Prévia do Mundial de Motocross na Alemanha

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 26 de julho de 2013 - 8:37

Depois de uma curta pausa o campeonato Mundial de Motocross está pronto para sua décima terceira etapa da temporada, que acontecerá nas instalações da pista alemã de Lausitzring neste final de semana, dias 27 e 28 de julho. Muitas expectativas foram criadas sobre o Grand Prix da Alemanha, e não só porque a temporada do campeonato está chegando ao fim, mas também porque a pista foi construída em cima do asfalto de Lausitzring e o paddock, a imprensa e os fãs vão poder utilizar todas as instalações permanentes do circuito, incluindo a grande arquibancada da possibilita a melhor vista da pista aos espectadores.

Foram utilizados mais de 20.000m³ de terra, o equivalente a mais de 1000 caminhões de terra, para a construção da pista Circus Maximus, onde Antonio Cairoli e Jeffrey Herlings vão tentar ampliar suas pontuações e se aproximarem de mais um título mundial. Durante o fim de semana, o circuito também recebe a quarta etapa do campeonato europeu EMX125 e a primeira etapa do campeonato Honda EMX150.

lautzring

Categoria MX1

O piloto da KTM Factory Racing, Antonio Cairoli, tirou uns dias de folga para se recuperar de três Grand Prix seguidos e agora está 100% recuperado de sua nova lesão e ele está totalmente focado no GP da Alemanha. O italiano está ansioso para correr na nova pista de Lausitziring e tentar vencer as duas baterias como fez na Finlândia.

O segundo colocado na classificação do campeonato ainda é Gautier Paulin mesmo que ele tenha ficado de fora do pódio nos últimos três GPs. O piloto Kawasaki Racing está com 99 pontos atrás de Cairoli e Clement Desalle está com apenas nove pontos atrás do francês por isso Paulin vem treinando duro para voltar a subir no pódio e tentar manter sua segunda posição.

Clement Desalle, piloto Suzuki World, tem sido muito consistente nos últimos GPs e ele está muito próximo de subir algumas posições na classificação do campeonato. O belga também descansou um pouco, mas nessa semana ele voltou a rotina de treinos para poder brigar pelo o que pode ser sua segunda vitória no geral nessa temporada.

Outro belga que tem brigado pelas três primeiras posições é Ken De Dycker. Porém, ele ficou fora do pódio na Finlândia por apenas três pontos depois de ficar em terceiro e sexto em cada bateria. O piloto KTM Factory Racing admitiu recentemente que tenta se divertir com sua KTM em toda corrida, mas restando cinco Grand Prix para o final ele vai se esforçar para terminar entre os três primeiros pilotos da categoria MX1. No momento, De Dycker está com 15 pontos atrás de Desalle.

Quem também viaja com boas vibrações para a Alemanha é Kevin Strijbos da Suzuki World. No último GP ele subiu no pódio, o experiente piloto belga não teve muita sorte antes da Finlândia, mas Strijbos está determinado a repetir o desempenho no fim de semana e terminar entre os melhores pilotos do Grand Prix alemão na MX1.

Tommy Searle continua melhorando a cada final de semana e ele agora está com 28 pontos atrás de Strijbos. O belga tem uma vantagem confortável sobre Searle, mas ele sabe que o piloto britânico vai se esforçar para entrar no top 5 a partir de agora até o final da temporada. Jeremy Van Horebeek perdeu o pódio de novo na Finlândia, mas suas vibrações na moto estão muito boas e seus tempos estão entre os melhores da MX1. No final de semana o belga vai tentar fazer duas boas largadas novamente e tentar subir no pódio da categoria principal pela primeira vez em sua carreira.

Será um Grand Prix especial para Max Nagl que vai correr diante dos fãs conterrâneos no final de semana. O piloto alemão não tem tido uma temporada muito consistente, mas ele provou em várias situações que tem a velocidade e o talento para brigar pela vitória. Nesse final de semana, Nagl está super motivado e vai tentar entregar seu primeiro pódio da temporada para todos os fãs alemães que irão para Lausitzring.

Rui Gonçalves e Davide Guarneri estão lutando com pequenas lesões, mas como de costume eles vão dar o melhor para terminar entre os dez primeiros. Atualmente, Gonçalves é o nono colocado na classificação, seguido por Guarneri.

Steven Frossard, que fez uma cirurgia para implantar parafusos em dois metatarsos fraturados depois do Grand Prix da Finlândia, não vai participar do GP da Alemanha e Milko Potisek vai substituir o piloto francês.

track

Categoria MX2

Jeffrey Herlings, piloto KTM Factory Racing, está bem animado para correr na Alemanha para tentar somar sua 13ª vitória de Grand Prix consecutiva e quebrar o recorde de Stefan Everts. O piloto holandês está focado em seu objetivo principal que é vencer todos os GPs da temporada e obter seu segundo título mundial na MX2, o mesmo número de títulos que seu compatriota e ex-piloto John Van den Berk.

Jordi Tixier, também da KTM Factory Racing, ocupa a segunda posição no campeonato, mas não está muito satisfeito com seus resultados. O piloto francês conseguiu subir no terceiro degrau do pódio nos últimos três GPs, mas ele sempre comete alguns erros em uma das baterias o que faz com que tenha que se esforçar muito para se recuperar e entrar no top 3. Tixier admitiu que precisar estar mais focado durante as primeiras baterias para evitar errar e correr o mais perto possível de seu colega de equipe.

A terceira posição do campeonato na categoria MX2 ainda pertence a José Butrón cujo resultados consistente o ajudam a permanecer com 40 pontos na frente de Christophe Charlier. O piloto KTM Silver Action viaja para a Alemanha depois de vencer outra etapa do Campeonato Espanhol, então ele está preparado para correr para subir no pódio e assegurar seu terceiro lugar no Campeonato Mundial.

O piloto da Yamaha, Christophe Charlier, esteve nos pódios dos Grand Prix da França e da Suécia e suas primeira e terceira posições em Uddevalla o aproximaram da terceira posição do campeonato. Entretanto, o francês ficou fora do Top 3 na Letônia e na Finlândia e voltou a ficar com 40 pontos atrás de Butrón. Charlier tem o potencial para brigar pelo pódio em todo final de semana e ele pode entrar no top 3 se ele conseguir correr consistentemente nestes cinco últimos Grand Prix da temporada.

Na Finlândia, Glenn Coldenhoff voltou a andar entre os melhores pilotos da MX2, mas a sorte não estava a seu favor. Depois de dominar a corrida classificatória e terminar em segundo lugar na primeira bateria no domingo, Coldenhoff caiu na segunda bateria e sua KTM teve um problema mecânico que o forçou a se retirar da corrida. O talentoso piloto holandês vai tentar subir no pódio mais uma vez neste final de semana e ganhar pontos para se aproximar mais de Charlier que está com 17 pontos na sua frente.

Dean Ferris teve um dos seus melhores finais de semana da temporada no último Grand Prix quando terminou em segundo no geral graças a dobradinha na segunda posição nas duas baterias. O piloto australiano é o sexto colocado na classificação da MX2 com 13 pontos atrás de Coldenhoff. Jake Nicholls é o sétimo e Alessandro Lupino ocupa o oitavo lugar.

Quem terá uma motivação extra no final de semana será Max Anstie. Sua equipe é baseada na Alemanha e ele adoraria dar de presente para eles um bom resultado em Lausitzring. Embora o piloto britânico esteja se sentindo bem, ele tem tido dificuldades para subir no pódio durante a temporada inteira e no momento é o nono colocado na classificação.

Petar Petrov obteve excelentes resultados no Grand Prix anterior e agora é o décimo colocado na classificação da categoria MX2. O piloto búlgaro ainda está com 31 pontos atrás de Anstie, mas ele vai continuar se esforçando para terminar entre os dez primeiros até o final da temporada.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly