10 coisas que você não pode perder em High Point

Por Mariah Morgado | Fotos por GuyB | 08 de junho de 2013 - 9:44

Azar de segunda bateria
O novato da equipe semi-oficial MyPlash / Metal Mulisha / Star Racing / Yamaha, Cooper Webb, continuou sua performance impressionante durante a primeira bateria no Tennessee quando liderou por um tempo a corrida antes de ocupar outra posição difícil de conquistar entre as cinco primeiras posições. Infelizmente, ele também continuou sua maré de azar durante a segunda bateria, caindo no início da corrida enquanto disputava a liderança. Webb já provou que é rápido e sem dúvidas vai se livrar dessa maré de azar nas segundas baterias, mas a questão é: quando ? Vai acontecer neste sábado em High Point ?

s780_060313muddypitbits004

Cooper Webb e o treinador Gary Bailey

Ficando juntos
Ken Roczen e Eli Tomac venceram baterias na semana passada em Muddy Creek, mas eles nunca se encontraram nas corridas. Tomac estava muito atrás para desafiar Kenny na primeira bateria e Kenny estava muito atrás na segunda bateria para ver Eli. Até o momento, a dupla provou ser a mais rápida da categoria 250. Será que eles podem se encontrar e travarem uma disputa épica hoje ?

Três em três
Como de costume, a ação na classificação da categoria 250 tem sido excelente com três vencedores em três etapas. Os velozes Zach Osborne e Blake Baggett ainda não venceram uma bateria ou um overall, o que significa que podemos ter um quatro em quatro quando a poeira (ou a lama) abaixar no AMA Motocross em High Point neste sábado.

s780_060213muddyblast040

Zach Osborne em disputa com Kenny Roczen em Muddy Creek

Guarda-chuvas e bermudas
Os nativos de High Point vão levar os dois, o local é conhecido por ter o tempo mais imprevisível do circuito. O sol matinal pode dar espaço para chuvas torrenciais que encharcam a pista, imediatamente seguidas por mais sol forte que deixa toda a propriedade literalmente fumegante. A previsão do tempo é para provável chuva hoje, mas você nunca sabe no que está se metendo até que a ação comece. Será que os fãs bagunceiros de High Point vão revestir as cercas com calor implacável, baldes de chuva, ambos ou nenhum ?

Durham está na área
A maioria dos locais tem um herói de cidade natal, e em High Point é Darryn Durham da equipe semi-oficial Monster / Pro Circuit / Kawasaki. Devido a uma lesão, o nativo da Pensilvânia não correu em High Point desde seu desempenho memorável e extraordinário em 2011 quando ele liderou quase a primeira bateria inteira antes de ceder à pressão de Blake Baggett, Dean Wilson e Tyla Rattray. Graças a um acidente em Hangtown, que o deixou com uma perna lesionada, Durham não está 100% no momento, mas isso não vai impedi-lo de alinhar para disputar em seu quintal. Se o estimulo da cidade natal vai ou não ajudar Durham a esquecer da dor e correr como ele fez em 2011, é incerto, mas uma coisa é certa: não importa o que, Double D vai ter um forte contingente de fãs gritando incentivos.

s780_060313muddypitbits029

Darryn Durham

Ganhando impulso
Há uma temporada atrás, James Stewart, faturou quatro vitórias de baterias consecutivas para começar a temporada. Ryan Dungey o seguiu de perto na maioria daquelas corridas e alguns começaram a se perguntar o que seria necessário para que ele atacasse, e ultrapassasse Stewart. Uma temporada depois, Stewart lesionou o punho e venceu dez baterias seguidas. Avancemos uma temporada e conversas de 24-0 saltaram quando Ryan Villopoto venceu cindo baterias seguidas. Dungey pôs um fim nessa sessão no final de semana passado e agora está a apenas 10 pontos atrás de RV. São dois anos seguidos nos quais Dungey tem usado a terceira etapa para interromper o avanço de um rival. Ele também venceu duas dos três últimos overalls em High Point. Será que fará três de quatro hoje ?

Sobre a faca
Lesões, cirurgias e reabilitação tomaram a maior parte da carreira do piloto Toyota / Yamaha, Josh Grant, nos últimos anos. A velocidade de Grant voltou em Muddy Creek onde ele cravou os tempos mais rápidos nos dois treinos e superou uma largada ruim para cruzar a linha de chegada da primeira bateria na sétima posição. Problemas com a moto lhe renderam uma chance no top 10 do overall, mas em relação a velocidade, ele voltou a forma. Grant teve seus altos e baixos em High Point (lembram-se de quanto ele saiu da pista e sua Yamaha foi direto ao encontro de uma caminhonete do lado da pista ?), mas ele também venceu o primeiro nacional de sua carreira nessa pista. Como ele vai se sair nos morros hoje ?

Bônus – O salto dorminhoco
Muitas pistas têm seus saltos ou obstáculos patenteados, como o Salto do LaRocco em RedBud, ou o Henry Hill em Budds Creek, mas tem um certo duplo em High Point que ainda tem que se unir as lendas da tradição do Motocross. Isso pode ser logo. É grande, inclinado e segue imediatamente uma curva para a direita, fazendo-o difícil e técnico. A menos que chova, o salto pode não afetar o resultado da corrida, mas com certeza é impressionante assistir os melhores pilotos do mundo voando de lado depois de saltarem. Quem for um dos fãs sortudos que comparecerem hoje em High Point, verá de perto. Se não, confiram o vídeo abaixo :

Imagem de Amostra do You Tube

 

Esperando o sucesso de Baggett
Uma lesão irritante no punho impossibilitou o atual campeão da categoria 250, Blake Baggett, nas primeiras etapas. Enquanto Baggett tem siso consistente com resultados de baterias (3-2-9-5-3-3) ao longo das três etapas, nós ainda não vimos um de seus avanços de final de bateria. Será que Baggett, que foi incansável em 2011 em High Point quando saiu de trás e buscou uma vitória fantástica, vai se sair bem neste sábado ?

Bogle voltando as origens
Seguindo uma carreira amadora de muito sucesso, que incluiu vencer o Horizon Award 2011, Justin Bogle foi indicado como o próximo piloto de sucesso no Motocross profissional. Ele tinha os recursos e a equipe, Geico / Honda, para ter triunfar, mas lesões dizimaram suas oportunidades de crescer. Muddy Creek testemunhou o Bogle de antigamente. Ele liderou, mesmo que brevemente, na primeira bateria e correu na frente na segunda bateria antes de terminar em sexto.  Conforme seu crescimento continua, espera-se que Bogle tente subir nos pódios. Será que virá tão cedo hoje em High Point ?

s780_060213muddyblast036

Justin Bogle

Senhor consistente
Entrando no AMA Motocross 2013, Trey Canard  teve exatamente duas corridas na bagagem na categoria 450 devido  a lesões. Excluindo uma 29ª posição na primeira bateria em Muddy Creek e depois de um acidente, nesse verão Canard têm sido consistente até agora, ficando cinco vezes no Top 5 em seis baterias. Um segundo pódio de bateria no Tennessee provou que Canard pode correr com o pelotão da frente e ele já teve sucesso (e decepção) antes em High Point. Será que Canard pode capturar seu primeiro resultado da temporada no Top 3 do overall hoje ?

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly