10 coisas para ver hoje no AMA MX em Muddy Creek

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 01 de junho de 2013 - 13:27

Força de menino x Força de homem
Justin Barcia saiu com dois holeshots na semana passada em Thunder Valley. Infelizmente para ele e para a Honda / Muscle Milk, ele não conseguiu segurar os líderes e vencer pela primeira vez na categoria 450 no Motocross. Jeff Stanton, seu treinador, previu isso antes da temporada, afirmando que Justin ainda estava desenvolvendo a força que Ryan Villopoto e Ryan Dungey possuem. A questão é se com o decorrer do campeonato ele vai desenvolver o condicionamento necessário para ir para o topo, ou se vai levar uma temporada inteira para aprender, e crescer ?

Piloto inquieto
Passadas apenas duas etapas e diante de uma diferença de 12 pontos para Ryan Villopoto, da equipe oficial Monster / Kawasaki, ainda não é hora de pânico para Ryan Dungey, da equipe oficial Red Bull / KTM. Mas a maneira dominante com a qual RV venceu as quatro baterias até agora deve preocupar a equipe Red Bull / KTM. Dungey precisa descobrir uma maneira de por um fim a essas vitórias consecutivas de Villopoto ou seu terceiro campeonato do AMA Motocross nas 450 estará fora de alcance antes que ele perceba. Será que ele pode virar o jogo hoje no Tennessee ?

53091_dungey-hangtown2013-_fbfadf_600

Ryan Dungey

A recuperação de Blake
Depois de uma triste corrida em Thunder Valley para o atual campeão, Blake Baggett, da equipe Monster / pro Circuit / Kawasaki, ele poderá recuperar sua forma e voltar a brigar pelo título ? Depois de ficar de fora da temporada do AMA Supercross com uma fratura no punho obtida na primeira etapa em Anaheim1, e de se separar do treinador Aldon Baker, todos os olhos estavam na moto #1 para ver como ele ira responder. Hangtown foi um dia respeitável, mas semana passada tudo parecia difícil. Historicamente, Blake tem sido inconsistente em suas largadas e em Lakewood não foi diferente. Entretanto, a diferença é que desta vez não foi possível ultrapassar todo o pelotão como na maioria das vezes. Se isso é reflexo da alteração do programa de treinamento ou não, ainda não é possível determinar, mas uma coisa é certa: Blake precisa mostrar a todos o porquê do #1 estar em sua moto e na sua camisa.

Onde está Broc ?
Vindo de uma campanha impressionante no Motocross no ano passado, as expectativas para 2013 eram altas para Broc Tickle, da equipe semi-oficial Dodge / RCH / Suzuki. Uma Suzuki de fábrica e a instrução do multi campeão Ricky Carmichael, com certeza seriam a combinação perfeita que BT20 precisava para estar nos pódios nesta temporada, certo?  Até então, não funcionou. Enquanto muitos apontaram as suas péssimas largadas como grandes contribuintes, seus tempos de volta não estão onde ele também gostaria que estivessem. Com duas das próximas três corridas sendo consideradas ‘corridas em casa’ para ele, agora é a hora de aparecer. Momento é tudo nesse esporte e uma grande corrida no Tennessee hoje poderá ser exatamente o que ele precisa para acertar o rumo.

Performance repetida
Essa semana marcará a segunda e final etapa para as estrelas belgas do GP, Clement Desalle e Kevin Strijbos, da equipe oficial Suzuki Europa. Embora os dois estivessem lidando com um formato de corrida desconhecido (os pilotos do Mundial de Motocross MX1 têm muito mais tempo na pista para treinar), os dois foram muito bem em Thunder Valley. Com Desalle fazendo 5º e 7º lugares e ficando em 6º no overall e com Strijbos, 10º e 8º, e ficando em 9º no overall, apesar de ter caído na primeira curva da primeira bateria e completando a primeira volta em 24º colocado. Com o campeonato indo para Muddy Creek hoje, um local que poucos pilotos já correram antes, o campo deve ser mais equilibrado. Como os europeus vão se sair em sua segunda tentativa no AMA Motocross em 2013 ?

Momentos animados
Após a corrida de Hangtown, todos já estavam preparados para entregar o título da categoria 250 a Kenny Roczen. Ele comandou as duas baterias e parecia estar preparado para encarar todos os desafios. No entanto, após a corrida de Lakewood na semana passada, a situação ficou um pouco mais complicada. Eli Tomac simplesmente roubou a cena e venceu a segunda bateria e obteve a vitória no overall, reduzindo a diferença para cinco pontos. Agora, sendo Muddy Creek uma etapa neutra, de quem será o momento crucial e quem irá gravar seu nome como o favorito para o título ?

53093_roczen-hangtown2013-_fc02ef_600

Kenny Roczen

Passando um dia com o Sr. Cooper
Cooper Webb arregalou os olhos de algumas pessoas na primeira bateria na semana passada no Colorado. Ultrapassar um campeão Mundial de Motocross, em sua segunda etapa no AMA Motocross, fez isto acontecer. Sua segunda bateria foi um pouco difícil e turbulenta, mas com certeza valeu pela experiência. Indo para a pista que é considerada dentro de casa, quais são as expectativas para o 175 ? Vê-lo no Top 3 ou Top 5 não é mais surpresa, e vai ficando mais fácil a cada vez que ele derrotar os competidores em quem ele se inspirou nos últimos anos. Manter o foco e o autocontrole é a chave para o jovem, mas se Cooper se encontrar nas primeiras posições neste final de semana, é melhor que todos mantenham os olhos no novato.

Ben está de volta
Graças aos resultados crescentes na segunda metade do AMA Motocross em 2012 e a uma temporada de sucesso no AMA Supercross nesse ano, Ben LaMay, da equipe semi-oficial Rock River / Yamaha Racing, foi premiado com equipamento de fábrica da Yamaha para a temporada 2013 do AMA Motocross. Infelizmente, um rompimento do LCM sofrido durante os treinos na semana antecedente do AMA Supercross de Las Vegas, impediu LaMay de correr as duas primeiras etapas da temporada. Ele vai voltar a ação hoje em Muddy Creek. Como ele vai se sair em sua primeira corrida de volta ?

A vez de Osborne
Zach Osborne, da equipe semi-oficial Geico / Honda, deu um espetáculo de pilotagem na segunda bateria em Thunder Valley, alcançando e ultrapassando Marvin Musquin e Ken Roczen para ficar em terceiro no overall (e o primeiro pódio de overall de sua carreira no AMA Motocross), depois de fazer o 6º e 2º lugares nas baterias. O nativo da Virgínia obviamente está em forma e com a etapa em Muddy Creek hoje, sua corrida em casa, será que ele conseguirá assegurar sua primeira vitória da carreira no AMA Motocross ?

53092_osborne-hangtown2013_fc083f_600

Zach Osborne

Anderson preparado para o sucesso ?
Jason Anderson, da equipe semi-oficial Rockstar / Suzuki Racing, parece estar à beira de uma performance bem-sucedida que muitos esperavam que seria mais cedo, depois que ele se profissionalizou em 2011. Anderson coletou sua primeira vitória da carreira na categoria 250 no AMA Supercross Oeste em Salt Lake City, e agora parece preparado para um corrida de sucesso no Motocross para lançá-lo ao nível mais elevado. Será que isto vai acontecer hoje em Muddy Creek ?

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly