Prévia do Mundial de Motocross na Letônia

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 05 de julho de 2013 - 17:15

O campeonato Mundial de Motocross não teve folga depois do Grand Prix da Suécia no último domingo, e viajou para a Letônia para o 11º Grand Prix da temporada 2013. A pista letoniana de Zelta Zirgs, que vai receber o Motocross das Nações 2014, está localizada apenas 50 kms de Riga, e neste fim de semana os fãs que viajarão para Kegums, não apenas verão os pilotos da MX1 e MX2 em ação, mas também a terceira etapa do campeonato Europeu EMX125 2T e a quarta etapa do campeonato Europeu EMX250 2T.

naglleads

Largada da categoria MX1 no GP da Suécia no domingo passado

Categoria MX1
Foi na Letônia que Antonio Cairoli virou o jogo em 2012 quando reassumiu o plate vermelho que estava na moto de Clement Desalle depois de um GP horrível na Suécia e começou sua segunda parte quase que perfeita da temporada. Esse ano o piloto da KTM Factory Racing vai correr confortavelmente em Kegums com 69 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, Gautier Paulin, então Cairoli vai se esforçar ao máximo para vencer as duas baterias e adicionar mais um geral a seu 60º recorde.

Cairoli-gallery-2013

Antonio ‘Tony’ Cairoli

Gautier Paulin, da equipe Kawasaki Racing, chega à Letônia sedento por vitória, depois de ter ficado em quinto na semana passada. Em 2012, o piloto francês não teve um final de semana muito bom em Kegums e acabou ficando na quinta posição, mas ele está determinado e vai dar o melhor de si para faturar sua quarta vitória no geral na temporada 2013 e reduzir sua diferença de pontos com Cairoli.

A terceira posição na classificação do campeonato pertence ao belga Clement Desalle que ficou terminou o GP em Uddevalla em terceiro lugar. No ano passado, o piloto da Suzuki World aterrissou na Letônia com o plate vermelho em sua moto, mas errou muito durante as corridas e acabou terminando fora das seis primeiras posições e acabou perdendo a liderança do campeonato. Nesse final de semana, Desalle vai correr sem a pressão do plate vermelho e vai tentar subir no degrau mais alto do pódio.

O colega de equipe de Cairoli, Ken De Dycker, voltou a subir no pódio em Uddevalla e obteve pontos valiosos para a classificação do campeonato. O belga é o quarto colocado com 15 pontos atrás de Desalle. De Dycker tem lembranças muito boas da Letônia que foi onde obteve sua estréia no pódio com a KTM no ano passado.

Kevin Strijbos é o atual quinto colocado na classificação da MX1, mas Tommy Searle está com nove pontos atrás do belga. O piloto Suzuki World não teve muita sorte ultimamente com as largadas, mas graças a sua velocidade ele tem conseguido ficar entre as cinco primeiras posições nos três Grand Prix anteriores. O belga está determinado para largar com o grupo da dianteira neste fim de semana e para tentar subir no pódio como fez no ano passado.

Strijbos-back-on-france-2013

Kevin Strijbos

Tommy Searle continua progredindo a cada Grand Prix e na semana passada ele conseguiu terminar a segunda corrida na frente de Desalle. No ano passado, o piloto inglês se retirou das duas corridas na Letônia devido a problemas mecânicos. Então para este ano, ele quer vingança obtendo sua estréia no pódio da MX1.

Max Nagl, que é o sétimo colocado na classificação, quase subiu no pódio na semana passada, mas uma largada ruim na segunda corrida o colocou na quarta colocação no geral. Entretanto, o alemão deixou a Suécia com uma boa sensação por ter terminado a primeira corrida em segundo, então ele está bem positivo para o final de semana.

nagl

Maximilian Nagl

Outro piloto que tem boas expectativas para o Grand Prix da Letônia é Jeremy Van Horebeek. No ano passado, o piloto belga venceu a corrida classificatória da MX2 e também a segunda bateria. Então Kegums é uma pista que ele gosta muito e pode ser neste final de semana que Van Horebeek subirá no pódio da MX1 pela primeira vez.

Ainda não se sabe se Rui Gonçalves, que ficou de fora do Grand Prix sueco devido a uma operação no joelho, vai participar da corrida no final de semana. O português é o nono colocado na classificação da MX1 e Davide Guarneri completa o top 10.

Matiss Karro, Ivo Steinbergs e Augusts Justs estão ansiosos para correr em casa no final de semana e vão dar o melhor de si para terminarem entre os dez melhores pilotos da categoria MX1.

Pódio da MX1 em 2012 na Letônia
1. Antonio Cairoli
2. Ken De Dycker
3. Kevin Strijbos

Categoria MX2
Jeffrey Herlings obteve sua 26ª vitória de GP na Suécia no domingo passado, e está a apenas uma do melhor piloto holandês de todos os tempos, Dave Strijbos. Entretanto, Herlings esteve bem perto de perder aquela vitória no geral porque terminou a primeira corrida no terceiro lugar. Na verdade, no ano passado o piloto holandês se retirou duas vezes na Letônia, uma na corrida classificatória por causa de um problema com um pneu e a outra foi um problema mecânico com sua KTM na segunda bateria. Herlings quer deixar as lembranças do ano passado para trás e se esforçar para sair da Letônia com outra linda vitória.

Jordi Tixier, colega de equipe de Herlings, subiu no pódio na semana passada em Uddevalla e ele está completamente motivado para repetir o feito em Kegums. O piloto francês obteve sua estréia no pódio da MX2 na pista letoniana no ano passado, então Tixier tem boas lembranças de Kegums e também está ansioso para correr neste final de semana.

José Butrón, da KTM Silver Action, também fez bonito no ano passado e vai dar o seu melhor para subir no pódio novamente e assegurar seu terceiro lugar no campeonato. O piloto espanhol não teve resultados muito bons nos dois últimos Grand Prix e Christophe Charlier está com cinco pontos atrás de Butrón.

O piloto da Yamaha, Christophe Charlier, melhorou muito nessa segunda parte da temporada e ele venceu sua primeira corrida no final de semana passado em Uddevalla. O piloto francês esteve próximo de vencer o GP quando terminou empatando com 45 pontos com Herlings. Charlier está avançando muito rápido na classificação e se ele continuar assim, ele pode subir para o terceiro lugar.

Enquanto Charlier vem aprimorando sua pilotagem e subindo na classificação do campeonato, Glenn Coldenhoff vem passando por momentos difíceis. O piloto da Standing Construct KTM começou esta temporada entre as três primeiras posições, mas seus resultados fizeram com que ele caísse para o quinto lugar. Entretanto, Coldenhoff está muito positivo sobre o final de semana porque foi no ano passado em Kegums que ele obteve um dos melhores resultados de sua carreira, ele ficou em quarto lugar e subiu duas posições na classificação.

A sexta e sétima posições do campeonato pertencem a Dean Ferris e Jake Nicholls e apenas quatro pontos separam os dois pilotos, então o resultado do GP da Letônia será crucial para os dois. Alessandro Lupino ocupa a oitava posição do campeonato, mas ele está a 20 pontos atrás do piloto inglês. Embora, se ele continuar subindo no pódio, ele pode subir algumas posições até o final da temporada. Na nona e décima posições da classificação do campeonato, encontramos Max Anstie e Mel Pocock.

Ferris-flying-2013

Dean Ferris

Pódio da MX2 em 2012 na Letônia
1. Joel Roelants
2. Jeremy Van Horebeek
3. Jordi Tixier

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly