinos Cronometrados

12:20 às 12:40 horas – Categoria MX3

12:50 às 13:10 horas – Categoria 65

13:20 às 13:50 horas – Categoria MX2

14:00 às 14:20 horas – Categoria Júnior

14:30 às 15:00 horas – Categoria MX1          

Provas         

15:30 horas – Categoria MX3 (20min + 2 voltas)

16:20 horas – Categoria 65 (15min + 2 voltas)

26/05 – Domingo

Warm-up

09:00 horas – Categoria MX1 (15min)

09:30 horas – Categoria Júnior (15min)

10:00 horas – Categoria MX2 (15min)

11:00 horas – Abertura Oficial

Provas

11:40 horas – Categoria MX1 – Primeira bateria (30min + 2 voltas)

12:40 horas – Categoria MX2 – Primeira bateria (30min + 2 voltas)

14:00 horas – Categoria MX1 – Segunda bateria (30min + 2 voltas)

15:00 horas – Categoria Júnior – Bateria única (20min + 2 voltas)

15:40 horas – categoria MX2 – Segunda bateria (30min + 2 voltas)

*Horários do Mato Grosso do Sul

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly