Fechando a temporada 2013 do Mundial de MX

Por Mariah Morgado | Fotos por Divulgação | 07 de agosto de 2013 - 23:47

Enquanto o título do campeonato Mundial da MX2 foi decidido em Loket no último final de semana, existe uma boa chance de que Antonio Cairoli será coroado o campeão da MX1 na Bélgica, na próxima semana. Os dois últimos Grand Prix da temporada 2013, o GP da Grã Bretanha, que será em Matterley Basin na Inglaterra, e o Grand Prix do Benelux, que será no circuito de Lierop na Holanda, podem ser as melhores etapas do calendário.

cairoli-color

Antonio ‘Tony’ Cairoli

Quem pode esquecer de Matterley Basin em 2012, o Festival de Motocross, com milhares e milhares de espectadores, um clima brilhante e uma corrida magnífica entre o piloto britânico, Tommy Searle, e o holandês, Jeffrey Herlings ? Steve Dixon, o promoter do Grand Prix da Grã Bretanha, sabe que esse evento vai melhorar com o tempo.

Dixox, que sempre foi um grande patrocinador dos campeonatos Mundiais de Motocross, só quer que o esporte cresça no Reino Unido.

“Eu acho que a cada ano e com mais experiência, esse evento vai melhorar,” disse Dixon. “Nós sempre tentamos dar ao público o máximo possível por seu dinheiro e sei que o público britânico gosta de visitar nosso evento. Meu objetivo sempre foi melhorar as oportunidades de se ter um Grand Prix na Inglaterra e gosto de pensar que nós agora temos um lugar muito especial no Matterley Basin.”

Com um número de pilotos britânicos se preparando para o Grand Prix da Grã Bretanha, o apoio do público será imenso. Nomes como Tommy Searle, Jake Nicholls, Shaun Simpson, Elliot Bank Browne, Max Anstie, Mel Pocock e James Dunn, todos querendo ter o desempenho de suas temporadas no Matterley Basin.

Duas semanas depois da Grã Bretanha, a temporada se encerra no circuito Lierop. Agora, este sim é o GP favorito para muitas pessoas. Com certeza é um lugar para o qual o campeão Mundial da MX2, Jeffrey Herlings, vai gostar de voltar.

“Todo mundo sabe o quanto eu gosto de correr em Lierop,” disse Herlings. “Eu nasci na rua que sobe da pista e é o mais próximo de casa que você consegue. Terá muito apoio para essa corrida e espero conseguir dar algo especial para o público. Será o último Grand Prix e se eu puder vencer na Bélgica e na Inglaterra, então eu vou estar indo para o recorde como o único piloto a vencer todas etapas de uma temporada completa do Mundial. Isso será uma boa maneira de encerrar a temporada e ainda na esquina de onde eu moro.”

Herlings-waves

Jeffrey Herlings

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly