Gaúcho de Velocross 2013 – 2ª Etapa – Condor

Por André Charão | Fotos por Divulgação | 28 de Maio de 2013 - 18:40

A cidade de Condor, na região noroeste do Rio Grande do Sul, entrou neste último final de semana para o cenário do mais importante campeonato de Velocross do Estado, o Rinaldi Gaúcho de Velocross.

Pilotos de mais de 40 cidades do Rio Grande do Sul, e também de Santa Catarina, encararam a segunda etapa da competição, que reuniu mais de 140 pilotos, que fizeram bonito no belíssimo Parque de Eventos Leonardo Van Ass.

A grande presença de pilotos durante os treinos livres e cronometrados do sábado deram uma dimensão de como seriam as provas no domingo, Lucas Basso (VX2 e VX Pró), Fernando Sanches (VX3 e VX4) e Jordan Martini (230 Pró e Nacional Força Livre) foram os destaques dos treinos, cada um fez o melhor tempo em duas categorias, além dos melhores tempos dos treinos, Lucas Basso cravou a melhor volta da pista (0:55.032).

A presença dos pilotos aumentou muito no domingo e nas primeiras horas da manhã já havia  um intenso movimento nos boxes. O clima foi perfeito para a etapa em Condor, nas primeiras horas da manhã o sol apareceu com poucas nuvens no céu, garantindo uma temperatura agradável, tanto para os pilotos, quanto para o público que acompanhou atentamente as disputas da etapa.

Valério Neto, narrador oficial do Arenacross e do Mundial de Motocross no Brasil, foi o responsável nesta etapa em passar a emoção dos pegas na pista para o público, voltando a narrar uma etapa do Gaúcho de Velocross quase três anos após a sua última passagem pelo campeonato, em julho de 2010, na cidade de São Borja.

A segunda etapa da competição teve intensas disputas pelas vitórias em suas quinze categorias, algumas delas terminaram de forma eletrizante, como nas categorias 50, 65, 85, VX3 Nacional e Intermediária onde os cinco primeiros lugares foram definidos nas últimas voltas.

Confira como foram as disputas da segunda etapa do Rinaldi Gaúcho de Velocross 2013

Marco Farias voltou a vencer no Gaúcho de Velocross
A categoria VX4 Nacional foi muito especial para Marco Aurélio Farias-Lajeado (Griffin Protetores/PHD Guindastes/YPF Lubrificantes), a vitória na categoria marcou a volta do piloto ao ponto mais alto do pódio no Gaúcho de Velocross depois de um longo jejum. Na largada Elder Pirolli “Nety”-Tapejara (Kimoto/Pampa Motos/Pró Tork/Mecânica Zapanetti) saiu na frente seguido de perto por Marco Aurélio e Nilton Brignol/Pelotas (Gil Motos/Paris Duty Free Shop/Tintas Farben/Vedacit Impermeabilizantes), na primeira reta Fabian Souza-Sta. Vitória do Palmar (Jordan Sat Antenas Parabólicas OITV) assumiu a terceira colocação. Assim que abriu a primeira volta Marco Aurélio já era o novo líder, no entanto Nety não deixou Marco Aurélio abrir vantagem. Na quinta volta Fabian Souza, Nilton Brigno e Luis Carlos Berger-Montenegro (SK Motos & Moto Peças/Mecânica Berger) aproveitaram um erro de Elder Pirolli e ganharam uma posição cada. Na oitava volta foi a vez de Fabian cair e perder a segunda colocação para Nety que já havia assumido a terceira colocação. Nas três últimas voltas Elder forçou o ritmo marcando a melhor volta da prova (1:03.668) e tentou alcançar o líder, no entanto a vantagem de Marco Aurélio era grande o suficiente para vencer com tranqüilidade. Elder Pirolli foi o segundo colocado com Nilton Brignol em terceiro, Luiz Carlos Berger na quarta colocação e Fabian Souza em quinto.

IMG_5687

Santiago da Silva venceu a categoria de entrada
A categoria 50cc teve uma prova eletrizante do começo ao fim. Na largada, Pablo Henrique dos Santos-Panambi (Pizzaria Rangus/Corfio) e Erick Bom Reis-Rio Grande (Caio Pescados/Moura Pescados/Cleber Pontes Cursos de Pilotagem) dividiram a primeira curva, Santiago da Silva-Frederico Westphalem (Trilheiros do Barril Frederico Westphalem) encostou logo atrás, depois da segunda curva Erick assumiu a liderança da prova, um pouco mais atrás no segundo pelotão a briga ficou entre os Matheus Cunha-Dom Pedrito (Super Bonzão/Agileu Oficina de Motos/Lancheria do Alemão/Dani Cabelereira/Cleber Pontes Cursos de Pilotagem), Roberty Godinho-Nova Prata (Roncato Escavações/Hemar Artefatos de Cimento/Mecânica do Moa/Godinho Car) e Eduardo Casirighi-Carazinho (Mecânica Casirighi) fizeram nas primeiras voltas uma acirrada disputa pelas duas posições restantes no pódio. Na segunda volta Erick começou a sofrer pressão de Santiago, os dois andaram no mesmo ritmo, Erick marcou a melhor volta da prova (1:13.923), depois de três voltas Roberty assumiu a quarta colocação, na última volta o líder cometeu o único erro na prova, Erick tentou reassumir o posto mas acabou ficando em segundo. No final vitória de Santiago, Erick foi o segundo, Pablo Henrique foi o terceiro colocado, Roberty foi o quarto colocado e Matheus fechou o pódio na quinta colocação.

Guto Freitas foi o vencedor novamente a Estreante 230
Fazendo uma excelente prova, o piloto de Barros Cassal, Guto Freitas (Works Suspension/Moto Car/Mecânica César Racing/Unimotos), faturou a segunda vitória na categoria Estreantes 230cc. Na largada Guto assumiu a liderança na primeira curva, Patrick Machado-S. Vicente do Sul (Marco Autopeças/Boby92 Moto Peças) e Roger Cagliero Jr.-Tapejara (Loja Veste Bem/Dudu Preparações) e Bruno Ortiz-Carazinho (Mecânica Casarighi) fizeram a primeira volta na mesma balada do líder, enquanto o líder fazia volta mais rápida em cima de volta mais rápida, 1:00.377 a melhor delas, Luiz Henrique Konrad-Panambi (Clinicar Pintura Automotivas/Pontual Locadora) fazia uma recuperação eletrizante depois não ter feito uma boa largada, conseguindo grandes ultrapassagens chegando a terceira colocação. No final vitória de Guto Freitas, Patrick Machado foi o segundo, Luiz Henrique o terceiro colocado, Roger Cagliero o quarto colocado e Bruno Ortiz fechando o pódio na quinta colocação.

Fernando Sanches chegou na frente mais uma na VX4
Com uma ultrapassagem sensacional na primeira volta Fernando Sanches-Santa Maria (AutoGiro Veículos)Azzurra Motos Yamaha) assumiu a liderança da prova e conquistou a segunda vitória na VX4 no campeonato. Na largada, Giovane Pick-Vera Cruz (Transportes Transpick/Postos Central) assumiu a liderança da prova, Fernando Sanches, Lauthério Brauch-S. Lourenço do Sul (Steins Malhas/Willrich Ind. Têxtil/Agafarma da Deodoro/Paulinho Moto Peças/Toca da Coruja) e Elder Pirolli “Nety”-Tapejara (Kimoto/Pampa Motos/Pró Tork/Mecânica Zapanetti) e Mauro Brazaca-Vila Langaro (Borilli Pneus) vieram logo atrás e fizeram a primeira volta no mesmo ritmo, assim que foram abrir a primeira volta Fernando aproveitou que o líder Giovane fez a curva da chegada por fora e fez a ultrapassagem para assumir a liderança as três primeiras posições praticamente foram definidas nas primeiras voltas, por outro lado, a briga pela quarta colocação entre Elder e Mauro foi eletrizante até  o final. Depois de assumir a liderança Fernando forçou o ritmo marcando a volta mais rápida da prova (0:55.899) e venceu a prova com uma boa vantagem, Pick foi o segundo, Lauthério o terceiro, Elder foi o quarto colocado com menos de um segundo para Mauro Brazaca, o quinto colocado.

Matheus Hernandes faturou a 65
O piloto vice-campeão Gaúcho de 2012 Matheus Hernandes-Rio Grande (Mecânica Léo) ganhou a primeira posição da prova na segunda volta e garantiu a primeira vitória no campeonato. Na largada Gabriel Costa-Dom Pedrito (Agropecuária Ibicui/Volcan Performance/Joel Motos) assumiu a primeira colocação seguido por Matheus Hernandes, Arthur Barcelos-Capão do Leão (Hortifruti Bascki) e João PedroRoncato-Nova Prata (Godinho Car/Roncato Escavações) disputaram a terciera colocação nas primeiras curvas, a briga pelo último lugar no pódio ficou entre Jader Martini-Santa Maria (Works Suspencion/Rigol Competições/AutoGiro Veículos/Canis e Felis/Azzurra Yamaha Team/Jordan Preparações Peças e Manutenções), Rubens Oliveira Filho-Alegrete (Ruvel Veículos) e Erick Bom Reis-Rio Grande (Caio Pescados/Moura Pescados/Cleber Pontes Cursos de Pilotagem). Na segunda volta o líder Gabriel deixou a moto apagar em uma curva e acabou caindo perdendo segundos precisos e ficando na última colocação, com isso Matheus assumiu a liderança, à partir daí Gabriel voou na pista, tirando quase quatro segundos por volta, o pedritense fez volta mais rápida em cima de volta mais rápida, 1:04.671 a melhor delas, conseguindo uma grande recuperação, fechando a prova em segundo, Arthur Barcelos foi o terceiro colocado, João Pedro Roncato foi o quarto e Jader Martini fechou a prova na quinta colocação.

Jordan Martini garantiu a vitória na Nacional Força Livre
Disputada em duas baterias na edição deste ano, a categoria Nacional Força Livre tem forçado a regularidade dos pilotos nas duas baterias, tudo para poder fazer pontos preciosos que possam levar ao pódio, com isso, as excelentes e eletrizantes disputas em cada bateria tem sido constantes.

Na primeira bateria uma largada sensacional, quatro pilotos entraram disputando a liderança na primeira curva, Joel da Costa-Ciriaco (Posto Pery/Dioy Motos/Pedreira da Costa), Luciando De Conto-Passo Fundo (Tornearia Bramatti/Trevipart/Teta Motos/Motul/Mecânica Zapanetti), Felipe Deloss-Lajeado (Restaurante Deloss/Boqueirão desmonte em Rocha/MMC Power/Lotticci Radiadores) e Vinícius Nalin-Pinhalzinho/SC, na segunda curva Nalin assumiu a liderança da prova com Deloss em segundo, Vinícius Pilz-Venâncio Aires (Chima Veículos/Chima Transportes/Tutaloko Trilha Club) e Jordan Martini-Santa Maria (Works Suspencion/Rigol Competições/AutoGiro Veículos/Canis e Felis/Azzurra Yamaha Team/Jordan Preparações Peças e Manutenções) entraram na “zona” do pódio, na quarta volta Deloss caiu e ficou para trás, com isso Pilz e Martini subiram uma posição, três voltas depois Martini já era o segundo colocado, Vinícius Nalin imprimiu um ritmo forte cravando a volta mais rápida (0:57.825)  e venceu sem sofrer pressão, Vinícius Pilz contou com a queda de Jordan e fechou a primeira bateria  em segundo, Martini foi o terceiro, Joel foi o quarto colocado e Cristiano Teixeira-Tapejara (Dametto Materias de Construção/Balneário Água Azul/Dudu Preparações) fechou na quinta colocação.

Na segunda bateria Joel da Costa assumiu a liderança seguido de perto por Jordan Martini e Felipe Deloss, antes de abrir a primeira volta Deloss assumiu a segunda colocação, uma volta depois já ocupava a liderança, Claiton Portela-Passo Fundo (CR Serviços Empresariais/Lavagem Portela/Tornearia Bramatti) e Luciano de Conto completavam os cinco primeiros colocados, o vencedor da primeira bateria Viníciius Nalin não fez uma boa largada e saiu na oitava colocação, o piloto fez uma prova de recuperação fantástica conseguindo melhorar o seu tempo em relação a primeira bateria (0:57.735), o piloto chegou a encostar no segundo colocado, mas acabou ficando no meio do caminho após uma queda. No final vitória de Deloss com Martini em segundo, Joel foi o terceiro colocado, Vinicius Pilz o quarto e Claiton Portela o quinto colocado.

Na soma dos resultados o pódio ficou formado com Jader Martini em primeiro, Vinícius Pilz em segundo, Joel da Costa em terceiro, Vinícius Nalin em quarto e Felippe Deloss na quinta colocação.

Fernando Sanches venceu a categoria VX3
O dia era mesmo de Fernando Sanches-Santa Maria (AutoGiro Veículos/Azzurra Motos Yamaha), em mais uma grande pilotagem o piloto teve que acelerar muito depois de largar em sétimo, mesmo com problemas no motor fez a volta mais rápida da etapa (0:55.410). Na largada Gustavo Visoto-Carazinho (Visoto Equipamentos/Mitsubishi Mídia Veículos) assumiu a liderança seguido de Maiara Basso-Mato Castelhano (Rinaldi/IMS/TBT/Belparts/Adubos Coxilha/Cereais Basso/Artcross) e Fabiano Ribeiro-Passo Fundo (Loma Noivas/TBT/Mecânica Zapanetti/Artcross/Moto&Cia/Bato Fitness), Giovane Pick-Vera Cruz (Transportes Transpick/Postos Central), Rodrigo Volcan-Pelotas (Volcan Performance/Paulinho Moto Peças/BBN Multimarcas/CP Graphics/Telex Free/Borracharia Pedro Osório/Hot Sports/Vó Nelda), Lauthério Brauch-S. Lourenço do Sul (Steins Malhas/Willrich Ind. Têxtil/Agafarma da Deodoro/Paulinho Moto Peças/Toca da Coruja), Elder Pirolli “Nety”-Tapejara (Kimoto/Pampa Motos/Pró Tork/Mecânica Zapanetti) e Cleomenes Gomes-Camaquã (JC Materias de Construção e Madereira JC) formaram o primeiro e disputadíssimo pelotão, ainda na primeira volta, Fabiano assumiu a segunda colocação, uma volta depois Visoto abandonou a prova, com isso Rodrigo Volcan e Cleomenes subiram uma posição cada e disputaram palmo a palmo a terceira colocação com direito a ultrapassagem numa volta e troco na outra. Fernando Sanches tratou de acelerar e volta a volta fazia as ultrapassagens em busca da liderança da prova. No final vitória de Fernando com Fabiano em segundo, Maiara em terceiro, Volcan em quarto e Cleomenes em quinto.

Vitória de Luciano De Conto na VX3 Nacional
Na largada da categoria VX3 Nacional, Márcio Alarcon-Montenegro (Cia do Conserto/Alarcon Preparações) assumiu a liderança, Luciano De Conto-Passo Fundo (Tornearia Bramatti/Trevipart/Teta Motos/Motul/Mecânica Zapanetti) em segundo, Elder Pirolli “Nety”-Tapejara (Kimoto/Pampa Motos/Pró Tork/Mecânica Zapanetti) em terceiro e Marcos Onzi-Flores da Cunha (Metais Onzi/Vodka Raiska/Martini Racing) e Jacemar Magni-Estrela (Postos Scherren/Foclog Rastreadores/CTO Eventos/JR Preparações) completaram o primeiro pelotão, na primeira volta Márcio Alarcon cravou o melhor tempo da prova (1:00.333) e manteve um ritmo muito forte, porém, na volta seguinte ele acabou errando e perdendo algumas posições. A liderança ficou com De Conto, Elder Pirolli quase perdeu a segunda colocação um pouco antes do final quando deixou a moto apagar, Marcos Onzi fechou a prova em terceiro, Jocemar confirmou a quarta colocação e Alarcon fechou o pódio em quinto.

Trunfo do estreante Roberto Bergmann na Intermediária
Acostumado a acelerar no Gaúcho de Motocross, Roberto Bergmann-Santa Rosa (Cia da Moto/Santa Rosa Caminhões/Mecânica Diesel/Banda Criado Mudo) fez sua estréia no Rinaldi Gaúcho de Velocross com vitória na categoria Intermediária. Na largada, Gustavo Visoto-Carazinho (Visoto Equipamentos/Mitsubishi Mídia Veículos) saiu mais uma vez na frente, em busca da segunda colocação Antônio Brazaca-Vila Langaro (Birolli Pneus), Luis Henrique Zottis-Passo Fundo (ArtCross/Pato Loco Preparações/Laboratório de Próteses Dentárias Cleomar/Recomaq) e Felipe Augusto Pick-Vera Cruz (Transpick Transportes/Postos Central) entraram lado a lado na primeira curva, o primeiro pelotão contou com a presença de Fabrício Ramazzini-Montenegro (Unifrutas/Pavilama/Trasnportes Ramazzini) logo na primeira volta. Roberto Bergmann, Luis Henrique e Antônio Brazaca, Fabrício Ramazzini, que cravou a volta mais rápida da prova (0:55.568) e Pick assumiram as cinco primeiras colocações, a disputa pela segunda colocação foi intensa entre Zottis, Brazaca e Ramazzini, um foi a sombra do outro do começo ao final da prova. No final vitória de Bergamann com Brazaca em segundo, Zottis em terceiro, Ramazzini em quarto e Felipe Pick completou o pódio na quinta colocação.

Vitória de Nalin na 230 Pró
O piloto Vinícius Nalin-Pinhalzinho/SC, faturou a segunda vitória da etapa na categoria 230cc Pró e tornou-se um dos grandes destaques da 2ª etapa do campeonato. Na largada, Vinícius Nalin, Guto Freitas-Barros Cassal (Works Suspension/Moto Car/Mecânica César Racing/Unimotos), Gustavo Gusberti-Vila Flores (Campos Preparações/Postos Per L’Ámerica/Godinho Car/Avamo Moto Clube), Jordan Martini-Santa Maria (Works Suspencion/Rigol Competições/AutoGiro Veículos/Canis e Felis/Azzurra Yamaha Team/Jordan Preparações Peças e Manutenções) e Joel da Costa-Ciriaco (Posto Pery/Dioy Motos/Pedreira da Costa) fizeram grandes disputas pelos cinco lugares no pódio. Assim que assumiu a primeira colocação Nalin novamente acelerou forte e melhorou ainda mais o seu tempo na pista (0:57.544), a briga pela segunda colocação foi intensa entre Jordan e Gusberti até que na sétima volta o piloto de Santa Maria caiu e perdeu posições, mesmo assim conseguiu recuperar e assumir a terceira colocação. No final vitória de Nalin com Gusberti em segundo, Jordan em terceiro, Joel na quarta colocação e Eduardo Leobet-Piratuba/SC (Hotel Vila Germânica/Empreiteira CEDEL) na quinta colocação.

Vitória de Lucas Basso na categoria VX2
Os irmãos Basso alinharam como favoritos na disputa da categoria VX2, a dúvida seria qual dos dois irmãos terminaria a prova na frente. Na largada Mateus Basso-Gentil (Rinaldi/IMS/TBT/Belparts/Adubos Coxilha/Cereais Basso/Artcross) assumiu a ponta com Lucas Basso-Gentil (Rinaldi/IMS/TBT/Belparts/Adubos Coxilha/Cereais Basso/Artcross) colado em segundo, a briga pela terceira colocação teve um começo sensacional entre Guilherme Zottis-Passo Fundo (ArtCross/Pato Loco Preparações/Laboratório de Próteses Dentárias Cleomar/Recomaq) e Sérgio Marques Moraes-Sta. Cruz do Sul (Works Suspension/Zanela Eventos), os quatro formaram o primeiro pelotão, Weslen Gomes-Camaquã (JC Materias de Construção e Madereira JC), Maicon Galiotto-Flores da Cunha (Galiotto Vinhos e Sucos/Caa Galiotto Espumantes/RR Moto Racing/Mecânica do Pepino/G3 Incorporadora/Morangos Vizentim), Eduardo Leobet-Piratuba/SC (Hotel Vila Germânica/Empreiteira Cedel), Roberto Webber-Ijuí (Malwee Malhas/KR Motos/Motoclube Ijuí) lutavam pela quinta colocação no segundo e não menos disputado pelotão. Mesmo cravando a volta mais rápida da prova (0:56.283) Mateus foi ultrapassado por seu irmão Lucas que assumiu a segunda colocação, no entanto, os dois continuaram, como de costume, andando juntos, praticamente lado a lado durante o restante da prova, Sérgio Moraes apertou o ritmo e conseguiu superar Guilherme e assumiu a terceira colocação. No final vitória de Lucas, com Mateus em segundo, Moraes em terceiro, Guilherme na quarta colocação e Roberto Weber em quinto.

Vitória de Gusberti na Intermediária Nacional
Depois de chegar entre os cinco primeiros colocados em três categorias, Gustavo Gusberti-Vila Flores (Campos Preparações/Postos Per L’Ámerica/Godinho Car/Avamo Moto Clube) enfim conseguiu subir ao ponto mais alto do pódio na categoria Intermediária Nacional. Na largada seis pilotos formaram primeiro pelotão, Gustavo Gusberti, Márcio Alarcon-Montenegro (Cia do Conserto/Alarcon Preparações), Cristiano Teixeira-Tapejara (Dametto Materias de Construção/Balneário Água Azul/Dudu Preparações), Joel da Costa-Ciriaco (Posto Pery/Dioy Motos/Pedreira da Costa), Guto Freitas-Barros Cassal (Works Suspension/Moto Car/Mecânica César Racing/Unimotos) e Claiton Portela-Passo Fundo (CR Serviços Empresariais/Lavagem Portela/Tornearia Bramatti), as posições praticamente se mantiveram durante toda a prova, porém os pegas foram constantes, assim como as tentativas de ultrapassagem, no final vitória de Gusberti, que fez o melhor tempo da prova (0:58.406), Cristiano em segundo, Guto Freitas em terceiro, Claiton em quarto e Márcio Alarcon, que perdeu rendimento na segunda metade da prova, na quinta colocação.

Michel Andrade venceu a 85
A categoria 85cc teve um dos grandes pegas da etapa, a disputa entre os pilotos Jordan Souza-Sta. Vitória do Palmar (Jordan Sat Antenas Parabólicas/Oi TV) e Michel de Andrade-Dom Pedrito (Pizzaria e Lancheria do Alemão/Joel Motos/Super Bonzão/Cleber Pontes Curso de Pilotagem) foi de tirar o fôlego. Na largada Jordan assumiu a ponta com Michel colado em segundo, Kamila Rocha-Chui (Restaurante Mariele/Prefeitura Municipal do Chui), Gabriel Costa-Dom Pedrito (Agropecuária Ibicui/Volcan Performance/Joel Motos) e Gabriel Dambrós-Ijuí (Gráfica GD/Stargraf Comunicação Visual/Óptica Focal) completaram os cinco primeiros colocados, Jordan e Michel começaram a abrir distância dos demais e chamar a atenção de todos para a disputa que valia a liderança da prova. Michel foi a sombra de Jordan até que na quinta volta ele assumiu a primeira colocação, mas na mesma volta ele acabou errando e Jordan reassumiu a liderança da prova, uma volta depois Michel cravou a volta mais rápida da prova (1:01.104) e colou novamente em Jordan, assim que receberam a placa de duas voltas Michel forçou e conseguiu a ultrapassagem no final da reta à frente do público, Jordan deu o X no mergulho e acabou caindo, com a queda o piloto passou para a quarta colocação, Michel seguiu tranquilo para levar a bandeira da vitória. No final vitória de Michel com Kamila em segundo, Gabriel em terceiro, Jordan na quarta colocação Gabriel Dambrós na quinta colocação.

Vitória Felipe Pick na categoria Estreantes Importadas
A categoria Estreantes Importadas, que voltou a fazer parte do campeonato à partir da segunda etapa em Condor, foi disputada como se fosse uma final, todos queriam vencer a primeira etapa. Na largada, Victor Fontana-Aguas Claras/SC (Cooperaguas/Auto Posto Águas Frias) asumiu a liderança da prova, Felipe Augusto Pick-Vera Cruz (Transpick Transportes/Postos Central), Marcos Marca-Fagundes Varela (Abastecedora Bosio/Couro Mania/Academia Bela Vitta/Polibra), Roberto Webber-Ijuí (Malwee Malhas/KR Motos/Motoclube Ijuí), Henrique Nicoletti-Ijuí (Madelli Móveis/Vô Nicoletti/Clinica Rietch Müller) e Diovam Hoffmann-Panambi (Moto Barão) formavam o primeiro pelotão. Nas primeiras voltas Felipe Pick cravou a melhor volta da prova (0:56.616) e assumiu a liderança, deixando a definição dos demais lugares do pódio para trás, Victor Fontana também assegurou o seu lugar no pódio abrindo uma boa vantagem na segunda colocação, Marcos Marca, Roberto Weber e Diovam Hoffmann fizeram um intensa disputa pelo terceiro lugar. No final vitória de Pick com Fontana em segundo, Marcos Marca em terceiro, Roberto Webber em quarto e Diovam na quinta colocação.

VX Pró fechou a etapa com vitória de Mateus Basso
Com mais uma dobradinha, agora na VXPró, os irmãos Lucas e Mateus Basso-Gentil (Rinaldi/IMS/TBT/Belparts/Adubos Coxilha/Cereais Basso/Artcross) mostram a cada etapa  porque são os principais nomes da modalidade no país. Mateus e Lucas assumiram as duas primeiras posições nas primeiras curvas e dominaram por completo a categoria. Na largada, Gustavo Visoto-Carazinho (Visoto Equipamentos/Mitsubishi Mídia Veículos) emplacou o terceiro “holeshot” na etapa, Mateus e Lucas que vieram logo atrás, assumiram o primeiro e segundo lugares respectivamente, Antônio Brazaca-Vila Langaro (Birolli Pneus) também ultrapassou Visoto e conseguiu manter o mesmo ritmo dos líderes, Luis Henrique Zottis-Passo Fundo (ArtCross/Pato Loco Preparações/Laboratório de Próteses Dentárias Cleomar/Recomaq), Giovane Pick-Vera Cruz (Transportes Transpick/Postos Central), , Sérgio Marques Moraes-Sta. Cruz do Sul (Works Suspension/Zanela Eventos), Fabiano Ribeiro-Passo Fundo (Loma Noivas/TBT/Mecânica Zapanetti/Artcross/Moto&Cia/Bato Fitness), Roberto Bergmann-Santa Rosa (Cia da Moto/Santa Rosa Caminhões/Mecânica Diesel/Banda Criado Mudo), Fabrício Ramazzini-Montenegro (Unifrutas/Pavilama/Trasnportes Ramazzini) Rodrigo Volcan-Pelotas (Volcan Performance/Paulinho Moto Peças/BBN Multimarcas/CP Graphics/Telex Free/Borracharia Pedro Osório/Hot Sports/Vó Nelda), formaram o segundo pelotão que aos poucos foram definindo as posições. Roberto Bergamnn e Fabricio Ramazzini conseguiram impor um ritmo forte e encostaram na “zona” do pódio, Lucas conseguiu fazer a ultrapassagem em Mateus, mas levou o troco de Mateus na volta seguinte. Luis Henrique Zottis acabou ficando para trás depois de deixar a moto apagar abrindo caminho para Roberto que ultrapassou Brazaca e assumiu a terceira colocação. No final vitória de Mateus com Lucas em segundo, Bergmann em terceiro, Brazaca foi o quarto colocado e Giovane Pick fechou a prova na quinta colocação.

Nos dias 08 e 09 de junho o circo do campeonato Rinaldi Gaúcho de Velocross pega a estrada em direção à cidade de Erval Grande no noroeste do estado onde será disputada a terceira etapa da competição.

O campeonato Gaúcho de Velocross 2013 tem o patrocínio master da Rinaldi, Honda, Total Distribuidora Moto Peças Ltda., IMS, co-patrocínio da SobreRodas e apoio da Vitrine da Moto, M3 Racing, Farover, Kimoto e Artemoto.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly