O que rolou nos treinos do AMA MX em High Point

Por Mariah Morgado | Fotos por GuyB | 08 de junho de 2013 - 15:57

Depois de dois dias e duas noites consecutivas de chuva, os morros pitorescos da pista de High Point em Mount Morris, na Pensilvânia, ainda estão debaixo de céu nublado. A manhã de hoje, 8 de junho, foi de temperaturas baixas, mas a expectativa é que o sol brilhe durante o dia com temperaturas subindo ao redor de 26ºc.

A categoria WMX retornou nesse fim de semana para a sua segunda etapa do campeonato. Mas a surpresa é que a vencedora de Hangtown, Courtney Duncan, está fora da corrida por causa de um pulso quebrado. Já a brasileira Mariana Balbi, piloto da equipe Pro Tork / 2B / Kawasaki, não está participando da etapa de High Point.

full_060813villopoto2_937714

Ryan Villopoto

A pista estava enlameada e escorregadia, desafiando os pilotos durante a primeira sessão de treinos classificatórios, os tempos mais rápidos vieram na segunda sessão. Na categoria 450, Ryan Villopoto da equipe oficial Kawasaki, liderou, superando o tempo de 2:15.055 de Ryan Dungey na segunda sessão de treinos com 2:13.451.

full_060813dungey_225422

Ryan Dungey

A temporada 2013 tem sido um desafio para Broc Tickle em sua primeira temporada com a equipe RCH / Suzuki. Mas o ex-campeão do AMA Supercross na categoria Lites foi bem na segunda sessão de treinos, fazendo 2:15.845, bom o suficiente para fazer o terceiro melhor tempo no overall. James Stewart, Ryan Sipes, Tyle Rattray, Mike Alessi, Trey Canard, Justin Brayton e Jake Weimer completaram os Top 10.

full_060813tickle_381566

Broc Tickle

Na categoria 250, foi o vencedor de High Point em 2011 e o atual campeão, Blake Baggett, da equipe semi-oficial Pro Circuit / Kawasaki, que fez o melhor tempo com 2:14.794. O atual líder da pontuação do campeonato, Ken Roczen da equipe oficial KTM, também foi rápido na segunda sessão, superando o colega de equipe, Marvin Musquin, por mais de um segundo e ficou com o segundo melhor tempo no overall.

full_060813baggett_722288

Blake Baggett

Eli Tomac, da equipe Geico / Honda, teve dificuldades na segunda sessão de treino, fazendo apenas o sétimo melhor tempo da tarde. Zach Osborne, companheiro de equipe de Tomac, fez o quarto melhor tempo, Jason Anderson, Jeremy Martin, Tomac, Justin Bogle, Nico Izzi e Martin Davalos completaram o top 10 dos treinos.

full_060813roczen_980502

Kenny Roczen

As condições da pista devem continuar melhorando ao longo do dia conforme o sol aparece e seca a pista. Durante as duas sessões de treinos, nenhum piloto conseguiu saltar o duplo Catapulta que segue da sessão de costelas depois da largada. A sessão profissional do fundo também foi encurtada e tem o formato que eles correm durante os dias de amador.

full_060813musquin_918263

Marvin Musquin

Acompanhem as segundas baterias da quarta etapa do AMA Motocross aqui pelo site Mundocross, a partir das 17:00 horas.

Resultado dos treinos da categoria 450
1. Ryan Villopoto 2:13.451
2. Ryan Dungey 2:15.055
3. Broc Tickle 2:15.845
4. James Stewart 2:16.444
5. Ryan Sipes 2:16.878
6. Tyla Rattray 2:16.990
7. Mike Alessi 2:17.584
8. Trey Canard 2:17.938
9. Justin Brayton 2:18.165
10. Jake Weimer 2:18.559

Resultado dos treinos da categoria 250
1. Blake Baggett 2:14.794
2. Ken Roczen 2:15.175
3. Marvin Musquin 2:15.728
4. Zach Osborne 2:16.515
5. Jason Anderson 2:16.850
6. Jeremy Martin 2:17.324
7. Eli Tomac 2:17.905
8. Justin Bogle 2:17.928
9. Nico Izzi 2:17.931
10. Martin Davalos 2:18.148

Resultado dos treinos da categoria WMX
1. Jessica Patterson 2:44.743
2. Mackenzie Tricker 2:47.365
3. Sayaka Kaneshiro 2:49.121
4. Sara Pettersson 2:50.999
5. Jacqueline Strong 2:52.864
6. Taylor Higgins 2:54.605
7. Lindsey Palmer 2:55.654
8. Kaylynn Kottar 2:57.968
9. Amanda Brown 2:59.275
10. Shelby Rolen 3:01.453

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly