Prévia do GP da França no Mundial de Motocross

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 07 de junho de 2013 - 7:53

Depois de uma pausa de duas semanas o campeonato Mundial de Motocross está preparado para a realização do oitavo GP da temporada, que marca a metade da temporada 2013. A famosa pista de Ernée será o palco do Grand Prix da França neste final de semana, 8 e 9 de junho, depois de quatro anos de fora do calendário, então se espera um grande público para torcer pelos heróis locais.

Além de sediar o oitavo GP do campeonato Mundial MX1 / MX2, Ernée também verá a segunda etapa do campeonato Europeu EMX250, que contará com mais de 100 pilotos.

Categoria MX1
O líder da categoria MX1 continua sendo o Antonio Cairoli que encara o GP francês com 52 pontos na frente de Gautier Paulin que segura a segunda posição na classificação. O piloto da equipe oficial KTM não participou de nenhuma corrida durante esse intervalo de duas semanas, mas ele tem treinado forte para conseguir outra vitória de overall em Ernée, onde ele venceu em 2006 quando ainda corria na categoria MX2.

1305200118MX1start_MXGP_7_BRA_2013

Gautier Paulin da Kawasaki Racing Team está bem ansioso para participar do GP da França no final de semana. No Grand Prix do Brasil, ele ficou em quinto no overall, mas ele venceu dois GPs seguidos (Bulgária e Sevlievo) e sabe que ele pode dar outra vitória para sua plateia já que ele está se sentindo melhor do que nunca em sua Kawasaki.

1306061328Paulin1

A terceira posição da classificação é do piloto Rockstar / Suzuki, Clement Desalle, que está com 11 pontos atrás de Paulin e com 22 pontos na frente de Ken De Dycker. O piloto belga não teve férias depois do Brasil, ele decidiu participar de duas etapas do AMA Motocross. Se ele quer continuar brigando pelo título da MX1, Desalle precisa se sair bem na França.

Ken De Dycker, companheiro de Cairoli na KTM passou por dificuldades no último Grand Prix e ele perdeu a segunda posição na classificação do campeonato e agora é o quarto. O belga está determinado a conseguir um resultado no Top 3 no final de semana na França para poder recuperar sua confiança e tentar entrar no Top 3 da classificação de pontos da MX1.

Kevin Strijbos da equipe oficial Rockstar / Suzuki segura a quinta posição do campeonato e ele vai participar do Grand Prix da França depois de subir no terceiro degrau do pódio no Beto Carrero, no Brasil. O piloto belga também participou de duas etapas do AMA Motocross para continuar treinando e tentar repetir o feito do Brasil nesse final de semana em Ernée.

Tommy Searle está passando por seu ano de aprendizado na categoria MX1 e ele é o atual sexto colocado no campeonato atrás de Strijbos. O piloto inglês teve duas semanas para se recuperar da lesão no dedo, então ele estará completamente em forma para participar do GP da França. Max Nagl, que correu muito bem no Brasil quando vencendo a corrida classificatória e empatou na quarta colocação do overall com Strijbos, está ansioso para a corrida do fim de semana em Ernée e ele vai fazer o melhor para obter o que pode ser seu primeiro pódio da temporada e o primeiro também com a Honda. O piloto alemão tem boas lembranças de Ernée porque ele venceu o Grand Prix francês em 2009.

Rui Gonçalves é o oitavo na classificação da MX1 e Jeremy Van Horebeek e David Philippaerts completam o top 10. Xavier Boog perdeu os dois últimos Grand Prix devido ao tornozelo quebrado, mas no próximo final de semana ele estará de volta em sua máquina KTM para correr diante de seus conterrâneos. Outro piloto que também retornará de uma lesão no próximo final de semana é Matiss Karro que parece estar completamente em forma novamente depois de subir no pódio do Campeonato Inglês.

Steven Frossard estava se preparando para subir novamente em sua Yamaha para o GP da França, mas infelizmente, ele lesionou os ligamentos do joelho direito enquanto treinava no último final de semana.

 

Categoria MX2
Na categoria MX2, Jeffrey Herlings, da equipe oficial KTM, continua sendo o dono do number plate vermelho com uma vantagem confortável de 90 pontos sobre seu companheiro de equipe, Jordi Tixier, que é o atual segundo colocado na classificação do campeonato. O piloto holandês venceu todos os Grand Prix até agora, mas no Brasil foi José Butrón que venceu a segunda bateria e o reinado de Herlings foi quebrado. Apesar de ter ficado um pouco desapontado por não ter conseguido vencer a segunda bateria no Beto Carrero, Herlings vai continuar dando o seu melhor para subir no degrau mais alto do pódio em cada Grand Prix e ficar mais próximo do que pode ser seu segundo título mundial na categoria MX2.

Jordi Tixier, da KTM, está tendo uma temporada realmente consistente e ele subiu no pódio em quarto de sete GPs. Embora ele saiba que Herlings está muito forte nessa temporada, o sonho de Tixier é conquistar o primeiro degrau da tribuna em algum momento nessa temporada e como ele estará correndo em casa no final de semana, pode ser o cenário perfeito para ele atingir seu objetivo.

O piloto da equipe KTM / Silver Action José Butrón conseguiu terminar em segundo no overall no Brasil e agora é o terceiro na classificação de pontos da MX2. O piloto espanhol está com quatro pontos na frente de Glenn Coldenhoff e agora seu objetivo é manter a boa posição até o final do campeonato. Butrón está no melhor momento de sua carreira profissional e depois de vencer a quinta etapa do campeonato Espanhol na semana passada, ele está totalmente em forma para enfrentar a oitava etapa do campeonato Mundial MX2 de Motocross.

Gleen Coldenhoff, da equipe Standing Construct / KTM obteve sua segunda pole da temporada no Brad Prix do Brasil e ele terminou a primeira corrida em segundo colocado. Entretanto, sua 12ª posição na Super Final fez com que ele ficasse em quarto no overall e ele caiu para a quarta posição na classificação de pontos. Coldenhoff está com apenas quatro pontos atrás de Butrón, então seu objetivo no final de semana é fazer duas baterias consistentes para recuperar a terceira posição do campeonato MX2.

Neste final de semana, o piloto da Monster / Yamaha, Christophe Charlier, que é o quinto na classificação do campeonato MX2, vai correr em casa e ele vai contar com todos os fãs franceses que irão para Ernée para torcer por seus heróis locais. Charlier cruzou a linha de chegada na terceira posição em três ocasiões nesse ano, mas ele ainda não conseguiu subir no pódio. Então nesse fim de semana, ele vai tentar fazer o melhor para dar o resultado tão esperando a seus apoiadores.

Dean Ferris foi bem consistente no último Grand Prix e sua segunda posição no overall em Portugal, provou que ele pode ser um piloto a brigar pelas três primeiras posições em todo final de semana. No momento, o australiano é o sexto na classificação, seguido por Max Anstie e Jake Nicholls. Tanto Anstie quanto Nicholls não foram bem sucedidos no GP anterior, então os dois estão determinados a fazer bonito nesse fim de semana e subirem algumas posições no campeonato.

1305240805Anstie front 2013

Alessandro Lupino e Mel Pocock completam o Top 10 da classificação do campeonato Mundial MX2 de Motocross.Os pilotos da casa, Dylan Ferrandis e Maxime Desprey, 12º e 15º colocados respectivamente no campeonato, estão ansiosos para correr em casa no final de semana e tentar completar a corrida entre o top 10 da categoria MX2.

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly