AMA Motocross 2013 – 8ª Etapa – Washougal

Por Mariah Morgado | Fotos por GuyB | 22 de julho de 2013 - 23:18

O clima em Washougal no final de semana foi ótimo. Estava fresco e com uma leve névoa, e com isto a temperatura beirava 15ºC. Estava previsto uma máxima de 29ºC durante o sábado, 20 de julho, mas as condições eram perfeitas, tanto para os fãs quanto os pilotos, e as sombras das árvores sobre a pista no final do dia não foram um problema para os pilotos.

A pista estava fantástica, mesmo com a poeira, ainda tinha lugares escorregadios e molhados por baixo da terra seca. Eles colocaram umas costelas no final da sessão do Horsepower Hill e também um step-up muito legal que os pilotos adoraram para fazer whips.

Treinos classificatórios

Roczen e Tomac lideram a sessão de treinos da categoria 250. Na primeira sessão, Roczen superou Tomac por apenas sete milésimos de segundos. Marvin Musquin foi o terceiro mais rápido seguido por Kyle Cunningham e Jason Anderson. Na segunda sessão foi bem parecido, mas Tomac ficou a 559 milésimos atrás de Roczen. Blake Baggett ficou em terceiro e Musquin ficou em quarto seguido por Jason Anderson. O piloto Rock River / Yamaha, Alex Martin, não entrou na pista no sábado devido a uma concussão sofrida durante seus treinos na semana passada. O espetáculo desta sessão foi o salto Built For Tough que possibilitou aos fãs verem um show a parte por Ken Roczen e seus scrubs.

A surpresa na categoria 450 foi o piloto Josh Grant sendo o mais rápido no primeiro treino seguido de perto do herói da casa, Ryan Villopoto. James Stewart deu uma guinada no final do treino e fez o terceiro melhor tempo. Foi uma volta divertida de se acompanhar. O piloto Suzuki deu scrubs violentos em alguns saltos. Trey Canard foi o quarto mais rápido seguido por Ryan Dungey e o caçula Stewart. Na segunda sessão, Ryan Villopoto baixou o tempo superando a volta mais rápida do dia e Stewart ficou com o segundo menor tempo. Dungey fez o terceiro tempo seguido por Barcia e Malcolm Stewart. Weston Peick voltou a correr no final de semana e fez o 12º tempo.

Gared Steinke sofreu um acidente grave subindo o Horsepower Hill, os ficais chegaram a  interromper o treino. O piloto deixou a pista de ambulância.

s780071913washougalpb001

Visual aéreo do circuito de Washougal

Categoria 450

Ryan Dungey largou na ponta na primeira bateria da categoria. O dono da casa, Ryan Villopoto, largou em quinto e precisava passar James Stewart, Andrew Short e Justin Barcia antes de desafiar o ouro Ryan.

Ultimamente, Short tem largado muito bem e mantido a velocidade para ficar na frente, mas foi ultrapassado por Stewart e Villopoto logo no início e mesmo assim não se abalou e manteve a posição durante toda a corrida. RV alcançou Stewart e os dois encostaram em Barcia que facilitou para eles quando tropeçou numa curva, deixando os dois avançarem.

s780_071913washougalblast001

Largada da primeira bateria da categoria 450 em Washougal

s780_071913washougalblast003

Justin Barcia

Stewart e Villopoto ainda tinham que resolver a situação entre eles enquanto Ryan Dungey tinha a pista só para ele. Villopoto ganhava e perdia tempo para Stewart por várias voltas antes de os dois engatarem numa briga subindo o Horsepower Hill. Stewart estava na frente quando os dois chegaram ao topo, mas Villopoto apareceu antes quando os dois começaram a descer. Stewart não acompanhou o ritmo de Villopoto conforme ele avançava em perseguição atrás de Dungey que já começa a enfrentar tráfego.

s780_071913washougalblast004

James Stewart

s780_071913washougalblast007

Andrew Short

Dungey não conseguia passar pelos retardatários com facilidade e logo viu sua liderança ameaçada. RV diminuiu a distância para apenas alguns segundos restando poucas voltas para o final da bateria. Mesmo pressionado, Dungey não perdeu a calma.  Nas últimas curvas Villopoto estava a apenas duas motos de distância atrás de Dungey, o suficiente para que Dungey vencesse a bateria e garantisse uma bela disputa para a segunda bateria.

s780_071913washougalblast009

Broc Tickle

s780_071913washougalblast010

Ryan Villopoto e James Stewart

A segunda bateria largou e Dungey assumiu a liderança depois de passar Josh Grant que fez o holeshot. Ryan Villopoto e James Stewart vinham logo atrás e rapidamente deixaram Grant comendo poeira. Os três pilotos mais rápidos do Motocross estavam na frente e foi assim a bateria inteira. Os dois Ryans logo abriram vantagem sobre o veterano Stewart que também abriu distância sobre o restante do pelotão. Villopoto acompanhou Dungey, volta por volta. Parecia mais um jogo de xadrez, um jogo que RV nunca gosta de jogar. Ele começou a mostrar sua roda dianteira para o piloto KTM, fez a ultrapassagem em uma curva logo depois da linha de chegada e logo começou a se afastar do atual campeão.

s780_071913washougalblast023

Largada da segunda bateria da categoria 450 em Washougal

s780_071913washougalblast025

Ryan Villopoto

Jake Weimer e Broc Tickle também começaram a se acomodarem nas quarta e quinta posições do mesmo jeito que o trio da dianteira, mas atrás deles tinha uma batalha múltipla acontecendo pelos pontos valiosos das dez primeiras posições. Grant começou a ficar para trás e Chad Reed, Phil Nicoletti, Mike Alessi e Andrew Short começaram a avançar. Alessi fez uma corrida incrível, passando todos os três pilotos do grupo e assegurou a sexta posição.

s780_071913washougalblast028

Phil Nicoletti

s780_071913washougalblast027

Jake Weimer

A segunda bateria já chegava ao fim quando a batalha pelo Top 10 cessou. Villopoto venceu a bateria e levou para casa sua primeira vitória no geral em Washougal. Dungey o seguiu na segunda posição e Stewart completou o pódio.

s780_071913washougalblast034

Chad Reed

s780_071913washougalblast037

Pódio da categoria 450 em Washougal

Resultado da oitava etapa do AMA Motocross na categoria 450
1. Ryan Villopoto (Kawasaki) 2-1
2. Ryan Dungey (KTM) 1-2
3. James Stewart (Suzuki) 3-3
4. Jake Weimer (Kawasaki) 10-4
5. Mike Alessi (Suzuki) 7-6
6. Andrew Short (KTM) 6-9
7. Josh Grant (Yamaha) 5-10
8. Chad Reed (Honda) 9-7
9. Broc Tickle (Suzuki) 13-5
10. Justin Barcia (Honda) 4-17
11. Weston Peick (Suzuki) 8-14
12. Trey Canard (Honda) 12-11
13. Malcolm Stewart (Honda) 11-12
14. Phil Nicoletti (Yamaha) 18-8
15. Justin Brayton (Yamaha) 15-13
16. Ben LaMay (Yamaha) 17-15
17. Ryan Sipes (Suzuki) 14-33
18. Michael Byrne (KTM) 23-16
19. Tyla Rattray (Kawasaki) 16-21
20. Mike Brown (KTM) 25-18

Classificação do AMA Motocross 450 após oito etapas
1. Ryan Villopoto – 380 pontos (5 vitórias)
2. Ryan Dungey – 338 (3 vitórias)
3. Justin Barcia – 271
4. James Stewart – 224
5. Trey Canard – 219
6. Mike Alessi  – 199
7. Andrew Short – 164
8. . Jake Weimer – 160
9. Broc Tickle – 159
10 Josh Grant  – 158
11. Malcolm Stewart  – 146
12. Phil Nicoletti – 132
13. Tyla Rattray – 124
14. Justin Brayton – 121
15. Chad Reed – 119
16. Ryan Sipes – 118
17. Clement Desalle – 58
18. Weston Peick – 56
19. Kevin Strijbos – 45
20. Les Smith – 45 pontos

Categoria 250

O holeshot da primeira bateria foi para Justin Bogle, da Geico / Honda, que liderou a primeira volta até que foi ultrapassado pelo colega de equipe, Eli Tomac, que voou baixo, completando a corrida com quase 20 segundos na frente do segundo colocado. Blake Baggett vinha logo atrás de Bogle e assumiu a segunda posição, mas um problema mecânico o retirou da prova.

s780_071913washougalblast014

Largada da primeira bateria da categoria 250 em Washougal

s780_071913washougalblast015

Ken Roczen largou em 12º e logo começou a fazer ultrapassagens até assumir a terceira posição. Ele herdou o segundo lugar quando Baggett se retirou, mas quase perdeu a posição para Marvin Musquin. O piloto da casa, Justin Hill, fez a melhor corrida de sua carreira profissional e terminou na quinta posição e seu colega de equipe, Adam Cianciarulo ficou na sexta.

s780_071913washougalblast018

s780_071913washougalblast020

Wil Hahn fez o holeshot na segunda bateria, mas logo teve problemas e foi obrigado a ir para o pit. Justin Bogle assumiu a liderança, mas perdeu para Tomac na metade da primeira volta. Quando Roczen chegou à segunda posição logo depois, com apenas dois segundos separando-o do piloto Honda, parecia que o tão esperado duelo dos super-heróis das 250 iria finalmente acontecer. Entretanto, Tomac não tinha intensão de dar um espetáculo e acelerou tudo, deixando o alemão para trás. Tomac venceu a bateria com quase 1.500 metros distância na frente de Roczen, mesmo levando um susto na penúltima volta quando quase caiu subindo o Horsepower Hill. Com a dobradinha em Washougal, o piloto Honda está a um ponto do líder do campeonato e do plate vermelho.

s780_071913washougalblast038

Largada da segunda bateria da categoria 250 em Washougal

s780_071913washougalblast039

Nada acontecia atrás de Roczen até que Bogle, Zach Osborne e Marvin Musquin começaram a brigar pelo terceiro lugar. Jason Anderson se aproximava do grupo, mas ainda tinha muito chão entre eles e acabou ficando fora do alcance. Quem venceu a disputa foi Osborne e Bogle acabou ficando na sexta posição.

s780_071913washougalblast042

s780_071913washougalblast044

Justin Hill teve outra bateria excelente. Ele terminou em sétimo e ainda teve que alcançar e ultrapassar seu colega de equipe, Blake Baggett, para isso. Outro herói local que mereceu destaque foi Tommy Weeck, que fico em 18º

s780_071913washougalblast022

s780_071913washougalblast046

Pódio da categoria 250 em Washougal

Resultado da oitava etapa do AMA Motocross na categoria 250
1. Eli Tomac (Honda) 1-1
2. Ken Roczen (KTM) 2-2
3. Marvin Musquin (KTM) 3-4
4. Justin Bogle (Honda) 4-6
5. Justin Hill (Kawasaki) 5-7
6. Zach Osborne (Honda) 14-3
7. Jason Anderson (Suzuki) 11-5
8. Martin Davalos (Kawasaki) 7-9
9. Cole Seely (Honda) 9-10
10. Adam Cianciarulo (Kawasaki) 6-16
11. Cooper Webb (Yamaha) 12-11
12. Wil Hahn (Honda) 10-13
13. Kyle Cunningham (Yamaha) 8-15
14. Darryn Durham (Kawasaki) 13-14
15. Blake Baggett (Kawasaki) 35-8
16. Jeremy Martin (Yamaha) 24-12
17. Kyle Peters (Honda) 16-17
18. Tommy Weeck (Honda) 15-18
19. Jacob Baumert  (Kawasaki) 17-19
20. Preston Mull (Honda) 18-32

Classificação do AMA Motocross 250 após oito etapas
1. Ken Roczen – 356 pontos (2 vitórias)
2. Eli Tomac – 355 (3 vitórias)
3. Marvin Musquin – 298 (2 vitórias)
4. Blake Baggett – 260 (1 vitória)
5. Zach Osborne – 239
6. Jason Anderson  – 202
7. Justin Bogle – 178
8. Kyle Cunningham – 177
9. Jeremy Martin – 171
10. Cooper Webb – 159
11. Cole Seely – 153
12. Justin Hill – 146
13. Darryn Durham – 110
14. Martin Davalos – 99
15. Joseph Savatgy – 89
16. Blake Wharton – 85
17. Will Hahn – 71
18. Adam Cianciarulo – 68
19. Alex Martin – 48
20. Dillan Epstein – 37 pontos

Calendário do AMA Motocross 2013
Nona Etapa – 27 de julho – Spring Creek – Minnesota
Décima Etapa – 10 de agosto – Unadilla – New York
Décima Primeira Etapa – 17 de agosto – Miller Motorsports Park – Utah
Décima Segunda Etapa – 24 de agosto – Lake Elsinore – Califórnia

Confira como foram as primeiras etapas do AMA Motocross 2013

Primeira Etapa – 18 de maio – Hangtown – Califórnia
Segunda Etapa – 25 de maio – Thunder Valley – Colorado
Terceira Etapa – 1º de junho – Muddy Creek – Tennessee
Quarta Etapa – 8 de junho – High Point – Pensilvânia

Quinta Etapa – 22 de junho – Budds Creek – Maryland
Sexta Etapa – 29 de junho – Moto X 338 – Massachussets
Sétima Etapa – 6 de julho – RedBud – Michigan

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly