Prévia do Mundial de Motocross na Finlândia

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 11 de julho de 2013 - 21:06

A pista finlandesa de Hyvinkää está de volta ao Campeonato Mundial de Motocross neste final de semana e mesmo sendo uma pista nova para a maioria dos pilotos que estão em ação nesta temporada, é um circuito muito bem conhecido pelos melhores pilotos de todos os tempos. O herói finlandês, Pekka Vehkonen, foi o último a vencer um GP na categoria 250 em Hyvinkää em 1991. Mas Dave Strijbos, Harry Everts, Sylvain Geboers, Joël Robert e o finlandês Heikki Mikkola também são uns dos grandes nomes na história do esporte que venceram na pista que vai receber a 12ª etapa do campeonato Mundial de Motocross 2013.

1307092310mikkola

A lenda viva do Motocross finlandês Heikki Mikkola

A pista está localizada a cerca de 60 kms de Helsinki e também receberá a quinta etapa do campeonato Europeu EMX250. Valentin Guillod continua com o plate vermelho em sua moto, mas seu compatriota Jeremy Seewer venceu a última etapa na Letônia, então se pode esperar uma boa corrida para o final de semana na Finlândia.

Categoria MX1

O piloto KTM Factory, Antonio Cairoli, ainda não está totalmente recuperado da lesão no joelho que aconteceu em Maggiora, mas ele conseguiu vencer os dois últimos Grand Prix sem complicações. O italiano continua liderando a classificação da MX1 com 82 pontos de diferença para o segundo classificado, Gautier Paulin, piloto Kawasaki Racing.

Gautier Paulin teve dois desempenhos fabulosos na França e na Itália, mas desde então o piloto francês não conseguiu subir no pódio. Ele teve problemas com a pista na Suécia, mas na semana passada ele mostrou novamente seu grande talento quando fez uma linda corrida de recuperação, saindo de último e terminando em quinto lugar. Atualmente Paulin é o segundo na classificação do campeonato e está totalmente motivado a subir no pódio na Finlândia e mais uma vez brigar pela vitória no geral.

Em terceiro no campeonato está o piloto Suzuki, Clement Desalle, que conseguiu pontos valiosos no GP da Letônia e agora está com 18 pontos atrás de Paulin. Entretanto, seu compatriota Ken De Dycker tem se saído muito bem ultimamente e vem logo atrás com apenas oito pontos na classificação. Desalle ficou muito satisfeito com sua pilotagem no último domingo em Kegums, mas admitiu que agora quer subir no degrau mais alto do pódio.

Desde o Grand Prix da Itália, Ken De Dycker e sua KTM Factory estiveram no pódio em toda corrida e na semana passada ele conseguiu vencer a primeira bateria no Grand Prix da Letônia. O piloto belga é o quarto colocado no campeonato, mas está com apenas oito pontos atrás de Desalle, então seu objetivo é continuar sendo consistente e ficar entre os três primeiros colocados até o final da temporada.

1307061912DeDyckerSat_MXGP_11_LV_2013

Ken De Dycker

Kevin Strijbos da Suzuki tem sido bem consistente durante toda a temporada e tem terminado entre as cinco/seis primeiras posições em quase todo final de semana. O belga só esteve no pódio uma vez nesse ano, então ele espera fazer largadas melhores a partir de agora e tentar terminar no Top 3 nos próximos GPs.

Tommy Searle esteve próximo a subir no pódio no último Grand Prix e ele tem andado no mesmo ritmo que Gautier Paulin e Clement Desalle. O piloto inglês é o sexto no campeonato, com apenas nove pontos atrás de Strijbos, então neste fim de semana ele pode subir no pódio e subir também uma posição na classificação.

O alemão, Max Nagl, é o sétimo colocado no campeonato com Jeremy Van Horebeek logo atrás dele com um ponto. Rui Gonçalves e Davide Guarneri completam o top 10 da classificação do campeonato.

Categoria MX2

Jeffrey Herlings, piloto da KTM Factory, dominou cada Grand Prix desde o início da temporada e se ele vencer no geral mais uma vez neste final de semana, será a 12ª vitória seguida e ele se equipará com o recorde de Stefan Everts. O holandês está especialmente confiante neste fim de semana porque ele sabe o que vai encontrar na pista arenosa de Hyvinkää, então ele sabe que ninguém pode pará-lo em uma corrida na areia.

Jordi Tixier voltou a subir no pódio na semana passada, mas ele ficou um pouco desapontado porque só conseguiu ficar em terceiro no geral. O piloto KTM Factory admitiu que cometeu vários erros quando tentou forçar, talvez demais, para alcançar seu colega de equipe, então neste final de semana ele estará focado para não errar e tentar terminar o mais próximo possível de Herlings.

José Butrón e sua KTM continuam na terceira colocação do campeonato MX2 e seu segundo lugar em Kegums aumentou sua vantagem sobre Christophe Charlier. No momento o piloto espanhol tem 31 pontos na frente do francês, então ele precisa continuar tendo resultados sólidos se ele quer terminar entre os três melhores pilotos do mundo da categoria.

O piloto Yamaha, Christophe Charlier, teve um fim de semana difícil na Letônia, principalmente na segunda bateria quando teve um grande acidente no começo da corrida. O piloto francês conseguiu terminar a corrida na 20ª posição, então ele sabe que precisa se sair bem na Finlândia se quiser alcançar Butrón na pontuação do campeonato.

1307092246CharlierSat_MXGP_10_S_2013

Christophe Charlier

Glenn Coldenhoff, piloto KTM, voltou a brilhar na semana passada na Letônia, mas ficou fora do pódio devido a um acidente no começo da segunda bateria. O holandês fez uma corrida classificatória muito boa e terminou a primeira bateria na terceira posição no domingo. Coldenhoff recuperou um pouco de confiança e está preparado para brigar pelo o pódio que pode ser o seu primeiro da temporada, neste fim de semana.

Dean Ferris teve dificuldades para correr entre os três melhores pilotos em Kegums, mas ele conseguiu manter sua sexta posição na classificação do campeonato. Porém, o piloto inglês Jake Nicholls está a apenas um ponto atrás do australiano. Alessandro Lupino, Max Anstie e Petar Petrov, que fez uma corrida fantástica na semana passada, completam o top 10 da classificação da MX2.

Harri Kullas, que recentemente confirmou que vai concluir a temporada 2013 com a equipe Sahkar Racing, está ansioso para correr no quintal de casa no final de semana. O piloto finlandês passou por muitos altos e baixos nessa temporada, mas ele esperar ter um final de temporada consistente com a nova equipe.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly