AMA Motocross 2013 – 3ª Etapa – Muddy Creek

Por Mariah Morgado | Fotos por GuyB | 03 de junho de 2013 - 15:13

Pela primeira vez desde 1997 o AMA Motocross voltou para os fãs do sudeste dos Estados Unidos, que estavam sedentos por uma corrida do campeonato Americano de MX. O circuito de Muddy Creek Raceway, que fica nos arredores da cidade de Bristol, sediou a terceira etapa do campeonato temporada 2013 para um público que lotou as exuberantes colinas da recém reformada pista, trazendo também novos desafios. Confira o que rolou na terceira etapa do AMA Motocross no último sábado, 1º de junho.

s780_060313muddypitbits002

Categoria 450

Durante as primeiras quatro baterias da categoria 450, Ryan Villopoto, da equipe oficial Monster / Kawasaki, foi perfeito. Venceu todas elas e estava demonstrando que as vitórias não iriam desaparecer tão cedo. Ele foi desafiado por Justin Barcia e Ryan Dungey, mas mostrou durante que ele está forte e difícil de ser batido. Mas em uma tarde sulista e úmida, Dungey pôs um fim ao domínio de RV quando ficou em terceiro e primeiro em cada bateria, respectivamente, faturando sua primeira vitória de overall da temporada.

s780_060213muddyblast001

s780_060213muddyblast002

Jeff Stanton, treinador de Justin Barcia, piloto oficial da Honda / Muscle Milk, falou sobre a força do novato comparada à força de Villopoto e Dungey. “Na primeira bateria profissional no respeitado circuito, foi a força de Villopoto contra a força de Barcia. Villopoto fez o holeshot, seguido por Barcia e seu colega de equipe, Trey Canard. O atual campeão da categoria 450, Ryan Dungey, piloto oficial da KTM, se enrolou na largada, tendo dificuldades de galgar posições durante a corrida”, comentou o ex-campeão Stanton.

Barcia ultrapassou Villopoto, depois RV deu o troco, comandando uma linda disputa pela liderança. No início Barcia atacava, mantendo-se no alcance do líder. Mas a sexta volta proporcionou a folga que RV queria e ele abriu uma vantagem de dois segundos, deixando Barcia disputando o segundo lugar. 

s780_060213muddyblast004

s780_060213muddyblast006

Enquanto RV vencia sua quinta bateria consecutiva, Trey Canard ficou para trás cruzando pelo pelotão depois que ele caiu pouco antes da linha de chegada. Canard ficou no chão por alguns momentos e depois teve que ir para o pit para reparos. Ele voltou a subir na moto e ficou em 29º.

Dungey conseguiu sair do buraco da largada, metodicamente, ultrapassando Mike Alessi e James Stewart para ficar em terceiro. Clement Desalle fez uma ultrapassagem furiosa para pegar o quinto lugar de Alessi. Josh Grant (que teve que se recuperar de uma largada ruim), Phil Nicoletti, Ryan Sipes e Justin Brayton completaram o Top 10.

s780_060213muddyblast007

s780_060213muddyblast009

Villopoto, buscando sua sexta vitória consecutiva, ficou grudado com Dungey e Barcia na segunda bateria. Mas sua sessão de vitórias foi colocada em risco quando um acidente o deixou na 16ª posição. Com Villopoto enrolado no pelotão intermediário, o overall ficou por conta de Barcia e Dungey. Dungey foi estratégico, ficando bem próximo e esperando por um erro.

 

Quando aquele erro não veio, Dungey, sentindo a pressão, forçou e fez a ultrapassagem quase no final da corrida. A partir daí, Dungey fez uma corrida de administração, segurando Barcia, até a bandeirada final e colocando um fim à dominância de Villopoto em cinco baterias.

Enquanto isso Villopoto abria caminho rapidamente, chegando a ficar em terceiro colocado antes que outro acidente o deixou em quinto. RV atacou novamente, perseguindo Alessi na quarta posição e colocando pressão sobre Canard, na curva final, na terceira posição. Alessi, Stewart, Kevin Strijbos, Jake Weimer, Desalle e Andrew Short completaram os Top 10 desta bateria.

A vitória de Dungey na segunda bateria somada com o terceiro lugar da primeira bateria superou a dobradinha na segunda posição de Barcia no overall. O overall completo da categoria 450 ficou assim: Villopoto (1-4), Stewart (4-6), Alessi (6-5), Desalle (5-9), Strijbos (14-7), Short (12-10), Canard (13-11) e Tickle (13-11).

Resultado da terceira etapa do AMA Motocross 2013 na categoria 450
1. Ryan Dungey (KTM) 3-1
2. Justin Barcia (Honda) 2-2
3. Ryan Villopoto (Kawasaki) 1-4
4. James Stewart Jr. (Suzuki) 4-6
5. Mike Alessi (Suzuki) 6-5
6. Clement Desalle (Suzuki) 5-9
7. Kevin Strijbos (Suzuki) 14-7
8. Andrew Short (KTM) 12-10
9. Trey Canard (Honda) 29-3
10. Broc Tickle (Suzuki) 13-11
11. Jake Weimer (Kawasaki) 18-8
12. Chad Reed (Honda) 15-13
13. Josh Grant (Yamaha) 7-36
14. Phil Nicoletti (Yamaha) 8-33
15. Ryan Sipes (Suzuki) 9-21
16. Justin Brayton (Yamaha) 10-40
17. Tyla Rattray (Kawasaki) 11-38
18. Malcolm Stewart (Honda) 25-12
19. Les Smith (KTM) 17-18
20. Vince Friese (KTM) 40-14
21. Nicholas Wey (Kawasaki) 19-17
22. Michael Byrne (KTM) 16-20
23. Ben LaMay (Yamaha) 37-15
24. Fredrik Noren (Suzuki) 22-16
25. Broc Schmelyun (Kawasaki) 20-19
26. Chris Blose (Yamaha) 28-23
27. Vann Martin (Kawasaki) 24-26
28. Heath Harrison (Kawasaki) 30-22
29. Travis Sewell (KTM) 26-28
30. Seth Rarick (KTM) 31-25
31. Ronnie Stewart (Suzuki) 27-32
32. Austin Howell (Suzuki) 23-35
33. Derek Anderson (Kawasaki) 21-37
34. Tevin Tapia (Suzuki) 36-24
35. Robert Lind (Yamaha) 33-27
36. Jeff Gibson (Honda) 32-31
37. Michael Stryker (KTM) 35-30
38. Dustin Pipes (Suzuki) 38-29
39. Cameron Stone (Honda) 34-34
40. Robby Marshall (KTM) 39-39

Classificação do AMA Motocross 450 2013 após três etapas
1. Ryan Villopoto – 143 pontos (2 vitórias)
2. Ryan Dungey – 133 (1 vitória)
3. Justin Barcia – 114
4. James Stewart – 99
5. Trey Canard – 90
6. Mike Alessi – 85
7. Tyla Rattray – 59
8. Clement Desalle – 58
9. Andrew Short – 54
10. Ryan Sipes – 49
11. Broc Tickle – 47
12. Kevin Strijbos – 45
13. Jake Weimer – 44
14. Phil Nicoletti – 42
15. Malcolm Stewart – 37
16. Weston Peick – 36
17. Dean Wilson – 33
18. Josh Grant – 31
19. Chad Reed – 25
20. Justin Brayton – 20 pontos

 

Categoria 250

O dia também foi intenso para a categoria 250, que teve um terceiro vencedor no overall na temporada. São três etapas, e três vencedores diferentes até o momento. Marvin Musquin, piloto oficial da KTM, assegurou sua segunda vitória da carreira no Motocross norte-americano no overall no estreante circuito do Tennessee, e como em Unadilla, no ano passado, o lugar de sua primeira vitória, o francês venceu sem vencer uma bateria.

s780_060213muddyblast011

s780_060213muddyblast013

O colega de equipe Red Bull / KTM de Musquin, Ken Roczen, estava voando no início do dia, acelerando muito nos treinos, mas não conseguiu pegar o holeshot na primeira bateria. A honra pertenceu a Justin Bogle, da equipe semi-oficial Geico /Honda, que está começando a retomar sua forma depois de ficar de fora a temporada inteira do AMA Supercross 2013 devido a uma lesão.

Zach Osborne se juntou a Bogle, seu colega de equipe, na dianteira e assumiu a liderança brevemente antes de ser ultrapassado por Bogle e pelo novato da equipe semi-oficial MyPlash / Star Racing / Yamaha, o novato Cooper Webb. Bogle não conseguiu manter a liderança, caindo antes do final da primeira volta. A liderança passou para Webb (a primeira vez que o novato liderou uma corrida no AMA Motocross) e ele manteve a liderança pelas primeiras voltas.

s780_060213muddyblast014

s780_060213muddyblast016

Mas logo Webb sentiu a pressão do líder do campeonato, Ken Roczen, que ultrapassou o novato. O trabalho de Webb ainda não havia terminado, ele ainda tinha que lidar com Musquin, Blake Baggett, Zach Osborne, Jason Anderson e Eli Tomac. O jovem talentoso segurou a barra com Osborne e Anderson, mas sucumbiu à pressão de Baggett e Tomac.

Com a disputa se dispersando, o ataque de Osborne no pelotão do meio depois de um acidente, Roczen cruzou a linha de chegada em primeiro, assegurando sua quarta vitória de bateria nessa temporada. Musquin ficou em segundo, seguido por Baggett na terceira posição. Tomac, Webb, Osborne, Anderson, Kyle Cunningham, Cole Seely e Joey Savatgy completaram o Top 10.

s780_060213muddyblast018

s780_060213muddyblast019

Como na semana passada em Thunder Valley, a segunda bateria foi dominada por Eli Tomac. O piloto da Geico / Honda usufruiu de uma pista livre depois de fazer o holeshot e cruzou a linha de chegada com tranquilos 17 segundos de vantagem sobre Musquin.

Com Tomac fora de alcance, as atenções voltaram para Roczen que encarava outra largada ruim. Roczen pressionou a dupla da Geico / Honda, Osborne e Bogle, e tentava ultrapassar Baggett, piloto da equipe semi-oficial Monster / Po Circuit / Kawasaki, e atual campeão do AMA Motocross 250, que o deixou para trás no início da corrida.

Rapidamente, Roczen encostou na traseira da moto de Baggett e utilizando de alguns traçados criativos por fora e por dentro, ultrapassou o atual campeão. Roczen estava correndo o risco de perder a vitória no overall e um erro no final da corrida, garantiu a perda. Com Baggett ainda colado em sua traseira, Roczen enfrentava o trânsito morro abaixo depois do salto triplo ‘The Bomber’ e não conseguiu pegar o traçado que estava usando. Isso o desequilibrou o suficiente para manda-lo para fora da pista, perdendo a posição para Baggett e consequentemente também o overall.

A dupla da Geico / Honda, Osborne e Bogle, ficaram em quinto e sexto, respectivamente, com Anderson, Martin Davalos, Blake Wharton e Jeremy Martin completando o top 10 nessa segunda bateria.

Foi a dobradinha na segunda posição de Musquin (2-2) que lhe garantiu a vitória, superando os resultados de Tomac (4-1) e Roczen (1-4), que ficaram em segundo e terceiro. Completando o top 10 do overall da categoria 250 tivemos: 4- Baggett (3-3), 5- Osborne (6-5), 6- Anderson (7-7), 7- Bogle (12-6), 8- Cunningham (8-11), 9- Wharton (11-9) e 10- Webb (5-15).

Resultado da terceira etapa do AMA Motocross 2013 na categoria 250
1. Marvin Musquin (KTM) 2-2
2. Eli Tomac (Honda) 4-1
3. Kenny ‘Ken’ Roczen (KTM) 1-4
4. Blake Baggett (Kawasaki) 3-3
5. Zachary ‘Zach’ Osborne (Honda) 6-5
6. Jason Anderson (Suzuki) 7-7
7. Justin Bogle (Honda) 12-6
8. Kyle Cunningham (Yamaha) 8-11
9. Blake Wharton (Suzuki) 11-9
10. Cooper Webb (Yamaha) 5-15
11. Martin Davalos (Kawasaki) 13-8
12. Joseph ‘Joey’ Savatgy (KTM) 10-12
13. Cole Seely (Honda) 9-13
14. Justin Hill (Kawasaki) 16-14
15. Jeremy Martin (Yamaha) 21-10
16. Alex Martin (Yamaha) 15-16
17. Darryn Durham (Kawasaki) 14-17
18. Jackson Richardson (Honda) 19-19
19. Dillan Epstein (Kawasaki) 17-39
20. Brady Kiesel (Yamaha) 24-18
21. Dominic ‘Nico’ Izzi (Suzuki) 18-40
22. Kyle Peters (Honda) 20-21
23. Jesse Wentland (KTM) 28-20
24. Jacob Baumert (Kawasaki) 25-22
25. Mitchell Oldenburg (Honda) 23-23
26. Lance Vincent (KTM) 22-24
27. Ryan Zimmer (Honda) 26-25
28. Daniel Herrlein (Honda) 27-27
29. Todd Krieg (KTM) 29-28
30. Justin Starling (Honda) 30-29
31. Joseph Dalzell (Kawasaki) 33-30
32. Johnny Moore (Honda) 32-31
33. Lyke Davie (Honda) 38-26
34. Dakota Kessler (Honda) 35-32
35. Ignacio Pazos (Honda) 31-35
36. Daniel Lippman (Suzuki) 37-33
37. Cody Woodworth (Suzuki) 36-34
38. Justin Freund (Kawasaki) 34-36
39. Sean Hackley, Jr. (KTM) 40-37
40. Drew Gosselaar (Honda) 39-38

Classificação do AMA Motocross 250 2013 após três etapas
1. Kenny ‘Ken’ Roczen – 138 pontos (1 vitória)
2. Eli Tomac – 132 (1 vitória)
3. Marvin Musquin – 116 (1 vitória)
4. Blake Baggett – 110
5. Zach Osborne – 96
6. Jason Anderson – 77
7. Cooper Webb – 65
8. Kyle Cunningham – 62
9. Justin Bogle – 61
10. Jeremy Martin – 61
11. Blake Wharton – 57
12. Martin Davalos – 57
13. Cole Seely – 52
14. Justin Hill – 51
15. Joseph ‘Joey’ Savatgy – 46
16. Darryn Durham – 26
17. Dominic ‘Nico’ Izzi – 26
18. Dillan Epstein – 26
19. Alex Martin – 18
20. Jackson Richardson – 12 pontos

No próximo sábado, 8 de junho, o AMA Motocross seguirá para High Point Raceway, para a quarta etapa da temporada 2013.

Calendário do AMA Motocross 2013
Quarta Etapa – 8 de junho – High Point – Pensilvânia
Quinta Etapa – 22 de junho – Budds Creek – Maryland
Sexta Etapa – 29 de junho – Moto X 338 – Massachussets
Sétima Etapa – 6 de julho – RedBud – Michigan
Oitava Etapa – 20 de julho – Washougal – Washington
Nona Etapa – 27 de julho – Spring Creek – Minnesota
Décima Etapa – 10 de agosto – Unadilla – New York
Décima Primeira Etapa – 17 de agosto – Miller Motorsports Park – Utah
Décima Segunda Etapa – 24 de agosto – Lake Elsinore – Califórnia

Confira como foram as primeiras etapas do AMA Motocross 2013

Primeira Etapa – 18 de maio – Hangtown – Califórnia
Segunda Etapa – 25 de maio – Thunder Valley – Colorado

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly