10 coisas que você não pode perder em Washougal

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 18 de julho de 2013 - 22:54

Por onde anda o Beef ?

Matt Goerke retorna ao campeonato esta semana depois de um longo período de recuperação de uma lesão no punho sofrida em março. Motocross sempre foi uma especialidade do atual campeão Canadense de Motocross na categoria MX1. É difícil dizer como será o período de readaptação que Goerke passará, mas restando cinco corridas no calendário, ainda tem tempo de sobra para deixar sua marca.

O pico da montanha de Peick

Quem também retorna ao AMA Motocross em Washington é o piloto privado, Weston Peick. Depois de juntar um pouco de grana em corridas selecionadas no exterior e em casa, mais uma vez ele vai se juntar aos melhores do mundo. Será que ele pode acompanhar seu desempenho do início da temporada ?

Seja como Mike

Mike Alessi venceu uma única bateria em 2012 e foi em Washougal. Ryan Dungey se esforçou bem para acompanhar o numeral 800, mas acabou caindo e Mike venceu a corrida, para a alegria do dono de sua equipe, Mike Genova. A SmarTop / MotoConcepts está localizada no estado de Washington e com certeza a vitória foi um presente para a equipe da casa. Depois de um final de semana difícil em Michigan, será que Mikey pode encontrar a mágica de 2012 de novo ? Largar na frente é mais importante para Mike do que para qualquer outro piloto no circuito. Ele anda com mais fôlego, confiança e paixão quando ele faz o holeshot, sua marca registrada, e deve se encontrar na liderança no sábado como no ano passado.

55905_alessi-redbud2013-cudby-018_600

Problema de família

Com James Stewart faturando seu melhor resultado do ano em RedBud e com seu irmão, Malcolm, evoluindo durante todo o AMA Motocross, será que Washougal pode ser a corrida em que os dois fiquem entre os cinco primeiros ? Histórias como essa são ótimas para o esporte e a dinâmica dos dois irmãos correndo tão próximos é divertido demais para se perder. James sempre foi o mais rápido dos dois, mas como Malcolm evoluiu, isso tem deixado as corridas interessantes. Os dois treinam juntos todo dia, mas as pressões dos dias de corrida podem aumentar as tensões e mudar o nível de agressividade quando a bandeira verde é levantada. Se Malcolm largar na frente de James, será divertido ver o limite que James está disposto a chegar para ultrapassar seu irmão. Essa batalha está prestes a acontecer conforme o verão passa. Por que não pode acontecer em Washougal ?

Reviravolta

Restando cinco corrida no AMA Motocross 2013, a briga pelo título da categoria 250 já está moldando em uma rixa entre Ken Roczen, da KTM, e Eli Tomac, da Geico / Honda. Mas apesar da batalha acirrada de pontuação, os dois não se chocaram muito dentro da pista. Mais frequentemente, um vence a primeira bateria enquanto o outro vence a segunda. Será que o duelo épico Roczen / Tomac que todos esperávamos vai acontecer em Washougal ?

Pódio azul

Em RedBud, vimos alguns flashes do velho Josh Grant. O piloto Toyota / Yamaha fez o holeshot e liderou com sua azulzinha várias voltas durante a primeira bateria. Ele fez outra boa largada na segunda. Com suas terceira e quinta posições, Grant ficou em terceiro no geral, subindo no pódio pela primeira vez desde Steel City no ano passado. Antes disso, ele não faturava um pódio geral desde Washougal em 2009 quando ficou em segundo. Será que Grant pode faturar outro pódio neste final de semana ?

Pódio azul – Parte 2

Falando de pódios, a Yamaha deve estar feliz por ter outro piloto entre os três primeiros na categoria 250 em RedBud. Jeremy Martin da equipe MyPLash / Metal Mulisha / Star Racing / Yamaha ficou lado a lado com o bicampeão Mundial, Marvin Musquin, nas duas baterias durante a maior parte de dia e ficou em terceiro no gera. Antes da corrida, Martin disse que esperava brigar por pódios até o final da temporada. Bem, parece que Jeremy atingiu seus objetivos mais cedo. Será que ele pode fazer isso de novo no Noroeste do Pacífico ?

Curado?

Depois de ter um ótimo ano no AMA Supercross, os resultados de Blake Wharton caíram bruscamente quando o AMA Motocross 2013 começou. Ele simplesmente não está desempenhando todo o seu potencial, deixando muitos fãs e membros da imprensa se questionando. Na verdade, ele tem enfrentado um tipo de vírus que o deixou de fora de RedBud. A equipe de Wharton diz que ele voltará a ação neste final de semana no AMA Motocross em Washougal. Depois de tirar uma folga necessária, será que os problemas de Wharton o seguiram em Washougal ?

55908

O azar de Villopoto em Washougal

O piloto nativo de Washington, nunca venceu um nacional diante dos fãs conterrâneos, nem mesmo durante os dias na categoria 250. E ele sabe disso, ele mencionou o fato na conferência depois da corrida em RedBud. Será que Ryan Villopoto vai quebrar essa sessão de azar no solo de Washougal no sábado ?

Assistência na beira da estrada

Todos sabemos que um evento é a maior coisa que atinge uma cidade a todo ano quando os residentes vão as ruas para ver o alto fluxo de tráfego chegando e saindo de suas cidades. E é exatamente isso que acontece todo ano ao final do AMA Motocross em Washougal, conforme a longa e estreita estrada de acesso a pista começa a parecer um desfile.  Na temporada passada, obras na estrada levaram a um desvio, mas esse ano a caravana na estrada de Washougal deve estar de volta e ainda com o auxílio de sessões mais amplas e recém-completada

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly